Momo Lamen: Gourmetsan visitou na Inauguração

Olá, tudo bom?

Aqui é o Marcelo Asamura da loja Konbini Produtos Orientais e vou aproveitar enquanto o local é novidade e o Lamen está FRESQUÍSSIMO para vocês conhecerem a mais nova Lamen House de São Paulo.

Estava eu na Liberdade, sempre passo por lá umas 2 vezes por semana, e encontrei um chef que trabalhava no restaurante de um amigo, um ex-izaka-ya que ficava na Vila Mariana. Cumprimentei-o e ele me disse que estava trabalhando no Momo Lamen, já estava sondando a casa faz alguns meses que estava sendo reformada lá na Rua dos Estudantes, 34, bem na região mais movimentada da Liberdade. Bom, enquanto falava com ele, ele disse que a casa estava inaugurando hoje às 11:00, fui dar uma volta e falei pra ele que às 11:00 estaria lá para provar o Lamen dele.

Cheguei exatamente 10:55 na frente da loja, fui o primeiro cliente a entrar na MOMO Lamen House, posso dizer que fui o primeiro cliente oficial da casa, pois a pré-inauguração não conta, não é mesmo?
A atendente abriu a porta e eu como de costume, sentei no balcão na frente do chef. Perguntei pra ele qual era o Lamen da casa, e ele me disse que era o Kara Missô, no cardápio você identifica como Aka Missô. Kara vem de Karai, ou seja, salgado ou ardido em japonês.

Antes de falar do Lamen vou falar do local. Pertíssimo da Itiriki Bakery, ou melhor ao lado dela e em frente a Pastelaria Yoka e da loja Korea Mart. São 3 andares de Lamen House, dá uma olhada na estrutura nas fotos abaixo:

Entrada:

momo-lamen-05

Balcão:

momo-lamen-02

2o Andar:

momo-lamen-06

Balcão de Lamen no segundo andar:

momo-lamen-07

Cardápio na Entrada:
momo-lamen-01 Para você ter uma ideia de preço, preços na média do mercado em São Paulo:

momo-lamen-03-cardapio momo-lamen-04-cardapio

E o mais importante: o LAMEN.

momo-lamen-08

O que achei do Lamen: simplesmente delicioso.

Gostei muito do sabor do caldo, nem muito salgado, nem pouco salgado, não muito ardido, eu prefiro mais ardido, mas é algo pessoal, o Tyashu (carne de porco fatiada) é muito saboroso e o mais importante, o Lamen numa textura al dente e muito fresco.

Falando com o Chef, ele disse que tudo é feito na casa, inclusive o macarrão, o Lamen é feito numa máquina importada do Japão, pois um fornecedor nacional talvez não desse conta da demanda.

Fora isso, para evitar que o Lamen esfrie enquanto ele é enviado para os andares de cima, eles resolveram montar novos balcões de Lamen para o prato chegar muito quente na sua mesa, achei isso realmente sensacional. Eles testaram a entrega do Lamen do térreo até o terceiro andar e não chegava tão quente. Achei que foi uma preocupação grande em te oferecer o melhor Lamen, ou seja, o mais quente possível.

Onde fica:

R. dos Estudantes, 34.
Liberdade, São Paulo – SP
Pertinho do Metrô Liberdade.

Restaurante Itidai na Liberdade – rodízio barato com ovas e enguia!

Olá a todos!

Hoje o Gourmet San traz mais uma review de um restaurante da Liberdade, bairro oriental de São Paulo! Vocês devem perceber que nesses últimos posts temos nos focado bastante nesta região, certo? Isso se deve a riqueza de opções que ela oferece e nós a temos negligenciado até agora! O restaurante visitado foi o Restaurante Itidai, localizado na Rua Thomás Gonzaga, 70, tel 3207-3975. Ele serve rodízio de sushi completíssimo e de alto nível, o preço no almoço é de 43,90!

O restaurante tem uma entrada bem discreta e fica no meio de outros 10 restaurantes japoneses dessa parte da Rua Thomás Gonzaga! Bom, a minha decisão por esse restaurante se deu por 2 motivos que vi no menu que estava na porta: 1-) sashimi de polvo e 2-) sushi de enguia anago! São raros os rodízios que oferecem sashimi de polvo a este preço e muito menos sushis de enguia anago!! Eu nunca havia experimentado este tipo de enguia, geralmente servem a espécie de água doce, unagui.

Assim que entrei no restaurante gostei muito do ambiente simples e tradicional e com o chefe e responsável pelo recinto detrás do balcão de sushi preparando os combinados! Outro fato que me impressionou foi o dos combinados serem servidos em recipientes especiais para sushi, vocês verão abaixo!

Bom, avistei um lugar no balcão e obviamente me sentei ali, logo me atenderam e fiz meus pedidos. Me serviram rapidamente uma saladinha de entrada de uma maneira que eu nunca tinha visto! Ela estava bem gostosa, sobretudo as cenouras, bem crocantes! O molho que vocês veem a esquerda é o molhinho para o tempurá que seria me servido posteriormente!

Eu também pedi chá verde para acompanhar! Para minha felicidade, me serviram o bule junto! Muito legal, o único restaurante que já vi que serve assim também é o Yokozuna! Como o Gourmet San sempre diz, restaurante japonês que cobra por chá verde deveria tomar vergonha na cara!

Pois bem, infelizmente eu estava com um pouco de pressa, afinal era horário de almoço, e os pratos quentes demoraram a chegar, uns 15 minutos mais ou menos! Mas depois eu percebi o motivo…eles preparam pela demanda! Ou seja nada chegou frio, tudo quentinho e recém feito! Vejam o tempurá de legumes abaixo, empanados com uma casquinha bem sequinha! Comi todos!

Outra entrada que também pedi e que realmente me tornei fã de uns tempos para cá foi o shimeji! No caso do Itidai, o shimeji estava com o gosto mais diferente que já provei! Um gosto muito mais forte, longe daquele exagero de manteiga de alguns! Eu desconfio que esse sabor diferente se deve a quantidade de sakê utilizada na receita. Bom, fiquei feliz demais de encontrar um shimeji que foge da maioria dos outros, as vezes cansa o “mesmismo” dos rodízios de sushi!

Após comer as entradas, fiquei de olho no chefe atrás do balcão para ver o que ele iria me servir! Tive de aguardar um pouco pois a casa até que estava movimentada e ele prepara os combinados com bastante cuidado! Primeiro levei um susto com a quantidade! Deu pra perceber que o chefe capricha nos sashimis! Foi um dos melhores combinados de sushi já servidos ao Gourmet San! Ah e vejam o recipiente especial que foi servido! Muito legal!!

Bom, vamos analisar o combinado: pedaços de polvo, sashimi de salmão, salmão gordo, atum, saint peter, buri, 2 nigiris de salmão, 1 nigiri de atum, um sushi gunkam de ovas de peixe voador, um djô de salmão com atum, 4 hossomakis, 1 uramaki de salmão skin e um sushi oshi de anago (enguia marinha)!

Não tem o que dizer, tudo estava uma delícia, top mesmo, muito bom! Os pontos altos sem dúvida foram os sashimis (apesar que foi servidos demais), os nigiris, o gunkam de ovas e o que deixei para último, o oshi sushi de anago! Caramba incrível como enguia é gostoso! É difícil, dá vontade de comer só isso!

Bom, após terminar esse belo combinado, esperei um tempo para pedir algum repeteco, confesso que dei uma forçada pois a fome já tinha sido saciada, mas a comida estava muito boa e eu não sairia de lá sem pedir mais ovas e enguia!

Aproveitei para trocar algumas palavras com o chefe e perguntar sobre os peixes e as ovas! Analisei também a geladeirinha clássica de sushibars onde guardam os peixes e vi que eles tinham sardinha! Não se assustem a sardinha não é servida totalmente crua como os outros peixes, ela também não é cozida, porém há um processo especial de trato do peixe para então o servir! Bom, perguntei ao chefe sem muita esperança que fosse fazer parte do rodízio, mas sim, fazia! Aliás praticamente tudo faz mesmo!

Então me decidi e pedi meu repeteco: um oshi sushi de anago, um nigiri sushi de sardinha e um gunkam de ovas de capelim. O sushi de ovas o próprio chefe me perguntou se eu queria comer uma diferente, eu disse que sim!

Se tem uma coisa que vocês podem confiar no Gourmet San é sua sinceridade, ele te contará sempre 100% o que achou e agora não será diferente. Eu não recomendo aos principiantes e não abertos a gostos diferentes, experimentar nigiri de sardinha, possui um sabor bem forte e uma textura mais massuda! É gostoso, mas não achei uma delícia, mas da mesma forma que não gostei de uni (ovas de ouriço) da primeira vez, e hoje amo, comerei de novo sardinha quando tiver a oportunidade! Os outros sushis não tem muito mais o que comentar, o anago é delicioso e as ovas também, o gunkam estava com a alga especialmente crocante!

Mais uma foto:

Neste momento eu estava 100% satisfeito, agradeci ao chefe, me levantei e fui pagar no caixa a quem parecia ser a mulher dele!

Sem dúvida retornarei ao Restaurante Itidai, mas não sozinho, quero mostrar para outras pessoas como vale a pena a visita a este lugar!

Visitem e depois passem aqui para contar!

Curtiu? Compartilhe com seus amigos!

Abs

Gourmet San

Restaurante Cia Oriental – self service na Liberdade

Olá a todos,

Gourmet San está bem entusiasmado com o bairro da Liberdade em São Paulo! São muitos restaurantes japoneses para se visitar! Dessa vez foi visitado um self-service famoso da região, o Cia Oriental Fast Food, um restaurante japonês por kilo localizado no 3º andar do Shopping Sogo, na Rua Galvão Bueno, 40, super próximo a estação do metrô Liberdade.

Não tem erro a proposta deles, misturar a comida do dia a dia de self services com comida japonesa! Mas esse é o self service com melhores e mais diversas opções, desde vinagrete de lula até arroz feijão e batata frita!

Como um restaurante desse tipo não tem muito segredo, não vou enrolar vocês, vamos ver as fotos que o Gourmet San tirou e comentar a partir delas!

A primeira foto é do início da fila para pegar a comida, avisa quanto custa o kilo e que eles funcionam em finais de semana e feriados! Ótima notícia não?! Vocês também podem ver que não é um restaurante por kilo dos mais barato…aliás, ele é caro! Porém pelo o que oferecem não há outra maneira, acompanhem e entenderão!

Eu levei certo tempo para chegar a comida, fiquem atentos, a fila é recorrente! Porém em 5min chegou minha vez! =)

Em self services sempre tento me segurar para pegar apenas o que realmente quero, pois são tantas opções que você corre o risco de encher o prato de comida e seu almoço sair caro! Pois bem, no Cia Oriental a sequência é mais ou menos assim: saladas, pratos quentes, saladas orientais, comida japonesa, comida japonesa quente, churrasco, outros pratos quentes e por final bebidas. Depois vem o caixa e de cortesia a sobremesa, geralmente melancia, missoshiro e wassabi. O legal do Cia Oriental é que a grande parte da cozinha fica aberta, inclusive a área em que preparam os sushis e sashimis!

No final das contas selecionei para o meu almoço: hot roll, uramakis de salmão skin, acelga maki de salmão, sashimi de robalo e atum, nigiris de salmão e salmão skin, vinagrete de lula, ovos de codorna, pimenta biquinho, raiz de barbadama, tainha no valor, tempurá de legumes e gari! Tudo isso pelo valor de 18 reais aproximadamente, vejam abaixo:

Estava tudo uma delícia, nota especial para os enrolados, os sashimis, a pimenta biquinho e a raiz de barbadana! Para quem não sabe do que estou falando, a raiz de barbadana é o elemento na parte de cima do prato de cor marrom! Geralmente é servida como entrada em restaurantes japoneses tradicionais , não percam a chance de experimentar, é muito bom e faz super bem!

Acima uma foto em close dos belos sashimis que eles oferecem, atum e robalo! Eu acho que é proposital e de forma muito sábia que eles não ofereçam sashimi de salmão pois a demanda seria grande demais! Os sashimis estavam bem frescos e muito gostosos. A pimenta biquinho me surpreendeu e muito, é fácil de a identificar na foto, está a direita em cima, ela é super doce e nem um pouco picante.

Vejam abaixo a 3a foto do prato:

Bom gente, dentre as muitas opções de comida japonesa no bairro da Liberdade, talvez a mais econômica seja a do self service Cia Oriental, não é nem um pouco ruim, vale muito a visita! É uma maneira econômica de comer comida japonesa de uma qualidade satisfatória a um bom preço!

Espero que tenham gostado dessa opção que o Gourmet San apresentou a vocês!

Abs

Gourmet San

Restaurante Sushi Yassu Paulista no bairro da Liberdade

Olá a todos!

Como contei neste post aqui, o Gourmet San estava passeando com sua intrépida companheira ruivinha no bairro oriental de São Paulo, já estávamos meio que satisfeitos com o que comemos na feira da Liberdade, porém o que é ir a um bairro japonês e não comer sushi correto? Então fomos atrás de restaurantes japoneses! Eu sabia que na Rua da Glória tinham alguns! Minha primeira opção, o Sendai, estava fechado.

Esticamos as pernas até o Sushi Isao e também tinha acabado de fechar…Porém na Rua São Paulo e na Américo de Campos encontramos uma ótima sequência de 4 restaurantes! Estava em dúvida de em qual ficar, mas quando vi a última opção…Sushi Yassu Paulista, nem pestanejei! Entramos, afinal esse restaurante é o mesmo do antigo Sushi Yassu da Rua Manoel da Nóbrega, que fechou em 2011. Porém, ATENÇÃO, há um outro Sushi Yassu, que é o da Rua Tomás Gonzaga, eles são distintos!

Bom, voltando, visitamos o restaurante Sushi Yassu Paulista, endereço R. Américo de Campos, 46, tel 11 3288-2966. O local estava cheio , e para minha decepção estava oferecendo rodízio, não gosto quando locais misturam tradicionalismo com propostas agressivas como o rodízio, acho que o trabalho do restaurante fica difícil e consequentemente a qualidade cai. Enfim, chegamos e fomos super bem atendidos, sentamos no balcão e pegamos o cardápio após negarmos o rodízio que nos foi oferecido.

Digo para vocês, escolher do cardápio do Sushi Yassu Paulista é uma tarefa dificílima, além das muitas opções de pratos, mais de 200, todos possuem fotos…Sim e são fotos que te fazem querer escolher quase tudo! Claro que a casa não consegue ofertar o cardápio todo pois muitos são ingredientes exóticos!

Cardápio Sushi Yassu Paulista

Pois bem, após consultar os 2 sushimans em nossa frente, resolvemos rachar um Tirashi com preço promocional de almoço, R$ 35,00! Tirashi é um prato onde fatias de peixes (sashimis) e frutos do mar são colocados sobre uma cumbuca com arroz para sushi! O prato chegou super rápido e atacamos! Todos os peixes estavam com a qualidade altíssima!

Tirashi Sushi

Como vocês podem ver, nos serviram polvo, atum, salmão, salmão gordo e buri! Tudo sobre um arroz de sushi delicioso coberto gergelim moído! Sensacional, estava tudo uma delícia mesmo! Há também opções mais caras de tirashi, que acompanham outros peixes e ovas!

Nosso almoço também teve como acompanhamento uma missoshiro, a sopinha de missô com tofu, foi uma das melhores que já tomei, sem dúvida nenhuma!

O serviço no Sushi Yassu, devo ressaltar, é dos mais simpáticos que já presenciei! Fantástico!

Após matarmos de vez nossa fome pela culinária japonesa fomos terminar de visitar a feirinha da liberdade e conferir o que mais ela oferecia além das barraquinhas de comida! Veja no post!

E saímos do restaurante com um certeza: retornaremos ao Sushi Yassu Paulista novamente!

Abs

Gourmet San

Restaurante Sushi Isao – variedade incrível no buffet de sushi na Liberdade

Boa tarde gente!

Hoje fui almoçar no sensacional restaurante japonês Sushi Isao, Rua da Glória, 111 (www.sushiisao.com.br). Fica num prédio bem escondido ali na Liberdade. Saindo do metrô homônimo do bairro, é só andar 1 quadra que já está muito perto, no caminho ainda cruzei o lendário Sendai, um dia ainda vou lá.

Bom, você chega e no térreo há a indicação para o Sushi Isao no primeiro andar. Ao entrar você já ve o balcão repleto de opções que você dificilmente encontra em restaurantes japoneses comuns, sobre tudo pelo preço de 60,00 (seg a sex hora do almoço, 70,00 ao jantar e final de semana).

Logo de cara você se depara com enrolados de camarões, ovas, os tradicionais hossomakis, niguiris de salmão, atum, marisco, moluscos, camarão, sashimis variados também, fiquei surpreso com o sashimi de garoupa e com os de salmao e atum levemente chamuscados. E os pratos quentes?? Ahhh os pratos quentes… tempurás variados…inclusive de camarão! macarrão, shimeji, entre outras muitas opções.

Como é buffet e você pode repetir quantas vezes quiser, eu comi 2 pratos cheios! Tudo estava impecável! delicioso! O tempurá de camarão tem um segredo para o tamanho, eles fritam 2 juntos na mesma massinha! Usarei tal truque nos meus homemade shrimp tempura.

Fora todas essas delícias que você não encontra em quase nenhum lugar, ainda há as ostras gigantes!! Sim ostras fazem parte do buffet! Infelizmente não as degustei pois não cabia mais nada dentro de mim e as pessoas que me acompanhavam não eram fãs, e quem come ostras sabe o barulho que se faz para comê-las.

Caso deseje que seu restaurante também seja analisado, envie email para contato@gourmetsan.com!