Simpático chefe Shigueru aparece no Video Show preparando fugu (baiacu)

Olá a todos!

Se tem um restaurante que eu tenho uma simpatia enorme, esse é o Shigueru! Vou lá sempre e já conheço bem o pessoal do restaurante, seja os atendentes, como a querida Rúbia ou o próprio Shigueru (Shigeru?).

Lá é o lugar perfeito para um descontraído almoço no balcão ou na mesa, com muito bate-papo. Além de tudo isso, tem uma excelente comida, tanto fria como quente! Leia todas minhas reviews do Shigueru nesse link: http://gourmetsan.com.br/category/shigueru-2/

Bom, mas hoje o papo não é nenhuma análise, é simplesmente um fato muito bacana que aconteceu! Devido a uma novela da “Grobo” (que não sei qual é), um personagem tentou envenenar um outro servindo o fugu, o famoso peixe que chamamos de baiacú e que necessita de muita habilidade para ser preparado, pois contém boa parte do seu corpo com veneno.

Enfim, fiquei muito feliz em ter visto toda desenvoltura do chefe Shigueru, claro, além de sua já clássica simpatia.

Acompanhem o vídeo Aqui!

Menu Degustação do Shigueru! Custo benefício imbatível!

Oi gente, tudo bem?

Quem acompanha aqui o blog sabe que o restaurante Shigueru é um dos meus favoritos! Os motivos são diversos, qualidade, fartura, variedade, preço etc. Eu não canso de ir lá, vou com amigos, colegas do trabalho e também sozinho. O Shigueru fica na Rua Leopoldo Couto de Magalhaes Junior, 275 – Itaim Bibi (http://www.shiguerusushi.com.br/).

Essa review de hoje é sobre uma visita ao Shigueru que eu fiz sozinho. Sabe quando tudo que você quer é ficar na sua e comer um bom almoço? Então, foi esse o dia! Cheguei ao Shigueru e fui logo ao balcão, pedi o cardápio e comecei a pensar o que eu pediria. Como neste dia o desconto do Zolkin estava de 28% eu resolvi pedir o Menu Degustação que sai por R$ 120,00. Com o desconto no final das contas ficou por 96 reais já com o serviço, ou seja, um baita desconto e basicamente o Menu Degustação mais em conta de São Paulo!

É bom salientar que o Shigueru não estava neste dia, mas o filho dele, Ricardo, manda mutíssimo bem! E foi ele que gerenciou toda sequência do Menu Degustação. Vamos então parar de enrolação. Vejam abaixo a sequência de pratos que me serviram e a descrição de cada um:

Logo de cara o Ricardo pegou um belo filé de atum e me serviu os incríveis sashimis abaixo:

Fatias generosas, suculentas, macias…é assim que defino esse sashimi de atum. Te garanto que em praticamente lugar algum de São Paulo você terá sashimis tão generosos.

Logo depois um outro sushiman me serviu um carpaccio de salmão com molho ponzu e pimenta biquinho:

Um começo muito bom! A seguir houve uma pequena demora, vou confessar que a turma do Shigueru se confunde um pouco com Menus Degustação, já percebi que o sushibar e a cozinha quente muitas vezes não trabalham em sintonia e que falta sincronização.

O Ricardo sempre me deixando a par de tudo, me informou que o próximo prato seria quente, porém como iria demorar um pouco eles resolveram me servir os nigiris antes!  Claro que não ia recusar, né? Vejam abaixo que bela seleção:

Na parte de cima, muito bem organizados, 3 moluscos: hokkigai (surfclam) , hotate (vieira) e abalone. Um melhor que o outro, mas a grande novidade ficou por conta do último, o abalone, foi a primeira vez que comi. A consistência é mais firminha, quase parecida com a lula, bem mastigáveis e com um sabor suave (sou honesto, eu imaginava que seria mais desafiador, pois já tinha vistos vídeos como esse aqui).

Na parte de baixo, só coisa fina: enguia (unagui), peixe branco com foie gras e por fim um dos melhores de todos, magret (pato). Todos esse de baixo deliciosos, eu comeria uma dúzia facilmente!

Na sequência me serviram um prato que eu até então nunca tinha degustado, vieiras salteadas na panela! Pois é, até este dia sempre comi vieiras cruas. Vejam abaixo as vieiras servidas dentro de conchas.

Vou ser sincero, estava bonzinho, mas nem de perto chega perto de uma vieira crua bem temperadinha sobre um bolinho de arroz, ahh mas não mesmo viu! Então foi um prato bom para matar minha curiosidade, mas só.

Para finalizar uma surpresa que me colocou contra a parede, udon! Quem acompanha o Gourmet San sabe que não sou fã de macarrão estilo japonês…raramente como yakisobas, udons e lamens. Porém sempre chega o dia, seeeempre. =) Ricardo, filho do Shigueru me serviu o seguinte prato:

Para quem não sabe, udon é esse macarrão de fios brancos mais grossos. Eles são super versáteis e são servidos quentes no inverno e frios no verão, além de que os caldos que acompanham variam muito.

Bom, como estava numa Menu Degustação, claro que encarei. Vocês podem ver que ele foi servido com pedaços de kani, cebolinha e pedaços de nori. Comecei devagar para ver o que achava…e não é que achei bem gostosinho? Super reconfortante e comi quase tudo, mas confesso que não aguentava muito mais. O Udon poderia ser uma refeição sozinha por si só e me achei muito glutão.

Gente, esse foi o Menu Degustação do Shigueru, o valor inteiro é de 120 reais (preço no mínimo bom) e com o desconto do dia do aplicativo Zolkin (28%) paguei por volta de 90 e poucos reais, ou seja, sem dúvida nenhuma uma das experiências com melhor custo benefício da minha vida!! Não é a toa que faz um tempo que o maior desconto que vejo no Shigueru através do Zolkin é de 10%, ahhaha.

Gente, fico por aqui, essa é uma das experiências gastronômicas que mais recomendo: Menu Degustação do Shigueru.

Abraços

Gourmet San

Menu Degustação Fusion Japonesa e Espanhola no Shigueru

Olá a todos!

De tantas vezes que fui ao restaurante Shigueru acabei ficando com o rosto conhecido, mas também não tem como, é o que sempre recomendo a vocês: sentar no balcão , conversar e ser simpático com o sushiman não tem preço! Assim sendo, umas semanas atrás eu estava ali comendo no balcão do itamae Shigueru e ele me convidou para um evento especial, um Menu Desgustação Fusion de comida japonesa e espanhola. O Shigueru seria responsável pelo lado japonês e o chefe Juliano Valese pelo lado espanhol. Os lugares limitados: 40. Valor: R$ 120,00. Embarque nessa comigo!

O dia foi 28/10, segunda-feira. Cheguei ao Shigueru as 20h com um amigo e logo percebi a diferença no ambiente, muito mais movimentado do que o normal para um dia a noite. Tivemos sorte e pegamos 2 lugares no balcão bem em frente ao Shigueru San, justamente onde ele havia me convidado!

No balcão o cardápio especial do Menu Degustação, que guardo comigo até hoje! Abaixo vocês podem vê-lo, infelizmente está meio amassado e com anotações de caneta que o próprio garçon fez para saber o que já tinha vindo:

Aparentemente toda equipe do Shigueru estava lá, inclusive o filho dele, dando uma força para esse evento especial.

Rapidamente o primeiro prato foi servido, ravioli de viera com uni. Simplesmente delicioso! Pelo nome achei que realmente fosse vir um ravioli em massa tradicional, mas na verdade a vieira representava o ravioli e o recheio era obviamente das ovas de ouriço, uni! O resultado é nota 10, ainda bem que serviram duas colheres dessa para cada um.

A partir daí começou a demora, infelizmente a sincronia do chefe Juliano com o sushibar foi bem ruim. Fazer um evento assim já não é fácil, imagina na 1a vez e com lógicas de funcionamento totalmente diferentes.

Enfim, depois de uns bons minutos veio o Tartar de bluefin com gaspacho e espuma de limão sisciliano! Simplesmente incrível, demorou mas valeu a pena, eu e meu amigo raspamos o prato. O gaspacho, que é uma sopa de tomate fria, estava demais, o atum também, apesar de eu não ter achado esse blue fin nada especial! Não posso esquecer a parte mais moderna do prato, espuma de limão sisciliano, hahaha incrível essas técnicas modernas de transformar alimentos, o chefe Juliano mandou muito bem!

Em seguida nos serviram ostras simplesmentes divinas! Super frescas e acompanhando sorbet de Sunomono no molho ponzu. Vou ser sincero, o sorbet de sunomono não me brilhou muito os olhos, porém a combinação da ostra com o ponzu é das melhores. Recomendo!

Agora os muito aguardados sushis!! Sim, ainda bem que eles também faziam parte desta degustação fusion. Os sushis foram: 2 torô (atum gordo) maçaricado com shoyu vermelho, 2 nigiri sushi de kobe-beef e o mais interessante e uma grande surpresa, 1 omura sushi (sushi com mais de 600 anos de história).

Não tem o que dizer, assim que terminamos tivemos vontade de pedir um repeteco, pena que não dava!

Em seguida o prato da vez seria o Foie Gras com Lichia e azeite balsâmico, acompanhado de uma dose de Licor de Ameixa chamado de Umeshu! Infelizmente este prato demorou demais, bem mais do que o gaspacho. Diversas mesas ficaram incomodadas, a situação se tornou caótica e o Shigueru começou a demonstrar sinais de preocupação!

Quando nos serviram, veio 1 prato apenas com um pedaço de foie gras que parecia uma fatia gordinha de pera para dividirmos. Achei estranho, mas estava tudo simplesmente delicioso, foie gras como nunca comi! Já o licor Umeshu super forte, não consegui tomar a dose inteira (ok, sou fraco com álcool!). Essa questão de dividir o prato deu problema em algumas mesas onde os clientes não quiseram dividir a porção, mas eu não sou desses de fazer chilique. Infelizmente perdi a foto deste prato!

Cada prato que passava ficava mais feliz e mais triste! Mais feliz por estar saboreando pratos especiais neste evento especial, mas mais triste pois estava chegando ao final!

Nos serviram rapidamente um Caldo de Marisco Branco. Estava gostosinho, não achei nada especial, o Shigueru serve caldos tão bons quanto este em dias comuns, como o tyawan mushi.

Para finalizar tinha o peixe gralhado do dia e depois a sobremesa, mas a situação estava bem confusa e acabaram nos servindo a sobremesa antes! Hahaha eu e meu amigo não reclamamos, percebemos que a situação não estava fácil para ninguém, no fundo estávamos muito mais gratos por estarmos lá do que qualquer outra coisa. A sobremesa estava bem boa, essa mistura de sorvete, frutas e um toque ácido funciona muito bem, mas pensando em sobremesas como essa, a do Aizomê que provei ainda é bem mais incrível!

E no final o peixe grelhado do dia que o garçon nos informou ser pescada amarela, servido em sua tinta e com mandioquinhas chips em cima.

Estava boa, mas foi um dos pontos baixos definitivamente do jantar!

No final das contas foi uma experiência ótima, agradeço o Shigueru pelo convite! Mas sinceramente não sei se ele fará novamente, parece que foi muita dor de cabeça, mas a iniciativa em si é nota 10, precisamos ter mais eventos desse em nossa gastronomia.

Forte abraço

Gourmet San

Passei no Shigueru e peguei um sushi pra viagem!

Olá a todos,

Sempre que consigo levo comida japonesa para casa, sobretudo pois meu pai gosta muito e ele já comia sushi “before it was cool”. Aproveitei ainda que era aniversário dele tive a idéia de levar um sushi um bacanudo, acabei optando pelo Shigueru! Sim ele mesmo, um dos meus restaurantes japoneses favoritos, localizado na Rua Leopoldo Couto de Magalhães Junior, 275 – Itaim Bibi (http://www.shiguerusushi.com.br/).

O Shigueru faz delivery também, mas não ia ser bacana para a ocasião, eu queria ter mais controle do horário que a comida iria chegar, para combinar com quando todos estivessem em casa.

Cheguei ao Shigueru com meu irmão e estava meio que vazio, como de costume, a noite geralmente é bem tranquilo. Sentamos numa mesinha para escolher do cardápio e logo fizemos nosso pedido, um combinado de sushi e sashimi e um teishoku !

Nós fomos muito bem recebidos lá e nos ofereceram missoshiro e bancha enquanto aguardávamos. Não vou negar, para o meu gosto demorou um pouco mais do que eu gostaria, mas no final de tudo certo, o pessoal do Shigueru é super atencioso e tomam um cuidado extra com as embalagens.

Voltamos rapidamente para casa, vejam só nosso pedido:

E agora sem os saquinhos, hahaha:

Vejam que a parte de cima é a do teishoku, compreendendo um delicioso gohan, alguns nigiris, salmão grelhado, shimeji e alguns sashimis. Além disso as duas sopinhas ao lado são a famosa missoshiro e chawn mushi que é um caldo de frutos do mar super reconfortante.

Tudo estava ótimo, com exceção do salmão grelhado, eu esperava algo melhor sem dúvida nenhuma, ou talvez eu tenha um salmão grelhado em mente muito excelente, como o do Yakitori Mizusaka.

Agora o principal para mim:

O combinado Matsu do Shigueru! Vejam que belos sashimis e sushis que eles preparam, é incrível como o nível é sempre mantido, sem palavras, muito bom mesmo. Os sashimis são fartos e os nigiris possuem o tamanho perfeito.

Além deste combinado, ainda veio para acompanhar ótimos tekkamakis (hossomakis de atum):

Na verdade, bons entendedores dirão que esse hossomaki na verdade são tekkamakis negui, ou seja, atum com cebolinha! Estavam demais mesmo, é sem dúvida o meu hossomaki preferido!

O jantar foi ótimo, comemos em 4 mas o ideal seria para 3 pessoas mesmo, o valor saiu mais ou menos 160 reais. Não sei como é o serviço de delivery do Shigueru, se tudo chegaria bonitinho ou não, mas sem dúvida nenhuma vale a pena fazer um pedido e levar pra casa!

Abraços

Gourmet San

Shigueru – Combinados insanos de sushi e sashimi e mais!

Olá a todos,

Passei um tempo sem review novas =/ Mas não significa que parei de ir a restaurantes japoneses, mas é claro que não! =)

Então hoje vou aproveitar e fazer um post com uma review combo de duas visitas minhas a um dos meus restaurantes japoneses preferidos, o Shigueru, localizado na Rua Leopoldo Couto de Magalhaes Junior, 275 – Itaim Bibi (http://www.shiguerusushi.com.br/). Eu não minto aqui não e vocês podem confiar em mim, se o restaurante tem muitas reviews minhas é por que eu realmente acho ele uma ótima opção e quero demonstrar todas elas a vocês! Apenas lembrando, ele fica na Rua….

Se tem algo que eu recomendo demais mesmo é sentar no balcão e pedir um combinado, mas sem pressa! Sente, comprimente os sushimans, o próprio Shigueru San, o Ricardo (filho do Shigueru) e os demais, são muito gente fina!

Então primeiro, vamos começar pelo combinado mais “básico” que é o Nami. O combinado Nami está presente em muitas casas japoneses tradicionais e significa “onda” em japonês, ou seja, uma palavra bem relacionada com a cultura japonesa.

O combinado Nami do Shigueru custa entre 40-50 reais, não me lembro direito agora, mas ele é um combinado de nigiris e enrolados hossomakis de atum, os famosos tekkamakis:

Viram que bem combinado com nigiris diferentes e enrolados de atum? Não espere sempre um combinado Nami com nigiris diferentes, é justamente por isso que é bacana conversar com os sushimans antes, perguntar os melhores peixes do dia, pois dessa forma eles percebem no que você está interessado.

Os tekkamakis estavam bons demais, o arroz super bem temperado e o atum picadinho dentro são perfeitos, lembro bem que foi no Aya um dos melhores tekkamakis que já comi e percebi como fazer o simples de forma extraordinária tem muito mérito! Ou seja, em restaurantes tops, mesmo o simples é sensacional. Claro que nada melhor do que combinar esses sushis com um bom shoyu da casa.

Nesta mesma refeição para finalizar eu pedi 3 nigiris: salmão skin, aji (carapau) e lula (ika) por menos de 10 reais cada um.

Não vou negar que eu amo demais o carapau e o de lula! Mas hoje o papo pode surpreender vocês, mas venho falar sobre o nigiri sushi de salmão skin. Não sei por qual motivo, mas eu estava com uma vontade grande de comer este sushi e queria ver como era o salmão skin do Shigueru. Não me arrependi, veio quentinho, crocante e cheio de sabor, acompanhado pelo molho tarê, notem que vieram 3 tirar amarradas ao sushi com uma fitinha de nori!

Seguindo, uma outra experiência que tive no Shigueru e que eu me sentia muito mal eu não compartilhar aqui com vocês, um ultra combinado para 3 pessoas que eu tive a oportunidade de comer num almoço com mais 2 amigos, o nome deste combinado é Tokujo, e vale dizer que ainda existe o Super Tokujo!

O combinado Tokujo custa por volta de uns 200 reais e dá tranquilamente para 3 pessoas, ele vem com uma quantidade bem razoável de sashimis, a diferença é que o sashimi do Shigueru são dos mais generosos que já comi, são nota 10! Também servem nigiris especiais deliciosos e enrolados uramakis e hossomakis:

Aí em cima vocês podem ver os sashimis que foram servidos para nós, 5 tipos diferentes, não tem nem o que dizer, fatias fartas e deliciosas! Mais embaixo os nigiri sushi que foram servido individualmente, então meus amigos receberam unidades iguais. Vale a pena comentar o primeiro sushi da esquerda que é de King Crab e o mais escuro do centro, com uma pimenta biquinho, é um sensacional atum marinado! Perguntei ao Shigueru sobre esse atum, ele relutou em dizer, mas falou que o atum passa umas 24h marinando no shoyu e mais alguns ingredientes como sakê etc! Recomendo, fica bem diferente, e a pimenta biquinho completa o sushi!

Além dos sashimis e dos nigiris o combinado Tokujo acompanha também hossomakis de atum (tekkamakis) e uramakis de salmão! Como eu disse acima, sobre os tekkamakis, enrolados que parecem simples chegam a um outro nível em restaurantes bons. Isso é devido ao conjunto, é óbvio: arroz preparado de forma excepcional, peixe de alto nível e sushimans que sabem o que fazem!

E tem mais! Para finalizar o combinado Tokujo, veio um surpreendente uni temperado na colher, sim, isso mesmo, uma deliciosa ovas de ouriço:

Foi o jeito perfeito de encerrar a refeição! Uni é absolutamente refrescante e tem um sabor muito suave ao meu ver! O único ponto que pode afastar as pessoas de experimentar é a aparência e talvez a textura, mas sem dúvida nenhuma vale a pena.

Mas me digam, gostaram desta review dupla do Gourmet San? Vou parando por aqui se não a vontade de comer sushi será incontrolável e o dinheiro vai embora! Hahaha…

Forte abraço

Gourmet San

 

Menu Degustação do Shigueru – Sensacional!!!

Oi gente!

Para comemorar seu aniversário o Gourmet San retornou ao Shigueru, localizado na Rua Leopoldo Couto de Magalhaes Junior, 275 – Itaim Bibi (http://www.shiguerusushi.com.br/) mas agora para um jantar um tanto especial…provar o menu degustação! Há basicamente 3 menus degustação no menu do Shigueru, o individual (120 reais), para duas pessoas (240 reais) e o especial individual (150 reais).

Eu já sabia que o menu degustação do Shigueru era bem servido, então perguntei se o individual dava para rachar, o próprio Shigueru disse que sim, mas que recomendava o especial para garantir. Confiamos nele e pedimos!

Era sexta-feira a noite e estava super tranquilo o ambiente, realmente o Shigueru fica bem mais cheio a noite, então foi um delícia. O serviço lá é top e é bacana perceber o entrosamento entre o sushibar, os garçons e a cozinha.

Para não enrolar mais vocês, chega de churumelas, começamos com esse delicioso croquete de carne e essa porção de lula e polvo servidos frios, simplesmente demais!

Agora algo super importante na sequência, logo em seguida praticamente os mesmo ingredientes do prato anterior, lula e polvo, porém com um molho totalmente diferente, bem mais cítrico, o que fez com que fosse um prato totalmente diferente! O pessoal do Shigueru sabe o que faz!

Começando agora com o peixe cru, nos serviram esse belo ussuzukuri de salmão no molho ponzu. A grande diferença do Shigueru é a qualidade dos peixes, o sabor do salmão é muito melhor do que na maioria dos lugares, então o prato num conjunto fica com um sabor diferenciado mesmo. O único ponto negativo foi a apresentação, as fatias estavam meio jogadas demais no prato.

Continuaremos com o ponto forte do restaurante, os sashimis. Aliás, recomendo a todos irem e pedirem sequência de sashimis, é simplesmente incrível, altíssimo nível! E o principal peixe é sempre o atum, para os amantes deste peixe, o Shigueru é parada obrigatória! Nos serviram fartas fatias de atum e duas de viera!

Talvez agora o prato mais inesperado de toda noite, mexilhões servidos em duas conchas. Eu já comi antes sushis de mexilhões antes, tem um sabor bom, porém a aparência e consistência não são para todos, creio que o pessoal do shigueru até poderia perguntar antes de servir. Eu e minha companheira adoramos!

Parece que os mexilhões foram apenas o começo dos pratos exóticos! A seguir um drink com algas diversas e sakê! Super diferente, da mesma forma do prato anterior, este é para quem tem a cabeça aberta! O gosto e consistência é mediano, porém valeu pela novidade!

Seguindo com os pratos exóticos, um pouco mais de alga, mas desta vez em formato de salada! Esta saladinha de algas é bem diferente e com sabor totalmente inesperado, nunca comi nada nem parecido. Talvez tenha sido um dos únicos pratos da noite que eu realmente não terminei.

Aproveitando a noite fria, nos serviram um caldo bem quentinho de frutos do mar. Se não me engano ele é com base da kani, camarão, carangueijo etc. Nossa…super reconfortante, sem palavras, comentamos que deu vontade de pedir para viagem. Nota 10 para esse caldo! Dentro do bule vinha os pedaços dos frutos do mar, como camarões, comemos com hashis.

Bom…estava chegando a hora, né? Hora dos sushis! Na parte de cima um shake ebitem, que nada mais é do que um enrolado de salmão com recheio de camarão empanado, mas sem arroz! Ao lado um enrolado de atum com ostra trufada e folha de shissô, um dos melhores sushis que já comi na vida, sem sombra de dúvida, enche o paladar de sabor e aroma, nota 10! Abaixo um belo nigiri de enguia que rachamos e um par maravilhoso de atum gordo.

Nossa, se existe felicidade gastronômica, ela é feita destes sushis acima!

Para encerrar o menu degustação, nos serviram um domburi unagui para rachar. Este prato é bem popular no japão e consiste em arroz coberto pedaços de enguia e neste caso nori também. O Shigueru nos disse que ele adora comer o prato com o caldo de frutos do mar que comemos anteriormente, seguindo as intruções dele fizemos isso, porém não me agradou muito, ficou aguado demais e difícil de comer. Porém não tem como dizer que é um prato delicioso e que valeria sozinho por um refeição.

Nossa, que sequência heim? Acabei de comer um churrasco no almoço mas estou com água na boca, não tem como, quem tem paixão por comida japonesa precisa apenas de um pequena estalo para bater aquela vontade de novo!

Então fica a dica para vocês, se quiserem comer um menu degustação e não pagar horrores, vale a pena ir ao Shigueru e dividir um Menu Degustação Especial Individual.

Forte abraço e espero que tenham gostado da review.

Gourmet San

 

Shigueru – um sushi que vale a pena!

Gourmet San agora anda por outras regiões de São Paulo!

Quando o blog nasceu eu andava mais pela região da Av. Paulista, onde pude visitar diversas vezes o bom Mitsuyoshi, o tradicional Yakitori Mizusaka e o animal Sushi Guen.

Depois frequentei mais o bairro de Pinheiros, onde pude comer diversas vezes na Temakeria e Cia, o melhor temaki de São Paulo e outros restaurantes de um nível bem mais alto, como o Hamatyo e o Aya, além de alguns dias visitar o justo e com ótimo custo benefício rodízio do Sushi Tori.

E por final, hoje caminho mais próximo ao Shigueru, um restaurante que dispensa apresentações, localizado na Rua Leopoldo Couto de Magalhaes Junior, 275 – Itaim Bibi (http://www.shiguerusushi.com.br/). Já tinha ido uma vez e foi sensacional, sashimi de atum diferenciado e nigiris de primeira linha. Resolvi voltar pois é quase irresistível, o serviço é ótimo, a experiência no balcão é boa e a comida é top!

Desta vez, como da outra, sentei obviamente no balcão, mas fiquei no único lugar onde dá pra ver pra toda movimentação dos sushimans, bem do lado esquerdo, onde o próprio Shigueru fica posicionado.

Pedi novamente o combinado do dia, que são 6 sashimis, 5 nigiris e 4 uramakis. Pelo o que percebi, os peixes que compõe esse prato varia de acordo com o que há melhor no dia, mas com uma predominância maior do atum. O valor aumentou um pouco, fica por 39 reais

Mas antes do combinado chegar, me serviram uma entradinha. Dessa vez, melhor do que a já batida sunomono (saladinha de pepino) que a maioria dos restaurantes servem, o Shigueru serviu uma entradinha que eu comi muito no Mitsuyoshi, peixe cozido:

Não vou negar, a aparência não foi das melhores, apesar do sabor estar ótimo. Acho que seria melhor servir em uma cumbuquinha chawan como a do missoshiro, com um molhinho mais grosso. Desse jeito, solto no prato ficou meio borocoxô e causa uma má impressão para os mais atentos e eu diria até para as mulheres, mais ligadas em detalhes e apresentações.

Seguindo, me serviram o combinado do dia que mencionei acima,  três reais a mais do que a primeira vez que fui lá, mas acho que ainda vale a pena, apesar de que um pouco mais do que 40 reais já ficará caro para um combinado de 15 peças sem nenhum sushi especial, porém vale lembrar que a qualidade é incontestável, é top mesmo. O shari (arroz temperado para sushi) é muito, mas muito bom mesmo, dá quase vontade de pedir uma chawan (cumbuca) só desse arroz.

O peixe então não tem nem o que dizer, o atum é um dos melhores, se não o melhor akami que já comi (parte mais vermelha e menos gorda do atum, que é retirada das costas do peixe). Todos peixes, incluindo o salmão, são diferenciados e muito acima de qualquer rodízio que você possa ir, é nível restaurante tradiciona dosl bons mesmo, o pessoa lá não ta brincadeira. Os uramakis são diferenciados justamente pela qualidade do arroz que mencionei acima, me lembra um pouco os macios uramakis do Sushi Guen, onde o experiente Itamae San Mitsuaki Shimizu os prepara quase de forma unitária.

Após comer esse delicioso combinado, é óbvio que fui para os nigiris a la carte, não resisto! Eles possuem tantos produtos de qualidade tão alta que faz com que a oferta e possibilidade de nigiris seja enorme! Desta vez pedi um sushi de uni (ovas de ouriço) , um serra e um tamago. Neste momento, aproveitei para puxar papo com o Shigueru, perguntando para ele qual era a diferença entre o tamago e um outro tipo de omelete japonês que ele tinha citado na minha primeira visita, porém dessa vez ainda não consegui entender como se pronúncia =(. Vou correr atrás dessa informação!

Vejam abaixo o uni e o sushi de tamago, que o do Shigueru vem em tamanho família!

Vocês viram só que beleza esse gunkan de uni abaixo. Cada vez mais fico fã desse sushi, ovas de ouriço! É engraçado que com sushi de uni é assim, a primeira vista você acha horrível, experimenta e acha estranho…Depois você come a segunda vez e já acha melhorzinho, depois você vai gostando cada vez mais e mais. Merece até um zoom:

O sushi de pargo também estava belíssimo, não há dúvidas que os peixes do Shigueru são dos melhores e realmente é uma preocupação deles servir o melhor aos clientes.

Também tive sorte o suficiente para bater um papo com o simpático e habilidoso sushiman Ricardo, gente finíssima! Que me preparou um nigiri especial demais! Muito, mas muito inesperado e surpreendente, foi um sushi de foie gras de tamboril (peixe sapo), chamuscado e com um molho por cima que me pareceu tarê, mas sinceramente acho que era outro molho.

Talvez o que tenha mais me impressionado nesse sushi de foie gras de tamboril tenha sido a textura, claro além do sabor bem peculiar. Eu repetiria sem dúvida nenhuma. Esse sushi foi simplesmente totalmente fora do que eu já vi ou esperei, isso mostra o quanto o Shigueru é um restaurante de altíssimo nível e com produtos que surpreendem os clientes.

Durante essa minha sequência de sushis a la carte, o Shigueru viu que eu estava comendo os sushis com uma quantidade de shoyu pequena, ou seja, bem raso, o suficiente para apenas pincelar o peixe, e também não estava mergulhando o sushi no molho, o que acabaria molhando o arroz e desmontando tudo, estava colocando apenas o suficiente. Ele então me ofereceu um shoyo um melhor e mais avançado e depois me ofereceu um ainda mais diferente ainda, mas eu já havia terminado…pena, mas ele disse que dá próxima que for, posso pedir direto, pois infelizmente não dá para disponibilizar para todo mundo, pois a maioria faz aquela clássica piscina de shoyo no recipiente para o molho.

Todos esses diferencias que apontei nessa review do Shigueru são o que fazem um restaurante se destacar, espero que eles continuem assim.

Bom gente, fico por aqui, mas podem ter certeza, em breve estarei de volta com mais uma review, pois estou gostando demais de lá!

Forte abraço

Gourmet San

 

 

Restaurante Shigueru – experiência que vale a pena!

Se você gosta de um restaurante japonês com ótimos nigirizushi, este post é para você!

Primeiro vamos voltar láááá para trás, no primeiro post de nosso blog… Vale a pena conferir, se trata de um post sobre o restaurante Tanuki, localizado na Vila Madalena e que merece uma visita sua sem dúvida! O Tanuki é(era) chefiado por Shigueru San um simpático senhor japonês, itamae é claro, que manja muito de gastronomia japonesa e, depois de ter muito sucesso com seu restaurante na Vila Madalena, abriu o restaurante homônimo, Shigueru, localizado na Rua Leopoldo Couto de Magalhaes Junior, 275 – Itaim Bibi (http://www.shiguerusushi.com.br/) ! Demorei um pouco para visitá-lo, porém finalmente fui!

Sabe aqueles dias que vocês resolve fazer algo porém fica em dúvida se deve mesmo o fazer? Você fica com aquele sentimento de que talvez você esteja forçando a barra? Pois bem, era o que eu sentia, tinha ouvido a fama do Shigueru de ser um lugar careiro, então estava me preparando para gastar um pouquinho a mais! Bom, este meu sentimento de dúvida acabou quando entrei e vi o seguinte:

Vocês sabem o que é isso acima? É uma centolla, mais conhecido como King Crab! Pois é o famosíssima carangueijo gigante, o real kani! Bom, ele estava assim no balcão, bem exposto, mostrando a todos clientes que era o especial do dia! Restaurantes de alto nìvel e que trabalham com ingredientes mais exóticos costumeiramente deixam bem claro quando tem algo especial para o dia. Portanto sou uma pessoa de muita sorte!

Seguindo, sentei no último lugar do balcão e esperei! Apesar do grande movimento da hora de almoço, fui rapidamente atendido! Peguei o cardápio rezando para que houvesse alguma opção executiva de almoço! E claro que havia, um dos pratos era o combinado do dia por 36 reais e essa foi minha opção! Mas não estou esquecendo de nada? Sim, é claro! O king crab/centolla! Perguntei quanto era dupla de sushi, resposta: 27 reais, então dique com 1 unidade apenas, abaixo, tudo que me serviram:

Bom, esse combinado estava simplesmente demais! Os uramakis de salmão seguem o princípio da simplicidade, elementos comuns formando um sushi costumeiro, porém como cada ingrediente foi preparado de forma esplêndida, o resultado é um uramaki de salmão dos melhores que já comi, só não ganha do Sushi Guen.

Os nigiris seguiram a mesma linha dos sushis, não tem jeito, quando se junta peixe fresco, arroz bem feito e nigiri montado com know how, o resultado é esse, ótimos nigirs. Aliás, eu não esperava nada menos do Shigueru, afinal o Tanuki já é conhecido por ótimos nigiris (nigirizushi).

Os sashimis: atum e pargo merecem menções especiais. O atum estava com um gosto bem pronunciado e com a espessura certa, quando você coloca wasabi e passa no shoyu, o sabor preenche toda boca, nota 10! O serra é aquilo né, peixe mais complexo de se preparar, e estava excelente também.

Por último do combinado, o nigiri de king crab! Ele é tudo que o kani gostaria de ser! Sim, sabe o kanikama? A imitação de carne de carangueijo que encontramos em todos lugares? Pois bem, dessa vez, pela primeira vez na vida tive a oportunidade provar um sushi dessa iguaria!

Como vocês podem ver, a primeira coisa que posso dizer é que a textura é totalmente diferente de um kani. Ele é bem firme, mas macio quando você morde! O sabor é bem diferente do kani também, é um sabor menos agressivo,  suave, mas sinceramente? Eu acho que faltou algum complemento para dar um up sabe? Um kick, algo que desse aquela valorizada no ingrediente. Digo isso pois da outra vez que comi king crab havia um molho para passar antes de comer. Mas a experiência sem dúvida valeu, recomendo!

Na sequência, pedi o cardápio novamente para ver as duplas de sushis a la carte! Afinal não iria embora de praticamente um sushi ya (restaurante especializado em sushi) sem pedir alguns sushis.

Como é sempre recomendável em lugares assim, perguntei ao sushiman na minha frente o que ele recomendava!  Sem pestanejar ele me disse: “o carapau (aji) ta bom heim!” Aproveitando a dica pedi uma unidade de carapau e uma de lula:

O primeiro sushi, o da esquerda é o de lula (7 reais a unidade se não me engano), se vocês prestarem atenção, tem uma parte verdinha embaixo, é folha de shissô! Já comi sushis assim antes no Aya e no Mori Sushi! Nossa…de verdade, eu gostaria que todos vocês experimentassem esse sushi, ele é muito diferente de qualquer outro! A lula tem uma textura mais firminha, logo de cara você vai achar difícil de morder, mas depois ela se desfaz. Além da textura, o sabor, ahhh o sabor, super docinha e a folha de shissô combina perfeitamente!

O sushi de carapau (aji) me surpreendeu também, geralmente esses peixes não deixam a desejar nem surpreendem, mas dessa vez estava ótimo, ainda bem que segui a dica do sushiman! Fiquei extremamente satisfeito! Dã vontade de pedir mais um monte de sushis! Mas dinheiro não nasce em árvora, né? Então fui atrás vez um baratinho mas que ainda me deixasse feliz…a escolha foi fácil: tamago yaki sushi, R$3,50 a unidade!

Para os que estranham, não estranhe! Hahaha! Já falei sobre tamago sushi num post especial, na visita ao Yuki em Buenos Aires e também no Sushi Guen! Para mim tamagoyaki, que é o omelete japonês, é a arte de fazer ovo gelado ficar delicioso! E no Shigueru não foi diferente! Primeiro que eles foram extremamente generosos, um pedação de tamagoyaki, para vocês terem um noção, tive de comer em 2 mordidas! Segundo que ainda tive chance de ganhar uma aulinha particular do Shigueru!

Ele estava no balcão mas do outro lado, mas quando pedi não tinha nenhum sushiman na minha frente, então pedi ao próprio Shigueru, ele ficou muito feliz e pediu para um sushiman preparar para mim enquanto me explicava que, na verdade, esse não é o tamagoyaki japonês mesmo, e sim um tipo de rocambole japonês de ovo! Nada melhor, um pouco de cultura! Infelizmente esqueci o nome correto, desculpem, assim que souber atualizo aqui!

Bom, acabei meu jantar por aí mesmo, ultra satisfeito e querendo voltar para comer um tirashi, um sushi de lula entre outras coisinhas!

Abraços

Gourmet San