Mirai Lamen: no Itaim também tem Lamen

Aqui é o Marcelo Asamura da loja Konbini Produtos Orientais , visitei o Mirai Lamen, a mais nova casa de Lamen do Itaim Bibi em São Paulo.

Fica muita bem localizada na Leopoldo de Couto, próximo aos melhores estabelecimentos da região.
Para quem não conhece esta rua, talvez com certeza se lembra do bar do Juarez na JK, o Mirai é bem perto de lá.

A casa foi inaugurada faz pouco tempo e o chef da casa é o Marcos Okazaki que já teve passagem por Izakaya e outros restaurantes.

Como a casa é nova, o cardápio ainda está sendo definido, mas o carro-chefe são os Lamens e o chef está desenvolvendo novos pratos como o Okonomiyaki (panqueca ou pizza japonesa), prato típico de boteco japonês que eu pessoalmente aprecio muito.

Vamos ao que interessa, o Lamen que eu pedi foi o Missô Lamen, gosto muito de Missô (pasta de soja), mas no caso de Lamen, é muito comum o caldo ficar enjoativo, mas não é o caso do Lamen do Mirai, o caldo é bem agradável e nada enjoativo.

Os demais ingredientes também são ótimos, o Chasu (carne de porco) tem um ótimo sabor, a combinação com Tigensai (acelga chinesa), Naruto (massa de peixe – kamaboko), Ovos com gema um pouco mole, Broto de feijão e Alga wakame, ficam ótimos em conjunto.

Além disso, experimentamos o KARAAGUE (frango frito ao estilo japonês) que é bem crocante e saboroso, combina super bem se você for acompanhar com uma cerveja ou um chopp. Inclusive, eles estavam com promoção de Chopp em dobro no dia, outro motivo para você visitar a casa.

Pedimos a anchova grelhada com um leve toque de azeite trufado, que estava grelhada perfeitamente acompanhando um porção de arroz bem servida com missô temperado no estilo de Okinawa, missô que eu achei bem delicioso.

Para quem gosta de pratos saudáveis, a casa oferece algumas opções de POKE, aquele prato no estilo havaiano que está em alta por todo o Brasil.

O Chef criou a sua própria versão do ONSEN TAMAGO, ovo cozido lentamente que fica com a gema mole e costuma ser servido com um caldo bastante saboroso. Para os fãs de ovo, esse ovo é imperdível, ainda não provei, mas provarei com certeza na próxima oportunidade.

O Chef está desenvolvendo uma receita de TAN TAN MEN, é um prato de origem chinesa, com um estilo diferente do tradicional ramen japonês, mas vale a pena conhecer.

Não consegui provar ainda todos os pratos, mas recomendo visitar essa casa de Lamen principalmente se você mora ou trabalha na região do Itaim, Vila Olímpia em São Paulo.

O Chef Marcos Okazaki me enviou alguns pratos da casa para você conhecer o trabalho deles:

Na próxima visita vou provar o Onsen Tamago e o Okonomiyaki e atualizo esse post para você saberem o que eu achei. Um Katsu Karê também vai muito bom no frio, quem sabe também experimento o Karê deles.

Vantagens:
Custo/Benefício, para a região, o preço é acessível.
Fica muito próximo de outros locais bacanas, você pode comer um Lamen e depois ir para um barzinho na região.
Se você trabalha na região, o local é uma ótima opção para almoçar. Já trabalhei na região e sei como é difícil encontrar bons lugares no Itaim para almoçar e que sejam acessíveis.

Desvantagem:
Como fui à noite, não é muito fácil de estacionar na região.

Endereço: Rua Leopoldo Couto de Magalhães Júnior, 777 – Itaim Bibi, São Paulo – SP

Curta o Facebook deles:
https://www.facebook.com/Mirai-Lamen-Itaim-Bibi-SP-968391310007757/

Gourmet San visita o lamen house Momofuku de David Chang

Momofuku Lamen

Oi pessoal, tudo bom?

Eu tardo mas não falho =)

Tive a oportunidade de ir a NY e sempre faço uma lista imensa de lugares para comer, claro que no fim vou em 5% deles apenas, pois na correria e canseira dos passeios você acaba comendo em locais não planejados ou repetidos.

Mas de vez em quando dá certo e é uma dessas vezes que vou contar a vocês!

Nos últimos tempos, comecei a me aprofundar no mundo dos lamens (ou ramens pros tradicionalistas) e sou sincero, ainda estou dando os primeiros passos, mas já consigo fazer algumas comparações que podem ajudar vocês.

Bom, vamos lá! Quem minimamente está inserido no mundo da gastronomia já ouviu falar de David Chang, esse sujeito sorridente aí embaixo:

David Chang Momofuku

Eu ouvi falar no David Chang durante as temporadas de Top Chef onde ele foi chefe-jurado inúmeras vezes em múltiplas temporadas. Depois eu comecei a segui-lo no Facebook e descobri que ele super-fã e amigo de nosso chefe estrela Alex Atala.

Pois bem, em suas postagens em redes sociais o David Chang sempre fala muito de seus restaurantes em NY, mas principalmente sobre seu mais famoso, a casa de lamen chamada Momofuku! O restaurante fica em East Village, 171 1st Avenue, entre a 10th e 11th Street.

Uma amiga minha que mora em NY nos convidou pra jantar lá, mas como ela já manja dos paranauê, ela disse que ia chegar mais cedo pra pegar a fila. Pois é, nada que eu não esperasse, certeza que um restaurante de um chefe tão famoso assim não estaria nada menos do que cheio numa 2a feira a noite.

O restaurante é moderno e possui longos balcões comunitários de madeira clara, super agradável e bem cheio, burburinho puro urbano, hahaha. Graças a minha amiga, sentamos depois de uns 10 minutos esperando.

O cardápio não ajuda, diversas opções deliciosas e, vejam só, variam toda semana!

Bom, como não estávamos de brincadeira, pedimos 2 buns, que se trata de sanduichinhos com o pão mais fofinho do mundo, super macio.

O primeiro que comemos foi um incrível shrimp bun:
Momofuku shrimp bun

Nem me perguntei como esse camarão foi preparado, não tenho a mínima idéia! Só sei que estava delicioso, comeria um desse todo dia. Camarão suculento e com uma textura ótima também, nem firme nem macio demais.

A seguir pedimos um shitake bun:
Momofuku shitake bun

Tão bom quanto, shitake preparado com esmero, só não digo que era melhor que o shrimp bun porque é impossível, hahaha, sacanagem.

E, finalmente, o meu pedido de lamen, o que leva o nome do local: Momofuku.

Momofuku Lamen

Já digo que o grande destaque vai pro conjunto da obra, lamen delicioso. Todos acompanhamento interagem muito bem, é um lamen equilibrado. O destaque vai pra fatia de porco, DESMANCHANDO! Deve ficar cozinhando durante muiiiiiiiito  tempo.

Porém vou te falar, o caldo me decepcionou um pouco, eu esperava um sabor mais marcante, mais Umami! Mas na próxima experimentarei outro para ver se esse é mais levinho mesmo.

E você, curte lamen? Curte, né? To ligado!

Me conta abaixo o que achou.

Abraços

Almoçando no agradável Hirá de Daniel Hirata

Izakaya Hira Shakedon

Oi pessoal, tudo bem?

Fazia tempo que eu estava com vontade de fazer algo bem trivial, passear pela Vila Madalena e almoçar ali no Hirá, num dia de semana! rs…

Aproveitei um dia de saga com o conserto do carro, onde tive de levá-lo em 2 lugares diferentes (o famoso combo, freio+pneus novos+alinhamento+balanceamento) e como estava na região aproveitei para ir com bastante sossego ao Hirá!

Entrei e sentei logo pertinho da porta, estava a fim de ver o movimento na rua, invejar aqueles que trabalham na Vila Madalena, pela manhã, é claro.

Perguntei pelo Daniel Hirata, mas ele estava descansando, muito merecido, pelo o que conheço do Daniel dos tempos de Mori Ohta, ele trabalha MUITO, do tipo que faz questão de trabalhar quando ninguém mais está só para criar oportunidades novas para o próprio negócio.

O restaurante estava consideravelmente cheio, mas o serviço foi tranquilo do começo ao fim.

Olhando o cardápio, ficou difícil escolher, segurar a gula principalmente. É lamen pra cá (especialidade da casa), pork bun pra lá, tonkatsu kare, novidades do chefe etc.

Fui firme, firme demais, e resisti pedir meu prato favorito, o Tonkatsu Kare! Assim sendo, resolvi pedi algo novo da casa, uma recomendação do chefe, especial pro verão, o Shake don (era uns 50 reais)! Se trata de um bowl de arroz (gohan) com fatias de salmão por cima e nesse caso ovas do salmão também (ikura).

Mas claro que………minha vontade de comer algo mais não foi deixada de lado, pedi um delicioso pork bun, que eles chamam de buttah bun, ou pancetta bun, algo assim, vejam abaixo e babem, pois estava divino!!!

Izakaya Hira Porkbun

Após abrir um sorriso comendo esses mini sanduichinhos de porco, veio o meu Shakedon:

Izakaya Hira Shakedon

Lindo prato, não? Bela apresentação!

Delicioso e mais que suficiente para 1 pessoa. Vale mencionar que essa folha verde é pra comer, é o shiso, primo do hortelã, comumente servido com uni (ovas de ouriço), lula (ika) etc. Um breve regada de shoyu por cima (pra matar do coração qualquer tradicionalista, rs). Explico melhor, tradicionalmente é errado regar com o shoyu o gohan, além disse ele molhado fica muito mais difícil pegar com o hashi.

Deem mais uma olhadinha de perto:

Izakaya Hira Shakedon

Patrocínio ali em cima da Rayban (brincadeira, quem me dera, ahah).

E para finalizar uma sobremesa incrível que fazia parte do almoço, o chouxcream (leia-se chucrãm)Screen Shot 2017-02-07 at 10.41.10 PM

É como se fosse um sonho, mas com o japanese approach. Não preciso nem dizer, estava bom demais!

No final, a conta de uns 60-70 reais, muito bom pra um almoço, com entrada, prato principal e sobremesa.

Recomendo muito o Hirá, e vocês já foram?

Abraços

Gourmet San


Izakaya Hira Porkbun

The Bowl – nova casa de Lamen ganha espaço entre os paulistanos

Shoyu Lamen The Bowl Food Truck Food Park butanta

Oi gente, tudo bom?

Vocês bem sabem que o blog aqui é focado muito mais na comida japonesa fria do que na quente. Porém eu confesso de uns tempos pra cá, depois que o tonkatsu kare ganhou parte do meu coração, eu tenho comido muitas refeições japonesas da cozinha quente! E eles não ficam nem um pouco atrás dos clássicos sushis, aliás, o custo benefício é muito melhor em geral, rs.

No último ano São Paulo ganhou uma boa quantidade de Izakayas e Casa de Lamen. E “graças ao bom Deus”, essas casas japonesas de culinária quente começaram a se descentralizar da Liberdade. Afinal eu estava cansado de ouvir: “pra comer Lamen bom vai no Aska”, “vai no Lamen Kazu”, pra ir em “Izakaya bom vai no Issa…” e por aí vai.

Nossas preces foram ouvidas e de um tempo pra cá ganhamos Izakaya Matsu, Hira, Jojo Ramen e agora o The Bowl! Ele fica no Butantã Food Park, Rua Agostinho Cantu, 47 – Loja 9. Aliás, o Food Park foi todo reformado e lembra até um pouco o Pier 39 de São Francisco!

Shoyu Lamen The Bowl Food Truck Food Park butanta

Mas antes de falar do The Bowl, vamos falar rapidamente do Matsu e do Jojo…

Ambos servem comida esplendorosas, excelentes, porém….PORÉM…eles caíram no gosto popular dos instagrammers popzinhos (infelizmente não sou um deles, rs), sabe o que isso significa? FILAS, ta bom? não? então aqui vai: MAIS FILAS. No Izakaya Matsu você não consegue jantar ou almoçar um dia tranquilamente, você precisa chegar cedo ou tarde ou nem vá. Já no Jojo Ramen, parece que tão distribuindo dinheiro, filas de 3h! Sério? Sério? To fora, obrigado, to em São Paulo, tem muitas opções boas também.

Então, o que isso tudo significa? Precisamos de mais, paulistano precisa de abundância (quer mais prova disso do que a oferta de Outbacks?), e sim, precisamos de mais casas de Lamen! E ganhamos uma FANTÁSTICA do começo ao fim, The Bowl. Antes de eu falar mais sobre ele, vejam o que comi lá:

De entrada um pork bun por 12 reais:

Shoyu Lamen The Bowl Food Truck Food Park butanta

É um sanduíchinho de lombo de porco servido no clássico pãozinho oriental, com pepino e um molhinho, tudo fresco e delicioso, dá vontade de comer todo dia. Já dei a dica pro Daniel Kataguire fazer um Tonkatsu Bun, eu comeria todos os dias, hahaha.

Se você está do lado de fora, esperando, eles servem numa caixinha de isopor, olha só, você pode até levar pra casa:

Shoyu Lamen The Bowl Food Truck Food Park butanta

Enquanto eu devorava o pork bun, vagou lugares lá dentro e fui, obviamente, sentar no balcão, de frente onde os irmãos Vitor e Daniel Kataguire preparavam tudo:

Shoyu Lamen The Bowl Food Truck Food Park butanta

Aliás, para quem não sabe, o Daniel Kataguire é o “dono” do lugar e ele inclusive participou das primeiras etapas do Master Chef Brasil e encantou a Carosella com seu Lamen.

Bom, por enquanto o The Bowl só possui 2 opções de Lamen e eu fui no Shoyu Lamen por 23 reais com um topping the ovo (sim, aquele ovo cozido com a gema semi mole).

Não demorou quase nada e me serviram no “bowl” de cerâmica o lindo e delicioso Shoyu Lamen, aliás, bom dizer que o bowl de cerâmica só é pra quem senta no balcão!

Shoyu Lamen The Bowl Food Truck Food Park butanta

Aí no lamen vocês podem ver o ovo cozido, o moyashi (broto de feijão), o lombo de porco, a cebolinha e o horenso (espinafre japonês), e aí no fundinho escondido o lamine feito pelo próprio Daniel. Aliás, vale a pena mencionar que o Daniel Kataguire aprendeu sobre Lamen com o maior nome de Lamen de Nova York (que eu não sei o nome). E ae, tão servidos?

Shoyu Lamen The Bowl Food Truck Food Park butanta

Vou contar pra vocês…Simplesmente D-E-L-I-C-I-O-S-O! O conjunto todo funciona bem em harmonia, como deve ser, mas o caldo é simplesmente fantástico, segundo o Vitor, é colágeno puro, uma proteína das melhores para consumirmos. Além disso quero dizer que o caldo do Lamen do Daniel é 100% UMAMI, sim, Umami, o quinto sabor, você toma ele e sente aquele sabor profundo e rico! Comi o Lamen todo e fiquei 110% satisfeito.

Só fui ao The Bowl um vez, na semana de abertura e estou louco para voltar! Quando vocês estiver andando pelo Butantã Food Park vai ser fácil de encontrar, vejam só:

Shoyu Lamen The Bowl Food Truck Food Park butanta

Ah sim, ele fica no térreo =)

Abraços

Gourmet San

JoJo Ramen: Lamen de Tóquio em São Paulo

Jo Jo Ramen, vale a pena tanta espera?

Aqui é o Marcelo Asamura da loja Konbini Produtos Orientais e a avaliação de hoje é muito relevante para quem ama um bom Lamen.

Bom, o JoJo Ramen dispensa apresentações, pois para aqueles aficionados por esse macarrão com caldo e toppings maravilhosos, o JoJo é um must, ou seja, se você não foi até agora, está perdendo tempo.

E por ironia do destino ou não, o JoJo Ramen fica perto de casa e eu consigo reservar mesa pelo aplicativo e chegar na minha vez em pouco tempo. Que maravilha!

Se você não sabe nada sobre Lamen, dá uma lida neste trecho sobre o Lamen que você encontra no site do JoJo Ramen:

O Ramen:

Idealizado e preparado como uma forma de arte, o Ramen se tornou um símbolo da cultura de comida japonesa recente, sendo reconhecido como “Japanese Soul Food” e viajando por todo o mundo devido ao seu sabor único e formato mínimo. O JoJo está empenhado em trazer para São Paulo não só o sabor original, mas também todas as tradições e entusiasmo por trás das raízes do verdadeiro ramen.

Não há atalhos na preparação ramen, cada passo conta para o sabor original. O que está por trás de nossos produtos são horas de preparação do caldo, produção in house do noodle e uma preparação cuidadosa de cada topping e tare (tempero). O JoJo traz os chefs do Jiraigen, uma das mais tradicionais casas de ramen em Tóquio e cujo o dono é reconhecido como uma das lendas do ramen, para implementação dessa cultura.

O Ramen é composto de quatro componentes essenciais: o caldo, o noodle, os toppings, e o tare (tempero).

Vamos começar, imagina você chegar numa casa pequena no Paraíso, perto do Shopping Paulista para você ter um ponto de referência e se deparar com uma fila Enorme. ENORME MESMO!

Pois é, você está em frente ao Jo Jo, mais de 2 a 3 horas de fila nos dias mais lotados e com esse friozinho que continua fazendo em São Paulo, não tem erro, o Ramen é a combinação ideal.

 O lugar é pequeno, mas a fila apesar de ENORME é bem organizada, tem um sistema de espera e você pode dar uma volta na região e depois voltar só na hora que for a sua vez. Só isso, já me deixou bem mais aliviado, pois a pior coisa do mundo é você esperar numa fila pra sempre. Isso, eu acho que ninguém gosta.

Eu realmente acredito que fila só dá certo para lugares “excelentes” e o Jo Jo Ramen está muito perto disso. Ninguém gosta de esperar muito por algo que é mais ou menos, não é mesmo? Portanto, valeu a pena a minha espera!

Se você não é fã de filas, esse lugar, infelizmente não é para você.

Demorei para publicar esse post, pois fui 3 vezes ao Jojo Lamen e queria experimentar os outros Lamens.

Só não experimentei o Tsukemen que me parece delicioso, mas não é quente. E todos os dias estava muito FRIO! Ideal para um Lamen bem QUENTE.

Então, vamos ao que interessa: O LAMEN.

Shoyu Lamen = Lamen com Shoyu. Esse Lamen é bem saboroso, tem um caldo mais encorpado com o molho de soja. Gostei bastante.

Sobre os ingredientes: alga bem saborosa e crocante; Menma que é uma conserva de broto de bambu que é bem gostosa, o ovo não é dos meus favoritos (gostei mais do ovo do Momo Lamen), mas é diferente, o macarrão Lamen é bem consistente e delicioso. E o mais importante, o Tyashu (panceta de porco) é muito saboroso, pois eles passam a carne na grelha de carvão. O aroma que vem quando você recebe o Lamen na mesa é indescritível!

 jojoramen-shio-ramen-03

jojoramen-shio-ramen-01

Shio Lamen = Lamen com Sal. Esse Lamen é bem saboroso, mas é simples, você já deve conhecer um pouco o sabor, pois a característica dele é o sabor de caldo de frango. Muito bom e leve, mas não é tão diferenciado quanto os outros.

jojoramen-shioramen

Missô Lamen: Lamen incrível , pois o sabor é mais intenso e o missô (pasta de soja) é muito diferente do missô nacional, é menos salgado e tem adição de tutano de boi. Deixa o caldo bem encorpado e realmente é um tipo de Lamen que você não encontra em outros lugares.

jojoramen-missoramen jojoramen-miso-ramen-02

Deixo o melhor Lamen, na minha opinião, por último: JO JO KARA MISSÔ LAMEN.

É a versão apimentado do Missô Lamen, é simplesmente delicioso. E como eu gosto de pratos picantes, pra mim, no frio que estava em São Paulo, fez toda a diferença. Esse foi o primeiro Lamen que eu provei, só queria que fosse ainda mais apimentado, deve ser porque eu já provei Lamen Coreano (extremamente apimentados). No entanto, acho que para a maioria das pessoas, está numa picância adequada. Não faço questão que seja super apimentado, mas faz falta um pimenta a mais.

obs: para quem não é muito fã de missô pode ser um pouco enjoativo. Para quem gosta, é um prato excelente.

jojoramen-karamiso-03 jojoramen-karamiso-02 jojoramen-karamiso-01

Opções de Aperitivos/Entradas:

O meu favorito é o Karaague: franquinho frito ao estilo japonês.
Ele vem com um molho de maionese com ovo e acompanha repolho.

É bem crocante por fora, suculento por dentro e bem temperado. Recomendo.

jojoramen-karaague-02

jojoramen-karaague-01

Tsukudani: é uma conserva de alga kombu com shitake e katsuso, todos ingredientes têm muito Umami.
É bem gostoso para quem é fã de temperos japoneses, mas não é para todo mundo. Na dúvida, experimente ou evite se acha que não vai gostar!

jojoramen-tsukudani

Logo do Jojo Lamen:

jojo-ramen

Cardápio do Jojo Lamen:

jojoramen-cardapio

Acomodações:

jojoramen-interno-05 jojoramen-interno-02

Banheiro exclusivo com Washlet importado do Japão da TOTO BRASIL.
O Washlet é um assento sanitário de alta tecnologia que tem assento que esquenta, como vários fluxos de limpeza e com um console com botões ao lado como você pode ver nas fotos abaixo. Quanto estive no Japão, no frio, realmente fazia um grande diferença e por tem jatos de água é mais higiênico.

jojoramen-interno-06 jojoramen-interno-08

O que acharam?

Verifiquem os dias que com menos fila para não esperar muito.
O sistema de espera na fila funciona, então, você pode dar uma volta na região, passar no Shopping Paulista se for o caso e voltar para a fila quando chegar na sua vez.

Endereço:
R. Dr. Rafael de Barros, 262.
Paraíso, São Paulo – SP
CEP: 04003-041

Momo Lamen: Gourmetsan visitou na Inauguração

Olá, tudo bom?

Aqui é o Marcelo Asamura da loja Konbini Produtos Orientais e vou aproveitar enquanto o local é novidade e o Lamen está FRESQUÍSSIMO para vocês conhecerem a mais nova Lamen House de São Paulo.

Estava eu na Liberdade, sempre passo por lá umas 2 vezes por semana, e encontrei um chef que trabalhava no restaurante de um amigo, um ex-izaka-ya que ficava na Vila Mariana. Cumprimentei-o e ele me disse que estava trabalhando no Momo Lamen, já estava sondando a casa faz alguns meses que estava sendo reformada lá na Rua dos Estudantes, 34, bem na região mais movimentada da Liberdade. Bom, enquanto falava com ele, ele disse que a casa estava inaugurando hoje às 11:00, fui dar uma volta e falei pra ele que às 11:00 estaria lá para provar o Lamen dele.

Cheguei exatamente 10:55 na frente da loja, fui o primeiro cliente a entrar na MOMO Lamen House, posso dizer que fui o primeiro cliente oficial da casa, pois a pré-inauguração não conta, não é mesmo?
A atendente abriu a porta e eu como de costume, sentei no balcão na frente do chef. Perguntei pra ele qual era o Lamen da casa, e ele me disse que era o Kara Missô, no cardápio você identifica como Aka Missô. Kara vem de Karai, ou seja, salgado ou ardido em japonês.

Antes de falar do Lamen vou falar do local. Pertíssimo da Itiriki Bakery, ou melhor ao lado dela e em frente a Pastelaria Yoka e da loja Korea Mart. São 3 andares de Lamen House, dá uma olhada na estrutura nas fotos abaixo:

Entrada:

momo-lamen-05

Balcão:

momo-lamen-02

2o Andar:

momo-lamen-06

Balcão de Lamen no segundo andar:

momo-lamen-07

Cardápio na Entrada:
momo-lamen-01 Para você ter uma ideia de preço, preços na média do mercado em São Paulo:

momo-lamen-03-cardapio momo-lamen-04-cardapio

E o mais importante: o LAMEN.

momo-lamen-08

O que achei do Lamen: simplesmente delicioso.

Gostei muito do sabor do caldo, nem muito salgado, nem pouco salgado, não muito ardido, eu prefiro mais ardido, mas é algo pessoal, o Tyashu (carne de porco fatiada) é muito saboroso e o mais importante, o Lamen numa textura al dente e muito fresco.

Falando com o Chef, ele disse que tudo é feito na casa, inclusive o macarrão, o Lamen é feito numa máquina importada do Japão, pois um fornecedor nacional talvez não desse conta da demanda.

Fora isso, para evitar que o Lamen esfrie enquanto ele é enviado para os andares de cima, eles resolveram montar novos balcões de Lamen para o prato chegar muito quente na sua mesa, achei isso realmente sensacional. Eles testaram a entrega do Lamen do térreo até o terceiro andar e não chegava tão quente. Achei que foi uma preocupação grande em te oferecer o melhor Lamen, ou seja, o mais quente possível.

Onde fica:

R. dos Estudantes, 34.
Liberdade, São Paulo – SP
Pertinho do Metrô Liberdade.