JoJo Ramen: Lamen de Tóquio em São Paulo

Jo Jo Ramen, vale a pena tanta espera?

Aqui é o Marcelo Asamura da loja Konbini Produtos Orientais e a avaliação de hoje é muito relevante para quem ama um bom Lamen.

Bom, o JoJo Ramen dispensa apresentações, pois para aqueles aficionados por esse macarrão com caldo e toppings maravilhosos, o JoJo é um must, ou seja, se você não foi até agora, está perdendo tempo.

E por ironia do destino ou não, o JoJo Ramen fica perto de casa e eu consigo reservar mesa pelo aplicativo e chegar na minha vez em pouco tempo. Que maravilha!

Se você não sabe nada sobre Lamen, dá uma lida neste trecho sobre o Lamen que você encontra no site do JoJo Ramen:

O Ramen:

Idealizado e preparado como uma forma de arte, o Ramen se tornou um símbolo da cultura de comida japonesa recente, sendo reconhecido como “Japanese Soul Food” e viajando por todo o mundo devido ao seu sabor único e formato mínimo. O JoJo está empenhado em trazer para São Paulo não só o sabor original, mas também todas as tradições e entusiasmo por trás das raízes do verdadeiro ramen.

Não há atalhos na preparação ramen, cada passo conta para o sabor original. O que está por trás de nossos produtos são horas de preparação do caldo, produção in house do noodle e uma preparação cuidadosa de cada topping e tare (tempero). O JoJo traz os chefs do Jiraigen, uma das mais tradicionais casas de ramen em Tóquio e cujo o dono é reconhecido como uma das lendas do ramen, para implementação dessa cultura.

O Ramen é composto de quatro componentes essenciais: o caldo, o noodle, os toppings, e o tare (tempero).

Vamos começar, imagina você chegar numa casa pequena no Paraíso, perto do Shopping Paulista para você ter um ponto de referência e se deparar com uma fila Enorme. ENORME MESMO!

Pois é, você está em frente ao Jo Jo, mais de 2 a 3 horas de fila nos dias mais lotados e com esse friozinho que continua fazendo em São Paulo, não tem erro, o Ramen é a combinação ideal.

 O lugar é pequeno, mas a fila apesar de ENORME é bem organizada, tem um sistema de espera e você pode dar uma volta na região e depois voltar só na hora que for a sua vez. Só isso, já me deixou bem mais aliviado, pois a pior coisa do mundo é você esperar numa fila pra sempre. Isso, eu acho que ninguém gosta.

Eu realmente acredito que fila só dá certo para lugares “excelentes” e o Jo Jo Ramen está muito perto disso. Ninguém gosta de esperar muito por algo que é mais ou menos, não é mesmo? Portanto, valeu a pena a minha espera!

Se você não é fã de filas, esse lugar, infelizmente não é para você.

Demorei para publicar esse post, pois fui 3 vezes ao Jojo Lamen e queria experimentar os outros Lamens.

Só não experimentei o Tsukemen que me parece delicioso, mas não é quente. E todos os dias estava muito FRIO! Ideal para um Lamen bem QUENTE.

Então, vamos ao que interessa: O LAMEN.

Shoyu Lamen = Lamen com Shoyu. Esse Lamen é bem saboroso, tem um caldo mais encorpado com o molho de soja. Gostei bastante.

Sobre os ingredientes: alga bem saborosa e crocante; Menma que é uma conserva de broto de bambu que é bem gostosa, o ovo não é dos meus favoritos (gostei mais do ovo do Momo Lamen), mas é diferente, o macarrão Lamen é bem consistente e delicioso. E o mais importante, o Tyashu (panceta de porco) é muito saboroso, pois eles passam a carne na grelha de carvão. O aroma que vem quando você recebe o Lamen na mesa é indescritível!

 jojoramen-shio-ramen-03

jojoramen-shio-ramen-01

Shio Lamen = Lamen com Sal. Esse Lamen é bem saboroso, mas é simples, você já deve conhecer um pouco o sabor, pois a característica dele é o sabor de caldo de frango. Muito bom e leve, mas não é tão diferenciado quanto os outros.

jojoramen-shioramen

Missô Lamen: Lamen incrível , pois o sabor é mais intenso e o missô (pasta de soja) é muito diferente do missô nacional, é menos salgado e tem adição de tutano de boi. Deixa o caldo bem encorpado e realmente é um tipo de Lamen que você não encontra em outros lugares.

jojoramen-missoramen jojoramen-miso-ramen-02

Deixo o melhor Lamen, na minha opinião, por último: JO JO KARA MISSÔ LAMEN.

É a versão apimentado do Missô Lamen, é simplesmente delicioso. E como eu gosto de pratos picantes, pra mim, no frio que estava em São Paulo, fez toda a diferença. Esse foi o primeiro Lamen que eu provei, só queria que fosse ainda mais apimentado, deve ser porque eu já provei Lamen Coreano (extremamente apimentados). No entanto, acho que para a maioria das pessoas, está numa picância adequada. Não faço questão que seja super apimentado, mas faz falta um pimenta a mais.

obs: para quem não é muito fã de missô pode ser um pouco enjoativo. Para quem gosta, é um prato excelente.

jojoramen-karamiso-03 jojoramen-karamiso-02 jojoramen-karamiso-01

Opções de Aperitivos/Entradas:

O meu favorito é o Karaague: franquinho frito ao estilo japonês.
Ele vem com um molho de maionese com ovo e acompanha repolho.

É bem crocante por fora, suculento por dentro e bem temperado. Recomendo.

jojoramen-karaague-02

jojoramen-karaague-01

Tsukudani: é uma conserva de alga kombu com shitake e katsuso, todos ingredientes têm muito Umami.
É bem gostoso para quem é fã de temperos japoneses, mas não é para todo mundo. Na dúvida, experimente ou evite se acha que não vai gostar!

jojoramen-tsukudani

Logo do Jojo Lamen:

jojo-ramen

Cardápio do Jojo Lamen:

jojoramen-cardapio

Acomodações:

jojoramen-interno-05 jojoramen-interno-02

Banheiro exclusivo com Washlet importado do Japão da TOTO BRASIL.
O Washlet é um assento sanitário de alta tecnologia que tem assento que esquenta, como vários fluxos de limpeza e com um console com botões ao lado como você pode ver nas fotos abaixo. Quanto estive no Japão, no frio, realmente fazia um grande diferença e por tem jatos de água é mais higiênico.

jojoramen-interno-06 jojoramen-interno-08

O que acharam?

Verifiquem os dias que com menos fila para não esperar muito.
O sistema de espera na fila funciona, então, você pode dar uma volta na região, passar no Shopping Paulista se for o caso e voltar para a fila quando chegar na sua vez.

Endereço:
R. Dr. Rafael de Barros, 262.
Paraíso, São Paulo – SP
CEP: 04003-041

Restaurante Yakitori Mizusaka – almoço com salmão grelhado na brasa!

Bom dia fanáticos por um salmão!

Depois de um bom tempo, o Gourmet San voltou a almoçar no Yakitori Mizusaka, localizado na galeria Ouro Branco, no cruzamento da Avenida Brigadeiro Luis Antonio com a Avenida Paulista e com a Manoel da Nóbrega. Gourmet San já possui uma review sobre este restaurante que é uma ótima opção de almoço na região da Av. Paulista, na primeira ocasião o prato central foi a anchova grelhada, mas desta vez vamos para um campeão, o salmão grelhado, direto das brasas de frente pro balcão!

O que eu gosto desses restaurantes verdadeiramente tradicionais e não super populares (no sentido de famosos) é que o preço quase não aumenta e se aumenta, é justo!

Chegando ao restaurante, ele continua o mesmo (ainda bem!), televisão sintonizada num canal japonês, o Sr. Mizusaka limpando peixes  e preparando filés para a churrasqueira, sua mulher preparando outros pratos e caixa, enquanto os outros funcinonários na cozinha, aberta. Você chega, senta no balcão e escolhe do cardápio português/japonês, as opções vão de R$ 20,00-30,00, o almoço com salmão grelhado sai por R$26,00!

Você não espera quase nada, já vão te servindo o que compõe a refeição enquanto o peixe grelha!

De entrada me serviram uma deliciosa saladinha japonesa de ovo com um vegetal que não me recordo agora, quem identificar, avise ao Gourmet San! Só sei que estava uma delícia mesmo!

A tradicional saladinha de alface, tomate e pepino. No Yakitori eles servem também esse bolinho de carne que é uma delicia, super leve! O tomate cereja estava super doce, incrível! Você só precisa colocar um sal e azeite pois ela não vem temperada!

Esses pratos abaixo vocês já cansaram de ver por aqui, certo? O arroz gohan e a missoshiro com tofu! A sopa de missô eu nunca tomo, mas o gohan faço questão de raspar a cumbuca!

Como todo bom almoço japonês nesse tipo de restaurante, servem também sashimis, geralmente servem salmão e atum! Estavam gostosos, não espetaculares, mas complementam a refeição como um todo, o wasabi estava especialmente ardido!

Em determinado ponto, o salmão ficou pronto e me serviram, os pratos grelhados sempre vem acompanhados com nabo ralado, como vocês podem ver no canto! Para os interessados em como fazer um belo pedaço de salmão assim, aqui vai o que eu consigo absorver apenas olhando: o peixe é limpo (obviamente), cortado em postas inteiras do filé, com aproximadamente um pouco mais de 1 polegada de largura. O sr. Mizusaka usa uns 3 espetos compridos e bem finos, como se fossem palitos de metal de uns 80cm, para espetar o peixe e ganhar firmeza no manuseio, assim ele tempera o peixe com o que eu imagino ser uma mistura de sal ou ajinomoto e mais alguns temperos, depois já coloca na churrasqueira, com a pele para baixo!

O salmão fica delicioso, a pele é muito saborosa e o tamanho da refeição e do salmão em si é suficiente para matar sua fome! Mas fique esperto, terá de comer tudo com os hashis! Sim gafanhoto…desenvolva essa habilidade!

Espero que tenham gostado de mais essa review!

Abs

Gourmet San

Restaurante Guinza Sushi

Olá a todos!

Tudo bem? Hoje, mais um review, a do restaurante Guinza Sushi, localizado na Alameda Jaú, 540, tel 3141-0315 (http://www.guinzasushi.com.br/), fica pertinho da Av. Paulista e quase de frente para o último restaurante analisado, o Irori.

O Guinza Sushi tem um significado especial para o Gourmet San, foi um dos primeiros restaurantes japoneses que fui. Na época eu não comia sushi nem sashimi, então fiquei apenas no guioza e nos rolinhos primavera (harumakis). O Guiza Sushi ficava na Al. Pamplona, dividindo espaço com um restaurante vegetariano self-service. Nesse endereço antigo, tive a oportunidade de experimentar diversos níveis de atendimento, mas a comida sempre no mesmo padrão. O Guinza Sushi é comandado pelo Chef Maurício Nishimori, o Banzan, sempre muito presente em todos cantos do recinto, já presenciei ele largando o caixa e indo para trás do balcão ajudando na confecção dos pratos!

Pois bem, parece que o Chef Nishimori resolveu investir no Guinza pois a mudança de ambiente foi brutal e agora o restaurante está bem mais moderno! Os pratos servidos são basicamente os mesmos, com algumas mudanças, mas a equipe está muito maior. Lembrando que foi no Sushi Guinza onde vi pela primeira vez os uramakis com a couve frita em cima!

O rodízio de sushi sai por 37,90 de segunda, terça e quarta, tanto no almoço como no jantar, com direito a uma sobremesa, nos diversos dias é a partir de R$42,90.

Esta vez que visitei, o restaurante estava bem cheio no almoço, pensei que o serviço seria lento, mas os garçons possuem uma velocidade absurda, me ouçam, absurda, é de longe o rodízio de sushi com serviço mais rápido que visitei. Após dizer ao garçom o que eu queria, os pratos começaram a chegar.

Primeiro uma porção gigantesca de shimeji, confesso, dava para umas 3 pessoas, mas serviram para 1. Erro do Guinza, desperdício por parte deles, quem ama esse prato deve ir lá. Estava uma delícia!Pedi os clássicos rolinho primavera e guioza, uma unidade apenas de cada! A apresentação de dois elementos num prato bicolor foi boa! Mas não serviram nenhum molho para acompanhar, poxa, cadê o molho agri-doce vermelhinho pelo menos?

Logo em sequência chegou meu temaki, nada demais, apenas gostei que o temaki não era muito grande, a pior coisa é tentarem saciar sua fome com temakis gigantescos e cheios de arroz! O Guiza não fugiu do script. Legal notar o detalhe final do temaki, não prendendo o restante da alga, acho que fica mais próximo do tradicional.

 

Me serviram também o tempurá de legumes. Achei um pouco seco demais e sem cor, como podem ver, fica até difícil distinguir quais são os legumes, muita massa!

No restaurante que se auto intitula como um dos precursores do hot-roll no Brasil, não poderia faltar né? Estava gostoso, comi todos, só achei que a porção foi um pouco demais para mim também, assim como a de shimeji!

O combinado de sushi, vou admitir, não me agradou. Não gostei de não servirem atum, os uramakis do fundo a direita tinham muito mais arroz que peixe. Mas para não citar apenas coisas ruins, gostei dos shakemakis (enrolados de salmão com algo por fora), a dupla de nigiri de salmão, com uma fatia de peixe bem generosa e do uramaki com couve frita em cima, esse é sempre bom, mas faltou o molho tarê para complementar.

Um ponto a se comentar são os dois uramakis com salmão em cima, eles são bem condimentados, acreditem em mim, vai uma quantidade razoável de pimenta mesmo! Esteja com alguma bebida pronta!! Quem curte algo mais picante vai adorar!

De resto não há muito sobre o que falar. O Guinza Sushi consegue seguir o mesmo padrão de qualidade de sushi há anos, o que é impressionante, o ambiente deu uma evoluída legal, recomendo visitar o local de segundas, terças e quarta para aproveitar o preço promocional de 37,90, o rodízio possui certo custo benefício com esse preço. Eu também recomendo se focarem nas entradas que são muito boas!

Abraços

Gourmet San

Restaurante Estação Oasis – self service de comida japonesa

Olá a todos,

Hoje o Gourmet San traz a vocês mais uma opção de restaurante por kilo (self-service) onde um dos focos é a culinária japonesa! O restaurante da vez é o Estação Oasis, localizado na R. Leôncio de Carvalho, 97A. É uma das melhores opções da região da Av. Paulista para almoçar, está instalado em um casarão antigo e já na porta você pode ler num lousa os especiais do dia, sempre dizendo se é dia de temaki ou de sashimi! O preço é de 34,90 ou 36,90 por kilo, se não me engano!

Logo que você entra e sobe as escadinhas, vê um pequeno jardinzinho com uma dupla de tartarugas! Sim, elas são reais, após algumas vezes que visitei o lugar, pude atestar! Já na parte da comida, não foge as regras dos self-services: pratos, bandejas e os carrinhos com as saladas. O Estação Oasis tem um caráter bem caseiro nas comidas, dá impressão de que você está indo comer na casa de um parente num domingo a tarde, pãozinho com azeite, pedacinhos de pão sírio e saladas variadas, nada fugindo do clássico, mas tudo com muito bom gosto e acompanhando molhos clássicos.

Mas como este site é sobre culinária japonesa, vamos falar logo disso! De cara, na parte de cima dos carrinhos você encontrará enrolados e nigiris, sempre são variados, a não ser o nigiri de salmão que sempre está presente. Mas já fui surpreendido pelos sushimans do Estação Oasis, o dia que mais fiquei feliz foi quando encontrei nigiri de polvo! Isso mesmo, o raro tako nos rodízio de sushi das maioria dos restaurante japoneses! Mas geralmente o que você encontrará são os uramakis califórnia, os de salmão, salmão skin e ultimamente os hot rolls empanados unitariamente como no antigo Sushi Yassu e no Kyoto Oriental Fast Food.

Após isso segue-se uma panela de gohan e os pratos quentes: guiozas, camarões empanados (deep-fried como no Aoyama), e o tempurá de legumes (esse em particular muito bom mesmo, um dos pontos altos da refeição!

Por último você tem sempre o sashimi ou os temakis. Depende do que você mais gosta, conheço gente que vai lá pelo sashimi, eu pelo contrário, vou devido aos temakis!

Dessa vez que visitei o Estação Oasis tinha apenas temaki de salmão, mas já cheguei a comer temaki de atum, lula, salmão skin etc! Uma variedade incrível para um self service fora da Liberdade!

O meu prato saiu por 12 reais e dessa vez ficou assim:
Como vocês podem ver, nada é extraordinário mas tudo muito gostoso e bem feito, os temakis tem uma alga no limite de ficarem borrachudas, mas não são crocantes, também, seria pedir demais! O que eu gosto do Estação Oasis é que eles não querem ganhar do cliente no arroz como muitos self-services fazem, que montam um nigiri com uma fatia invisível de salmão e fazem um bolão de arroz.

Os tempurás são excelentes, são exatamente como eu gosto, legumes fatiados em fios e fritos todos misturados! O hot roll empanado indivualmente é muito melhor do que o cortado posteriormente. O único lado negativo realmente é o guioza frito de forma muito gordurosa e pesada, foge totalmente da idéia de guioza tradicionalmente japonês cozido no vapor!

Fora a comida japonesa, o Estação Oasis ainda conta com uma parte da churrasqueira com ótima variedade! Ou seja, é o lugar perfeito para você que gosta de comida japonesa levar o seu amigo que não gosta, ambos sairão felizes e satisfeitos!

O Estação Oasis ainda possui uma ótima variedade de sucos naturais, eu quase sempre peço o de laranja ou o de abacaxi com hortelã! Se você estiver em mais de uma pessoa vale a pena pedir a jarra!

Veja o meu suco de abacaxi por hoterlã que saiu por 3,50: Agora a parte final da análise, o ambiente! Lá é diferenciado, sobretudo os ambientes externos, ao ar livre! São 2, um no térreo e outro no primeiro andar!  É muito mais tranquilo e dá para dar uma descansada e relaxada do trabalho, não fica aquele barulho de pessoas conversando alto!

Geralmente sento no segundo andar:

Bom gente, por hoje é só, fica essa dica de um ótimo restaurante por kilo com foco na culinária japonesa na região da Av. Paulista! Eu sempre vou lá quando quer matar a vontade por um peixe cru mas não quero gastar muito!

Abs

Gourmet San

 

 

 

 

Restaurante Mitsuyoshi pt 2 – “os sashimis”

Bom dia a todos!

Hoje o Gourmet San retorna com mais um post sobre o restaurante japonês Mitsuyoshi, R. Dr Rafael de Barros, 163, no Paraíso (www.mitsuyoshi.com.br), próximo a Al. Santos. Ele não possui rodízio de sushi, mas também não é daqueles tradicionalmente a la carte. No almoço ele oferece ótimos pratos executivos! Opções para quem quer um almoço decente em quantidade e qualidade. Essas opções executivas vão tanto de combinados de enrolados e sushis até o tradicional Teishoku. Os preços dos executivos variam de R$20,00 até R$30,00 mais ou menos.

Fazia um bom tempo que eu não retornava ao Mitsuyoshi, mas como o primeiro post já estava caduco de velho, acho que merecia uma atualização!

Pois bem, como eu já disse, o ambiente é composto basicamente por empresários e trabalhadores um pouco mais alto nível ali da Av. Paulista, que estão dispostos a gastar mais de 30 reais num almoço. Como desta vez eu não estava sozinho, o pedido foi maior, mas é claro, sempre no balcão.

Pedimos 2 pratos do menu executivo de almoço deles, um é o Sushi Executivo, composto por mais ou menos 20 peças (26 reais) e o outro é o Combinado de Sushi Grande (30 reais).

Aqui embaixo, na primeira foto, algumas peças do sushi executivo! 4 nigiris (branco, atum e 2 salmão) e depois os enrolados com alga por fora, atum, kani, pepino e salmão, depois 2 uramakis califórnia, 1 alcega maki, 1 hot holl especial do mussashino (sem arroz, com salmão, kani e cream cheese apenas) e mais 3 hossomakis (enrolado com alga por fora).

O curioso é que o único lugar que me animo em comer hossomakis de kani e pepino, assim como o uramakis califórnia, é no Mitsuyoshi, não sei por que, mas lá parece que eles realmente tem uma importância para equilibrar a refeição.

Aqui a outra parte do pedido, os sashimis do Combinado de Sushi Grande, os nigiris (3, e que inclui um de camarão!), 3 hossomakis e do lado direito a continuação do sushi executivo da primeira foto! Não vou comentar mais nada agora, vou deixar pra próxima foto…rápido! Desçam a página!!

Por favor, reparem bem na espessura desses sashimis!!! Eles são grandes, mas não compridos!! Não requerem malabarismos com os hashis para levá-los a boca! Eles tem uma expessura que eu talvez só tenha experimentado no Orginal Shundi! São bem saborosos, não os melhores que já comi, mas o mestre sushiman do balcão é o único do sushibar que fatia os peixes para o sashimi, ninguém mais o faz, apenas ele! É uma boa maneira para se manter esse padrão Mitsuyoshi de sashimis!

Não satisfeitos, queríamos mais e pedimos 3 fatias a la carte de sashimi de polvo, o famoso tako (R$ 7,50)! O Mitsuyoshi cobra 2,50 a fatia de sashimi de qualquer peixe e aqui eles se destacam, possuem sempre uma variedade grande, mais do que 5-6 tipos de peixe para servir, todos de boa qualidade. O sashimi de polvo veio no mesmo padrão que os outros, bem maior do que a maioria dos restaurantes, o sushiman chefe tem a destreza e conhecimento suficiente para não dar uma fatia grossa, pois seria quase impossível de mastigar, devido a sua consistência, o polvo em si estava gostoso, mas nem de perto como o do Mori a base de missô ou do nigiri do Kinoshita.

Bom gente, o Gourmet San vai ficando por aqui! Guardem na cabeça de vocês, se um dia quiserem comer sashimis com outro padrão de corte, muito mais espessos que o comum, e não pagar tão caro assim, visitem o Mitsuyoshi e sentem no balcão! Peçam algum combinado e mandem ver nos sashimis a la carte!

Abs

Gourmet San

Restaurante self service Kyoto Oriental Fast Food

Olá a todos!

Hoje o Gourmet San inaugura uma nova categoria aqui no site! É a review de restaurantes self-service (por kilo) especializados em comida japonesa! Ou seja, traremos opções mais baratas de comida japonesa e quase sempre para sua hora de almoço!

O primeiro restaurante analisado é o Kyoto Oriental Fast Food, Av. Bernardino de Campos, 37, Paraíso, tel 11 3285-0068, delivery 3285-6002. Das 17h30 ãs 23h eles servem pratos a la carte como combinados de sushi e sashimi.

Bom, a primeira coisa que o Gourmet San reparou foi a quantidade de japoneses no recinto! Isso é um ótimo sinal, quer dizer que a comida servida atrai os que conhecem mais a fundo a cultura e a culinária japonesa.

O sistema é o comum de qualquer self-service: prato, bandeja, pratos frios, pratos quentes, bebida e balança. O kilo custa 34,90 e meu prato abaixo de quase 20 reais! Vejam o que eu escolhi abaixo:

No meu prato vocês encontram 3 nigiris de salmão, 2 de polvo, 1 de camarão, 1 de salmão skin, 2 onion rings, 1 tempurá de legumes, 2 hot rolls, 2 camarões empanados (ebifry), 5 enrolados e 1 guioza

Sobre os nigiris: todos estavam muitos bons, com exceção do nigiri de salmão skin que estava muito gelado assim como seu arroz, os outros, talvez devido a alta roatividade estavam em temperatura ambiente e extremamente macios! O único ponto a se comentar e que o nigiri talvez estivesse grande demais, mas como o restaurante vive de comida por kilo, não podemos criticá-los, os pedaços de salmão eram grandes!

Os 2 tempurás o de cebola e o de mix de legumes estavam muitos bons e nada pesados! Algo a se considerar da cebola empanada é que a massinha fica realmente presa no anel de cebola, ele não sai inteiro na primeira mordida! Os camarões empanados também estavam bons, melhores do que do Aoyama, menos massa e mais camarão.

Os hot rolls estavam bons e foram fritos de forma unitária assim como no buffet do Sushi Yassu, e não em rolo. Por cima já tinha o molho tarê.

Por fim os enrolados e o guioza foram os únicos pontos mais fracos. Alguns enrolados estavam gelados, assim como o nigiri de skin, mas acho que é devido a baixa rotatividade e ficarem muito tempo na bandeja gelada! Mas o arroz estava gostoso e macio como dito antes! O nigiri meio que se depedaçou mas o recheio estava bom.

O Kyoto Oriental Fast Food é  uma boa opção pro almoço, se você quer matar aquela vontade de comida japonesa mas não quer gastar muito dinheiro! O Gourmet San aprova, comida de qualidade!

Abs

Gourmet San

 

 

Nota: Sushi Yassu da Rua Manoel da Nóbrega fecha

Olá a todos amantes do sushi,

O Gourmet San faz uma nota muito triste, o endereço do tradicional japonês Sushi Yassu da Rua Manoel da Nóbrega fechou! Eu sempre vi gente no restaurante, ele nunca esteve vazio!

Não sei exatamente o que houve ainda, tentarei averiguar e passar as informações a vocês. Era um restaurante japonês extraordinário! Vou visitar o endereço do centro o quanto antes!

Abraço a todos,

com lágrimas nos olhos,

Gourmet San

Restaurante Sushi Yassu – buffet de sushi alto nível (FECHADO)

Boa noite seguidores do Gourmet San!!

Hoje lhes escrevo com entusiasmo! Visitei um restaurante japonês tradicional fora de série! Este é o Sushi Yassu (www.sushiyassu.com.br), eles possuem dois enderecos, Rua Manoel da Nóbrega. 199/209 próximo da Av. Paulista, tel (11) 3288-2966 e Rua Tomas Gonzaga. 98 tel (11) 3209-6622, na Liberdade.

Eu visitei o endereço próximo da Av. Paulista, na hora do almoço, o ambiente é grande e dividido em 2! O lado esquerdo é a la carte, com o balcão de sushi, do lado direito fica o buffet, uma sequência longa, muito longa de pratos japoneses!

Eu iria tirar foto do buffet, mas fiquei com vergonha, confesso. Mas posso lhes contar. Você encontrará de tudo, tudo mesmo, desde saladinhas de pepino japoneses (sunomono), missô shiro, passando por outros pratos frios, logo depois começa a imensa variedade de sashimis, desde o tipico salmão, passando por tainha, saint peter, atum, atum gordo e pasmem, atum branco!

Na segunda parte você encontrará sushis (nigiris) e enrolados, inclusive com ovas e camarões. No final os pratos quentes, tem de tudo, shimeji, camarão empanado, tempurá de camarão, hot roll, harumaki, guioza e podem acreditar, tampurá de ostra! Uma maravilha!

Bom, vamos acabar com as “churumelas”, vejam meu prato abaixo!

Os sashimis, começando na esquerda, temos: salmão, polvo, serra, tainha, atum branco, saint peter e atum. Os empanados no centro e parte de baixo são: 2 de camarão, ostra e 2 enrolados. Peguei 3 nigiris, 1 de polvo, 1 de atum gordo e 1 de um peixe branco, que não me recordo, e 1 de salmão skin. Os enrolados na parte de cima a direita são de salmão skin e camarão.

Uma dica para quem vai comer em buffets: não encha o prato logo na primeira vez! O que acontecerá é que você matará toda sua fome logo de cara e ficará com a terrível sensação de que pagou muito por uma refeição rápida!

O valor do buffet não é caro para o que ele oferece, não mesmo! Sai por volta de 56 a 64 reais dependendo do horário que você vai, almoço ou jantar. Comparando com rodízios de sushi acima de 50 reais (que são muitos) sem dúvida vale a pena investir alguns reais a mais e ter uma experiência gastronômica como poucas em São Paulo!

Tudo isso que contei é apenas sobre minha experiência do lado do buffet, o lado do sushibar deve ser tão incrível quanto!

Por favor, visitem o Sushi Yassu quando puderem! Mas comam sem pressa, levem amigos para baterem papo e a refeição render!

Abs,

Gourmet San

Restaurante japonês e peixaria Uo Katsu – surpresa atrás de surpresa

Boa tarde!

O Gourmet San acabou de voltar de seu horário de almoço e ele visitou hoje uma peixaria. Vocês se perguntam, uma peixaria?!?!? Sim, o Uo Katsu, Rua Manuel da Nóbrega, 1180 – Paraíso, 04001-000 – 11 3051-5855, é (era) uma peixaria que resolveu se adaptar para servir também sushis e sashimis no horário de almoço!

Logo de cara o aspecto é de peixaria mesmo, vejam na foto abaixo:

frente do Uo Katsu

Assim que você entra, outra surpresa, não há mesas para 2-4 pessoas e sim mesas comunitárias, onde você senta onde estiver vago, me senti na Ásia! O lugar estava cheio por volta das 12h20, sentei na ponta de uma mesa, bem ao lado do caixa, onde fica a Dona Cecília, possível responsável pelo restaurante.

Depois de penar um pouco para conseguir o cardápio, afinal o ambiente é bem movimentado, consegui. Logo a primeira vista, mais surpresas, 2 cardápios, um com fotos dos enrolados especiais e preços e outro apenas com os sashimis, já aviso, a variedade é extensa! Pedi o chá verde cortesia:

chá verde

As surpresas do Uo Katsu não param por aqui, no cardápio existe a possibilidade de você pode pedir os enrolados por unidade, isso mesmo! Você não é obrigado a comer 6 ou 8 enrolados do mesmo tipo! E quanto aos sashimis, se você quiser você pede por peso!

Não me lembro de nenhum outro restaurante japonês em São Paulo que te dá a opção de pedir unitariamente. Nos EUA é bem comum até, você pedir por unidades, quando visitei o Nozawa, no Colorado, era assim.

Chega de churumelas, vejam o meu pedido abaixo:

Acima, 1 nigiri de peixe serra, 1 nigiri de carapau, sushi prensado de ovas com atum, enrolado de acelga com salmão, enrolado de mexilhão e enrolado de camarão com salmão.

Um enrolado de camarão empanado (ebitem) com molho tarê que chegou atrasado.

Um zoom no sushi prensado com ovas, atum e molho tarê.

O meu almoço saiu por 21 reais, achei bem barato pela diversidade! O único ponto negativo do Uo Katsu é que só aceitam dinheiro ou Visa.

Recomendo muito ir nesse restaurante japonês! Você encontrará um ambiente diferente com boa comida, uma experiência única em São Paulo, definitivamente vale a pena e o Gourmet San retornará ao Uo Katsu.

Abs!

Restaurante Sushi Guen de Mitsuaki Shimizu

Boa noite caros  sushizeiros,

O Gourmet San essa semana aproveitou sua hora de almoço para visitar um restaurante que tem muito nome, o Sushi Guen, localizado na R. Manoel da Nóbrega, 76, na galeria Ouro Branco, (11) 3289-5566, ao lado do outro restaurante já comentado aqui neste blog, o Yakitori Mizusaka.

Já havia ouvido de mais de uma pessoa para ir ao Sushi Guen enquanto o experiente, para não chamar de velho, sushiman Sr. Shimizu está na ativa, pois segundo palavras que ouvi, “ele manja muito”!

Sem dúvida nenhuma, cheguei e sentei no balcão bem na frente do Shimizu. O cardápio é bem extenso e um ponto interessantíssimo é que a grande maioria dos pratos possuem fotos! É algo que outros restaurantes deveriam implementar.

Com pouquíssimas opções para 1 pessoa, escolhi 1 combinado para duas pessoas e perguntei ao Sr. Shimizu se poderia pedir metade, ele disse que sim. Abaixo a foto do meu combinado de preço 44 reais:

Super calmo, ele começou a selecionar os peixes, cortou os sashimis, fazer os niguiris e o mais curioso foram os enrolados. Diferente da maioria esmagadora dos restaurantes, ele não pegou enrolados pré feitos e cortou, também não fez um enrolado inteiro e separou o que restou para mais tarde. O Sr. Shimizu pegou um nori, mediu o tamanho que ele achava apropriado, destacou colocou a quantidade de arroz e os pedaços de peixes assimétricos, tudo feito no “achismo” muito confiável de anos fazendo aquilo!

Resultado: sashimis deliciosos, niguiris e enrolados também. A qualidade dos peixes é ótima e o arroz dos melhores que já comi. Recomendo muito este restaurante, sem dúvida não é dos mais baratos e é somente a la carte, mas ele vale a visita!

Abs

Gourmet San