Restaurante Kai em HD

Oi gente, tudo bem?

Aqui no Gourmet San temos as vezes alguns convidados especiais para escreverem suas experiências! O último foi um colega meu, o Wil. Desta vez temos um novo convidado, o Daniel, super especialista em produção de vídeo e com quem estou fazendo uma parceria para em breve lançar um canal no Youtube!

O Daniel ama comida japonesa e nos deixou a sua experiência no Restaurante Kai e, além disso, fotos em HD, isso mesmo high definition!

Não quero segurar mais vocês, acompanhem abaixo a experiência do Daniel e suas excelentes fotos:

[divider]

A cinco minutos de casa fica o Kai Sushi, fui num domingo com hora marcada pra sentar em frente ao sushiman chefe Paulo Uehara. Tinha visto o review do Gourmet San do rodizio do Kai e fiquei admirado e com água na boca por causa dos niguiris diferentes que foram servidos e também do ceviche, coisas que nunca tinha visto em sistema de rodizio servido pelo garçom e nem em buffets caros de São Paulo.

O lugar é LINDO, muito bem montado, acabado e a decoração fantástica e muito ligado a cultura de artes marciais, pois o dono Fábio é super envolvido com Karatê.  E fui muitíssimo bem recebido pelo Eugênio, realmente uma figura, atento e dedicado.

Avisei que tinha marcado o balcão do Paulo e ele me avisou que o Paulo estava de folga. Fiquei um pouco decepcionado somente pelo fato de não terem me avisado quando fiz a reserva. Mas o Sushiman que me atendeu é simpático, nos cumprimentamos, agradeci mas não conversamos, ele foi super educado e solicito e me pareceu bastante focado e com uma ótima técnica.

Pedi o Rodizio completo (R$78). Veio sunomono, guioza perfeito, tempura delicioso, porém a massa não tão crocante, essa estava mais para macia. Ebitem, cebola e um outro legume empanados bem crocantes e deliciosos. Lula empanada crocante e ótima. Jyo de salmão na chama acesa, e ao invés de salmão batido em cima, era shimeji com um molho que não identifiquei, o sabor era como uma maionese apimentada de cor laranja, sei que era muito boa. Shimeji na manteiga bem gostoso mas sem novidades. Uramaki skin com couve frita que nunca comi melhor na vida, perfeito. Uramaki de camarão com cream cheese e uma fatia de salmão por cima, hot roll salmão e cream cheese, todos com tarê. Temaki de camarão empanado com o molho apimentado que não sei o nome. Espetinho de frango com tarê e alho poró maravilhosos. Ceviche, estava gostoso, veio com manga e isso ajudou a quebrar a acidez, mas eu estava esperando pelo ceviche que te serviram com chips e purê de batata, bem mais interessante.

Realmente um mar de opções na entrada, todas muito bem feitas e deliciosas, mas sem surpresas pra rodizio de R$78 reais.

Chegamos no combinado servido, bonito e com alguns sushis interessantes e deliciosos como o dyo de pepino com salmão batido e camarão em cima que foi o ponto alto do rodizio, maravilhoso. O enrolado de salmão batidinho e flocos de peixe ótimo, uramaki de salmão com ovas estava gostoso, o california com ovas estava super macio, e os niguiris com fatias fartas que cobriam todo o arroz estavam realmente excelentes pecando apenas por não terem wasabi, acho que por ser rodizio, mas podiam ter perguntado, afinal eu estava na balcão), ponto alto eram o de peixe branco com kombu e o de polvo que apesar da fatia pequena, desmanchava na boca, realmente muito bom! As fatias de sashimi super fartas e gostosas, os peixes estavam bons.

Então vamos ao que me decepcionou um pouco, não pedi nada especial, só esperei chegar, talvez tenha sido a minha falta de inciativa de pedir algo diferente, mas não senti que tinha este espaço aberto com o sushiman, as coisas vinham rápido e a final eu tinha pedido pra sentar na frente dele, esperava a iniciativa de oferecer por parte dele. Não veio salmão gravlax, não veio uramaki de camarão empanado com molho spicy e em volto por ovas, não veio e nem foi oferecido vários dos niguiris que o Gourmet San mencionou: camarão, gunkan de shitake em conserva com camarão, lula, guesso e skin. Isso eu fiquei bem triste, de verdade, na hora eu não lembrei de perguntar se estavam servindo. Mas perguntei sobre ovas e o Eugênio me disse que eram só estas que foram servidas, uni e até vieira eles serviam antes mas disse que por falta no mercado eles estavam sem. Ta ok, poucos rodízios servem uni e vieira e ostras por exemplo, talvez nenhum sirva tudo isso junto, só senti que faltou um pouco do diferencial, foi um rodizio com variedade comum mas com qualidade muito boa, ou seja, um pouco caro pelas variedadas, e só por isso.

Resumo: Neste dia que fui, classifico como rodizio muito bom, com custo durante a semana excelente e qualidade dos pratos muito boa, apresentação precisa melhorar um pouco, e hoje, não fez diferença nenhuma ter sentado no balcão ao invés da mesa, infelizmente. Quero pensar que foi a minha inexperiência de como perguntar o que o sushiman poderia me oferecer que fizeram eu não experimentar estas delicias, mas fica pra próxima, pois com certeza vale a pena, mas talvez da próxima eu vá de dia de semana (R$58), desta vez a conta ficou em R$90 com uma água e por este valor eu esperava ter comido os niguiris diferentes. Quero agradecer o Sushiman e seus assistentes assim como o Eugênio e todos os outros garçons, todos muito educados e treinados.

[divider]

Eae gente, gostaram da review do Daniel?

Gostei muito e foi super detalhada, ele comeu pratos muito bons e as fotos ficaram excelentes.

Sobre o que mencionou no final do texto, a parte de não ter recebido alguns pratos, existem alguns pontos importantes. O primeiro é que a iniciativa realmente tem de vir do cliente, de quem senta no balcão, o sushiman em geral só toma as rédeas quando já conhece o cliente. O segundo é que os restaurantes não tem alguns pratos todos os dias, sobretudo os que precisam de um preparo maior, como o gravlax.

Por final, fiquei louco para voltar ao Kai!

Abraços e até a próxima

Gourmet San

Não resisti, pedi o delivery do Kai

Apesar de eu achar que a culinária japonesa seja um desafio muito grande para o delivery, sempre tem aquele dia que você não quer sair de casa mas está com um desejo específico. Para isso temos algumas boas opções em São Paulo.

Depois de um pouco mais de 1 semana de ter visitado o restaurante Kai, não resisti e liguei para pedir um delivery, tel (11) 3645-0102. Eu sabia que a entrega seria rápida, afinal o restaurante é super próximo de casa e ainda era cedo, 18h30!

O que fique impressionado logo de cara é com o preço, bem em conta, o combinado grande saiu por uns 60 e poucos reais, o temaki uns 17 e os outros sushis não lembro!

Bom, como eu disse, veio bem rápido, vejam abaixo!

O temaki, já adianto, não foi idéia minha, afinal eu sei que pedir delivery de temaki vai totalmente oposto ao valor original do temaki, que é de comer o mais rápido possível e aproveitar a alga crocante.

Mas quem estava comigo queria matar a vontade de um temaki de atum, então pedimos.

E não é que tava uma delícia ainda? Claro que a alga chegou borrachuda, mas não tinha como né? Mesmo assim valeu a pena pois o atum estava ótimo!

O combinadão é super bem servido! Dá para 2 pessoas tranquilamente, deem uma olha

Os peixes estavam todos muitos bons, o polvo estava ok. Os sushis estavam excelentes, gostei em especial dos futomakis (esses sushis maiores na parte de baixo). O único ponto que eu alteraria era esse com a calda de maracujá por cima. Apesar de estar super suave e ter sido um dos melhores sushis de salmão com maracujá que eu já tenha provado, eu continua achando que salmão e maracujá não combinam (e olha que já comi até salmão grelhado com maracujá, pra mim não passa).

De resto, esse combinado é ótimo para uma refeição completa, o Kai acertou na mão, ótimo custo benefício!

E por final, eu pedi um repeteco dos sensacionais sushis do chefe Paulo que comi no rodízio e fiquei feliz demais de pode-los comer novamente.

Foi ótimo provar novamente os sushis de lula, das perninhas lula (guesso), do peixe branco com pasta do kombu, e do uramaki spicy. Todos muito bons.

Se eu posso passar uma dica ao Kai, é que se ao passar dos tempo, o delivery deles começar a sair mais pedidos, vale a pena investir em embalagens onde os sushis fiquem mais firmes.

Gostei e aprovei, pediria novamente! Mas não nego que pedir esse delivery só me fez ficar com vontade de ir lá pessoalmente!

abraços

Gourmet San

Restaurante Kai, rodízio com bagagem tradicional!

Oi gente, tudo bom, hoje estou entusiasmado!

Visitei um restaurante novo, o Kai, que fica localizado na Rua Pio XI, 228, tel (11) 3645-0102. Dificilmente visito restaurantes na Lapa, mesmo morando perto. Isso é devido ao caráter mais residencial da região e que foge do eixo gastronômico da cidade, acaba nem passando pela minha cabeça buscar restaurantes lá, preconceito meu infelizmente.

Mas ainda bem que fiquei sabendo do Kai e resolvi visitá-lo. Claro que o que me chamou atenção não foi o fato de ele ser novo ou de servir rodízio, mas sim a equipe, quando visitei o site descobri que eles possuem uma equipe incrível, ela é composta pela chefe Sayuri Takamatsu, mestra em pratos quentes e pelo sushiman chefe Paulo Uehara, ambos possuem anos de experiência no Japão.

Não tive a oportunidade de conhecer a chefe Sayuri, mas em compensação bati um papo  excelente com o chefe Paulo San. Se me permitem dizer, o cara é um enciclopédia do sushi, conhece MUITO! Eu juro, olha só, já fui em mais de 100 restaurantes japoneses e já conversei com inúmeros sushimans experientes, bom, o Paulo San conseguiu me passar informações e conhecimentos que eu nunca tinha ouvido antes. O cara é fera!

Antes de falar da comida, vale mencionar que o ambiente é bem tradicional e com uma equipe nota 10, principalmente o maitre Eugênio que é um show a parte.

O Kai possui ótimas opções a la carte e duas opções de rodízio que variam de 50 e pouco a 70 e poucos reais se não me engano. Eu fui na opção completa, afinal na primeira visita você já precisa ir com tudo.

Logo de cara já falo pra vocês, dica 1: tentem sentar no balcão, dica 2: o rodízio completo é “livre” , ou seja, não tem aquela história de que pratos especiais só estão no a la carte e no rodízio não, tudo faz parte, aproveitem!

Só de escrever fiquei com água na boca, quero muito voltar! Vamos falar da comida? Assim vocês me entendem…

De entrada eu pedi 1 guioza no vapor que veio excelente:

1 shimeji na manteiga que veio no padrão de rodízios:

E 2 ebitem,  camarões empanados que foram o ponto alto das entradas simplesmente deliciosos.

Para começar a parte fria, o Paulo San me serviu um ceviche lindo, que foi o mais bem elaborado que já comi num restaurante japonês, veio até com direito a chips e purezinho de batata, nota 10!

Para minha enorme surpresa o Kai tinha salmão gravlax preparado! Exato, o salmão curado de receita nórdica, acompanhem, não é pouca coisa não:

Comi também uns enrolados especiais da casa, como o hot roll clássico e o do “chefe”. Ambos muito bons. Hot roll é gordice pura e não tem problema que não é tradicional, é bom demais.

Seguindo, o chefe Paulo caprichou e deve ter arregaçado as mangas, começou a mostrar suas armas!

Começou com um enrolado de salmão batidinho e flocos de peixe, nunca tinha visto, delícia!

Depois emendou com um uramaki de camarão empanado com molho spicy e em volto por ovas. Ponto alto do jantar, eu comeria esse sushi todo dia.

Mantendo o alto nível, o Paulo preparou um prato muito bonito e com 3 pares de sushis: camarão, gunkan de shitake em conserva com camarão e um de peixe branco com pasta de kombu.

Simplesmente sensacionais, o de camarão era um nigiri normal, mas os outros eram acima da média, o shitake em conserva é bem diferente e acho que o sushi ficaria demais mesmo sem o camarãozinho por cima. Já o sushi de peixe branco (esqueci qual era) com a conserva de kombu estava sensacional, o sabor adocicado das pasta trouxe um sabor novo, um sushi excelente.

Paulo me perguntou se eu eu gostava de lula, quando respondi que sim, ele aprontou mais um prato com sushis incríveis. 2 de lula, 2 de polvo e 1 de guesso (perninha da lula):

Sushis absolutamente incríveis, vale a pena dizer que esse tempero escuro em cima dos sushis é conserva de gengibre, incrível, não tem o que dizer, delícia!

Para finalizar, o Paulo me perguntou se eu gostava de salmão skin e ele disse que ele preparava de uma maneira diferente da maioria e não é que era verdade!? Acompanhem abaixo, sushi delicioso, realmente um dos melhores skins que já comi.

Enfim, o Kai é um acerto do começo ao fim, o ambiente, a equipe, os ingredientes e o preço. Ele se posiciona muito bem no cenário de rodízios de comida japonesa de São Paulo, pois ele oferece sushis mais tradicionais muito bem executados!

Não posso esquecer de dizer da presença do dono, o simpático Fábio, que traz um acolhimento italiano ao restaurante!

E ae, gostou? Já foi lá? Me conte como foi!

Abraços

Gourmet San