Mirai Lamen: no Itaim também tem Lamen

Aqui é o Marcelo Asamura da loja Konbini Produtos Orientais , visitei o Mirai Lamen, a mais nova casa de Lamen do Itaim Bibi em São Paulo.

Fica muita bem localizada na Leopoldo de Couto, próximo aos melhores estabelecimentos da região.
Para quem não conhece esta rua, talvez com certeza se lembra do bar do Juarez na JK, o Mirai é bem perto de lá.

A casa foi inaugurada faz pouco tempo e o chef da casa é o Marcos Okazaki que já teve passagem por Izakaya e outros restaurantes.

Como a casa é nova, o cardápio ainda está sendo definido, mas o carro-chefe são os Lamens e o chef está desenvolvendo novos pratos como o Okonomiyaki (panqueca ou pizza japonesa), prato típico de boteco japonês que eu pessoalmente aprecio muito.

Vamos ao que interessa, o Lamen que eu pedi foi o Missô Lamen, gosto muito de Missô (pasta de soja), mas no caso de Lamen, é muito comum o caldo ficar enjoativo, mas não é o caso do Lamen do Mirai, o caldo é bem agradável e nada enjoativo.

Os demais ingredientes também são ótimos, o Chasu (carne de porco) tem um ótimo sabor, a combinação com Tigensai (acelga chinesa), Naruto (massa de peixe – kamaboko), Ovos com gema um pouco mole, Broto de feijão e Alga wakame, ficam ótimos em conjunto.

Além disso, experimentamos o KARAAGUE (frango frito ao estilo japonês) que é bem crocante e saboroso, combina super bem se você for acompanhar com uma cerveja ou um chopp. Inclusive, eles estavam com promoção de Chopp em dobro no dia, outro motivo para você visitar a casa.

Pedimos a anchova grelhada com um leve toque de azeite trufado, que estava grelhada perfeitamente acompanhando um porção de arroz bem servida com missô temperado no estilo de Okinawa, missô que eu achei bem delicioso.

Para quem gosta de pratos saudáveis, a casa oferece algumas opções de POKE, aquele prato no estilo havaiano que está em alta por todo o Brasil.

O Chef criou a sua própria versão do ONSEN TAMAGO, ovo cozido lentamente que fica com a gema mole e costuma ser servido com um caldo bastante saboroso. Para os fãs de ovo, esse ovo é imperdível, ainda não provei, mas provarei com certeza na próxima oportunidade.

O Chef está desenvolvendo uma receita de TAN TAN MEN, é um prato de origem chinesa, com um estilo diferente do tradicional ramen japonês, mas vale a pena conhecer.

Não consegui provar ainda todos os pratos, mas recomendo visitar essa casa de Lamen principalmente se você mora ou trabalha na região do Itaim, Vila Olímpia em São Paulo.

O Chef Marcos Okazaki me enviou alguns pratos da casa para você conhecer o trabalho deles:

Na próxima visita vou provar o Onsen Tamago e o Okonomiyaki e atualizo esse post para você saberem o que eu achei. Um Katsu Karê também vai muito bom no frio, quem sabe também experimento o Karê deles.

Vantagens:
Custo/Benefício, para a região, o preço é acessível.
Fica muito próximo de outros locais bacanas, você pode comer um Lamen e depois ir para um barzinho na região.
Se você trabalha na região, o local é uma ótima opção para almoçar. Já trabalhei na região e sei como é difícil encontrar bons lugares no Itaim para almoçar e que sejam acessíveis.

Desvantagem:
Como fui à noite, não é muito fácil de estacionar na região.

Endereço: Rua Leopoldo Couto de Magalhães Júnior, 777 – Itaim Bibi, São Paulo – SP

Curta o Facebook deles:
https://www.facebook.com/Mirai-Lamen-Itaim-Bibi-SP-968391310007757/

Gourmet San visita o lamen house Momofuku de David Chang

Momofuku Lamen

Oi pessoal, tudo bom?

Eu tardo mas não falho =)

Tive a oportunidade de ir a NY e sempre faço uma lista imensa de lugares para comer, claro que no fim vou em 5% deles apenas, pois na correria e canseira dos passeios você acaba comendo em locais não planejados ou repetidos.

Mas de vez em quando dá certo e é uma dessas vezes que vou contar a vocês!

Nos últimos tempos, comecei a me aprofundar no mundo dos lamens (ou ramens pros tradicionalistas) e sou sincero, ainda estou dando os primeiros passos, mas já consigo fazer algumas comparações que podem ajudar vocês.

Bom, vamos lá! Quem minimamente está inserido no mundo da gastronomia já ouviu falar de David Chang, esse sujeito sorridente aí embaixo:

David Chang Momofuku

Eu ouvi falar no David Chang durante as temporadas de Top Chef onde ele foi chefe-jurado inúmeras vezes em múltiplas temporadas. Depois eu comecei a segui-lo no Facebook e descobri que ele super-fã e amigo de nosso chefe estrela Alex Atala.

Pois bem, em suas postagens em redes sociais o David Chang sempre fala muito de seus restaurantes em NY, mas principalmente sobre seu mais famoso, a casa de lamen chamada Momofuku! O restaurante fica em East Village, 171 1st Avenue, entre a 10th e 11th Street.

Uma amiga minha que mora em NY nos convidou pra jantar lá, mas como ela já manja dos paranauê, ela disse que ia chegar mais cedo pra pegar a fila. Pois é, nada que eu não esperasse, certeza que um restaurante de um chefe tão famoso assim não estaria nada menos do que cheio numa 2a feira a noite.

O restaurante é moderno e possui longos balcões comunitários de madeira clara, super agradável e bem cheio, burburinho puro urbano, hahaha. Graças a minha amiga, sentamos depois de uns 10 minutos esperando.

O cardápio não ajuda, diversas opções deliciosas e, vejam só, variam toda semana!

Bom, como não estávamos de brincadeira, pedimos 2 buns, que se trata de sanduichinhos com o pão mais fofinho do mundo, super macio.

O primeiro que comemos foi um incrível shrimp bun:
Momofuku shrimp bun

Nem me perguntei como esse camarão foi preparado, não tenho a mínima idéia! Só sei que estava delicioso, comeria um desse todo dia. Camarão suculento e com uma textura ótima também, nem firme nem macio demais.

A seguir pedimos um shitake bun:
Momofuku shitake bun

Tão bom quanto, shitake preparado com esmero, só não digo que era melhor que o shrimp bun porque é impossível, hahaha, sacanagem.

E, finalmente, o meu pedido de lamen, o que leva o nome do local: Momofuku.

Momofuku Lamen

Já digo que o grande destaque vai pro conjunto da obra, lamen delicioso. Todos acompanhamento interagem muito bem, é um lamen equilibrado. O destaque vai pra fatia de porco, DESMANCHANDO! Deve ficar cozinhando durante muiiiiiiiito  tempo.

Porém vou te falar, o caldo me decepcionou um pouco, eu esperava um sabor mais marcante, mais Umami! Mas na próxima experimentarei outro para ver se esse é mais levinho mesmo.

E você, curte lamen? Curte, né? To ligado!

Me conta abaixo o que achou.

Abraços

Almoçando no agradável Hirá de Daniel Hirata

Izakaya Hira Shakedon

Oi pessoal, tudo bem?

Fazia tempo que eu estava com vontade de fazer algo bem trivial, passear pela Vila Madalena e almoçar ali no Hirá, num dia de semana! rs…

Aproveitei um dia de saga com o conserto do carro, onde tive de levá-lo em 2 lugares diferentes (o famoso combo, freio+pneus novos+alinhamento+balanceamento) e como estava na região aproveitei para ir com bastante sossego ao Hirá!

Entrei e sentei logo pertinho da porta, estava a fim de ver o movimento na rua, invejar aqueles que trabalham na Vila Madalena, pela manhã, é claro.

Perguntei pelo Daniel Hirata, mas ele estava descansando, muito merecido, pelo o que conheço do Daniel dos tempos de Mori Ohta, ele trabalha MUITO, do tipo que faz questão de trabalhar quando ninguém mais está só para criar oportunidades novas para o próprio negócio.

O restaurante estava consideravelmente cheio, mas o serviço foi tranquilo do começo ao fim.

Olhando o cardápio, ficou difícil escolher, segurar a gula principalmente. É lamen pra cá (especialidade da casa), pork bun pra lá, tonkatsu kare, novidades do chefe etc.

Fui firme, firme demais, e resisti pedir meu prato favorito, o Tonkatsu Kare! Assim sendo, resolvi pedi algo novo da casa, uma recomendação do chefe, especial pro verão, o Shake don (era uns 50 reais)! Se trata de um bowl de arroz (gohan) com fatias de salmão por cima e nesse caso ovas do salmão também (ikura).

Mas claro que………minha vontade de comer algo mais não foi deixada de lado, pedi um delicioso pork bun, que eles chamam de buttah bun, ou pancetta bun, algo assim, vejam abaixo e babem, pois estava divino!!!

Izakaya Hira Porkbun

Após abrir um sorriso comendo esses mini sanduichinhos de porco, veio o meu Shakedon:

Izakaya Hira Shakedon

Lindo prato, não? Bela apresentação!

Delicioso e mais que suficiente para 1 pessoa. Vale mencionar que essa folha verde é pra comer, é o shiso, primo do hortelã, comumente servido com uni (ovas de ouriço), lula (ika) etc. Um breve regada de shoyu por cima (pra matar do coração qualquer tradicionalista, rs). Explico melhor, tradicionalmente é errado regar com o shoyu o gohan, além disse ele molhado fica muito mais difícil pegar com o hashi.

Deem mais uma olhadinha de perto:

Izakaya Hira Shakedon

Patrocínio ali em cima da Rayban (brincadeira, quem me dera, ahah).

E para finalizar uma sobremesa incrível que fazia parte do almoço, o chouxcream (leia-se chucrãm)Screen Shot 2017-02-07 at 10.41.10 PM

É como se fosse um sonho, mas com o japanese approach. Não preciso nem dizer, estava bom demais!

No final, a conta de uns 60-70 reais, muito bom pra um almoço, com entrada, prato principal e sobremesa.

Recomendo muito o Hirá, e vocês já foram?

Abraços

Gourmet San


Izakaya Hira Porkbun