Sushi Cake! Novidade da Sweet Sushi!

Olá a todos,

Além de vocês que sempre me mandam novidades, meus amigos e familiares sempre comentam comigo suas experiências em restaurantes, pedem dicas ou falam para combinarmos de ir a algum sushi ou fazer em casa. Ou seja, estou sempre cercado por informações de comida japonesa por todos os cantos!

Desta maneira, novidades batem a minha porta sempre! Desta vez foi algo que eu já tinha visto por aí “nas internets”, mas nunca tinha nem pensado que iria provar. Estou falando de sushicake (bolos de sushis), ou de sushis em formato de bolo!

Antes que vocês comecem a torcer ou nariz ou fazer cara feia, podem parar, isso já existe faz um bom tempo no exterior e grandes chefes já aprovaram, como o Morimoto (que foi um Iron Chef original), e é um dos maiores nomes da culinária japonesa do mundo.

Vocês então devem estar se perguntando: “mas então Gourmet San, nos diga, é bom? onde? quanto? como??”

Ok, vamos lá! Aqui em São Paulo temos uma empresa pioneira em sushi cakes (sushis em formato de bolo) que é a Sweet Sushi! Eles acabaram de começar as operações e já estão fazendo sucesso! Claro que fiquei sabendo rapidamente deles e fiz questão de ver qual que é a desse sushi em formato de bolo!

Por enquanto eles não possuem site, mas possuem uma fanpage no facebook e aceitam pedidos por lá, por email (sweetsushisp@gmail.com) ou telefone (11 95874-5248). Achei que eles estariam sem movimento, afinal acabaram de abrir, mas a coisa ta indo bem aparentemente, pois fiz um pedido correndo em cima no dia 23/12 e eles só puderem me enviar no dia 24/12 depois do almoço. Ou seja, programem-se, caso queiram provar um bolo de sushi no jantar, peçam no horário do almoço. Os bolos não estão prontos, como estamos falando de sushi

Eu pedi 2 bolos de tamanho P, que servem 2-3 pessoas e custam 70 reais cada um, ou seja, mais ou menos de 25-35 reais por pessoa, bem menos do que qualquer rodízio de comida japonesa! Bom, vamos ver se vale a pena abaixo?

Sushicake 1: Sweet & Spicy

Sushicake de salmão com raspas de limão, avocado e mais alguns ingredientes que não consegui decifrar. Para cortar é bem fácil, aliás muito mais do que um bolo normal, pois o arroz cede bem mas como o bolo é bem montado, ele não desmonta em nenhum momento.

O sabor desse sushicake é excelente! Ele traz a combinação de salmão com raspas de limão, que é classicamente conhecida e funciona muitíssimo bem. Além disso, o avocado (abacate) trabalha super bem e vale lembrar que ele é ingrediente comum na culinária japonesa nos EUA. Infelizmente os abacates estavam um pouquinho desformes, isso é por que não eram avocados.

Vejam abaixo o bolo de outro ângulo.

Pois é, dá pra ver que vai bastante salmão, não é um bolo de arroz. Para melhorar ainda mais esse bolo é só colocar um pouquinho de shoyu ou tarê, e foi o que eu fiz! Agora vamos ao  outro bolo!

Sushicake 2: Salmão Sweet & Frutas

Bonito né? Esse é um sushicake muito mais complexo, ele leva diversas frutas como morango, cerejas, amoras, manga além do avocado e essas foram a que percebi. Sendo bem sincero, foi um pouco fruta demais, mas estava gostoso também, apesar de eu ter preferido o sushicake anterior. Quando cortei o bolo percebi que tinha muito mais ainda, vejam abaixo.

Dentre os ingredientes ainda percebi o gergelim e filamentos de algum vegetal (talvez cebolinha e alga-nori). Diferente do outro, esse não acrescentei nem shoyu ou molho tarê, mas acho que caberia muito bem também. Vale a pena comentar que as frutas selecionadas combinam bem com o salmão e o arroz adocicado, então tudo caminha bem.

Mas vamos lá, é necessário fazer uma análise mais ampla do conceito desses sushicakes e não apenas dos sabores de cada um. Isso é muito importante pois a todos que mostrei o sushicake acharam estranho a primeira vista, com preconceito obviamente, mas depois de provarem a coisa mudou, davam uma risadinha e diziam: “não é que funciona mesmo? gostoso heim!”

Os sushicakes ou bolos de sushis, vão mais para o lado dos sushis do que de bolos, então não pense em algo como um pão-de-ló, suspiro e salmão e sim como um sushi grande com um trabalho especial. Para ser mais preciso ainda, eu diria que se trata de uma versão maior e mais bem elaborada dos bateras, famosos sushis prensados.

O sabor também não é algo super doce como os bolos normais, mas ele segue a linha de sushis agridoces que temos hoje em dia, portanto se trata de uma versão maior de sushis.

A Sweet Sushi possui diversas opções em seu cardápio, inclusive opções servidas em copos, vale a pena conferir, eu gostei muito da novidade!

Abraços

Gourmet San

Os melhores de SP em 6 semanas epi 2: Kinoshita

Olá a todos,

Hoje é o segundo episódio de uma série especial, todo domingo a noite, um post inédito sobre um restaurante japonês top de São Paulo e seu menu degustação (omakasse).

As visitas foram feitas por um enviado especial do Gourmet San, o Will, um colega fanático por comida japonesa e que visitou  apenas as indicações dos melhores! Foi assim, através de indicações minhas e uma pré-lista dele que se deu início a o que talvez tenha sido uma das maiores sagas de restaurantes japoneses, ele percorreu os melhores restaurantes japoneses seguidos, um por semana! Então ele tem a visão única do atual estado dos melhores!

Vamos lá, a review do Will de hoje é sobre o Kinoshita, o aclamado por muitos anos como melhor restaurante japonês de São Paulo. Eu mesmo já fui ao Kinoshita alguns anos atrás para comer um menu degustação e fui recentemente comer o mais que excelente Menu Executivo por Menos de 100 reais!

O Will confirmou tudo que eu já achava, o lugar é muito mas muito bonito tanto internamente como externamente, aliás, vendo da rua, ele é sem dúvida o mais impressionante de todos! Para essa experiência o Will reservou o balcão frio para o almoço e disse que o movimento estava muito tranquilo. O serviço de todos funcionários é do mais alto nível, digno da gastronomia internacional.

Como era para esse especial, o Will pediu o Menu Degustação de 7 pratos (300,00 reais), pois achou que o de 9 pratos (360,00 reais) seria um pouco demais tanto em comida como de grana, afinal, apesar de ser uma proposta honrosa visitar os melhores restaurantes sempre indo de omakasse, ainda era um almoço.

Enquanto o Will conversava com o sushiman a sua frente sobre sua escolha, preferências etc, sai de uma porta do fundo do balcão o super-chefe e hiper-simpático Chefe Tsuyoshi Murakami! Ele sem dúvida nenhuma é o chefe mais legal de todos! Bate papo, conversa, faz piada, é um cara que te faz sorrir ao mesmo tempo que te ensina sobre comida japonesa!

Bom, quando o chefe Murakami ficou sabendo que o Will tinha pedido o Omakasse de 7 pratos, gentilmente disse que iria dar um upgrade ao Will, e falou que o sushiman poderia servir o Menu Degustação de 9 pratos! Will deu sorte heim!

Bom, assim como no Jun Sakamoto, seguem os pratos abaixo! Todos os 9!

1. Shot de ostra com ikura (ovas de salmão), gema de ovo de codorna, tabasco e ponzu!

2. Unagui (enguia de água doce) com tofu frito e temperado com dashi!
3. Usuzukuri Kinoshita: vieiras vivas de picinguaba e carpaccio do peixe do dia com molho ponzu.
4. Atum com foie gras e molho teriyaki!
5. Guinda Misso Yaki: Sable fish do Alaska marinade no missô.
6. Sushis de atum, bijupirá, olhete, camarão e kobe-beef.
7. Beef Katsu no Tonkatsu: filet mignon empanado servido no molho tonkatsu.
8.Temaki de Unagui.
9. Arroz doce de sobremesa.

Eae, gostaram? Espetacular!!! Will disse que sem dúvida o Kinoshita ainda deve ser o melhor restaurante japonês de São Paulo em termos de pratos japoneses e servindo todos eles num Menu Degustação. Ou seja, a proposta são pratos japoneses e não sushis!

A criatividade, beleza e as técnicas colocadas em cada prato são muito difíceis de serem encontradas em qualquer outro restaurante. O Kinoshita é o Jun Sakamoto dos pratos (afinal no Jun o foco é no sushi).

Aliás, sobre os sushis, Will disse que eles são absolutamente excelentes e o arroz é ótimo, comentou também que foi um dos melhores kobes que já comeu. Porém o tamanho dos sushis deixa um pouco a desejar. É por isso galera, se for ao Kinoshita, não vá com a mente em sushis, foque nos pratos! =)

Sobre o Menu Degustação, é provável que a noite os pratos sejam mais incríveis ainda, afinal, tenho certeza que eles fazem ajustes e diferenciações entre almoços e jantares!

Resumindo, a comida é extraordinária, o ambiente é lindo, o serviço é nota 10, o chefe é nota 1000, o preço é compreensível se você somar tudo (inclusive a localização), mas devemos dizer que se fosse um pouco mais barato daria para considerar o Kinoshita um restaurante para ir todo mês e não 1x por ano.

Abraços e até a próxima!

Gourmet San

Kinoshita por menos de 100 reais! Almoço fantástico!

Olá amantes, entusiastas e fanáticos por comida japonesa!

Por muito tempo, e sem dúvida ainda hoje em dia, o restaurante Kinoshita, do mestre Tsuyoshi Murakami é considerado um dos melhores restaurantes japoneses de São Paulo! Muito tempo atrás (alguns anos) tive a incrível e inesquecível experiência de jantar lá num omakasse completo! Localizado na Rua Jacques Félix, 405 na Vila Nova Conceição (Vila Olímpia ) tel 3849-6940. 

Finalmente tive a oportunidade de retornar, não para um omakasse, mas sim para um almoço executivo! Para os entusiastas pelo Kinoshita e por omakasses já adianto os valores atuais (300 reais omakasse de 7 pratos e 360 reais o de 9 pratos).

Cheguei e o restaurante estava tranquilo, tinha reservado o balcão frio, então logo sentei no balcão e fui servido por um jovem sushiman que conhece tudo de comida japonesa. Num dado instante, sai da portinha do fundo do balcão o Murakami!

Ele possui uma presença única, você sente em suas primeiras palavras como ele traz uma energia única ao local. Cumprimenta todo mundo, faz saudações, referência, brinca, ouve, comenta e dá sugestões. Murakami é daqueles chefes que realmente faz o local, ele não é apenas a comida, mas sim toda aura que envolve a experiência gastronômica.

Como eu não tinha, nem queria gastar 300 reais no almoço fui ver o cardápio executivo! Possuem opção de 50 a 70 reais! Fui na de 70, que eu achei que era a mais completa!

O serviço no Kinoshita é nota 10, principalmente se você senta no balcão, conversar com um sushiman que conhece tanto e principalmente com o Murakami é algo que poucos restaurantes oferecem!

Começamos com um básico de tradicionais restaurantes japoneses: uma saladinha!

Ela era uma saladinha comum, bem temperada, nada a reclamar, se eu posso dar uma dica, sempre coma essas saladas em menus executivos, você nunca sabe se sairá satisfeito ou não.

A seguir, mais uma entradinha, mas um pouco mais preparada, digamos assim, algo da casa! Um berinjela com molho cítrico especial!

Olha, eu não sou muito fã de berinjela, mas como estava numa casa top, com um chefe top, confio no taco deles! A berinjela estava com uma textura e sabor excelentes!

Enquanto eu comia as entradinhas o sushiman ficava de olho para acertar o timing e me servir o prato seguinte, nesse caso foi um carpaccio de bijupirá com molho cítrico feito na casa!

Sabores suaves, um prato coeso, que não precisa de mais nada, é simples mas delicioso. Aliás, acho que essa é a principal característica do Kinoshita, todos os pratos são bons ou excelentes exatamente da maneira que eles vem. Em nenhum momento você come algo e pensa que poderia ser melhor se fosse tivesse o ingrediente x ou y.

Em seguida me serviram o que eles chamam de mini tirashi de atum:

Esse foi um dos melhores pratos que já comi, o atum (fresquíssimo por sinal) foi servido envolto de uma pimenta japonesa especial (não é a sriracha) o que deixou o peixe com um aspecto mais suave e cremoso, “comeria em quantidades absurdas”! O arroz e os flocos de tempura complementam o prato com textura, volume e um ar mais salgadinho, nota 10!! Deu vontade de pedir um desse tamanho família!

Agora vamos lá, o prato principal do almoço, pedaços de pescada-amarela empanada, servida com molho tonkatsu caseiro e um pouquinho de mostarda!

Eu juro que eu achei que esse prato não iria me empolgar, mas ele é demais! Como eu disse, no Kinoshita os pratos são completos. O peixe estava perfeitamente empanado, saboroso e suculento, ele estava cozido por dentro de maneira igual. Os pedaços eram grandes, do tamanho de uma mão de mulher com estatura média. O molho tonkatsu faz você querer mais e mais. A mostarda é a grande sacada, é a mesma mostarda que faz o wasabi comercial, então quando você prova essa mostarda na verdade lembra do wasabi!

Terminando essa sequência de entradas e prato principal eu estava 100% satisfeito, ou seja consegui provar a vocês e a muitos “foodies” que dá para ir ao Kinoshita, comer bem e não gastar uma fortuna! Basta ir no horário certo e saber pedir!

Agora alguns amantes de comida japonesa podem estar pensando, mas posa Gourmet San, uma refeição sem nenhum sushi? Sim! O Kinoshita não é um restaurante onde a especialidade são os sushis, eles focam na comida japonesa com um âmbito mais abrangente e fazem isso com maestria, talvez seja, junto ao Aizome, a melhor opção para comer o melhor da culinárias japonesa com variedade.

Mas como o Gourmet San tem uma função social também, de mostrar o máximo que os restaurantes podem oferecer, eu fui hiper-master glutão e pedi desnecessariamente o Sushi Matsu (por volta de 80 reais) que contempla os 9 sushis abaixo:

9 sushis diferentes, todos absolutamente excelentes! Atum (akami), barriga de salmão, robalo, linguado, pargo, carapau, vieira,  camarão e kobe beef! Todos sushis excelentes. O Kinoshita (segundo o Murakami e o sushiman) cozinha o arroz de uma maneira diferente, dando um sabor diferenciado ao arroz, assim como sua textura. Todos os peixes estavam excelentes, a vieira vem viva direto de Ubatuba (Picinguaba), além disso os sushis possuem um preparo especial, chamuscados ou com temperos.

Outro ponto importantíssimo é que os sushis são servidos com um shoyu da casa, praticamente 0% salgado! Nesse ponto o Murakami disse: “com esse shoyu você pode até molhar no arroz que não atrapalha o sabor do sushi!”.

Todos sushis estavam excelentes, se eu posso apenas fazer uma crítica construtiva é que eles poderiam ser um pouquinho maiores!

O Kinoshita deixa saudade assim que você sai de lá, e vale a pena ir no almoço, gastar menos e comer muito, mas muito bem mesmo!

Abraços e até a próxima!

Gourmet San

Meu Sushi Delivery – o melhor delivery de comida japonesa de São Paulo

Queridos amantes do peixe cru e do arroz avinagrado!

Aqui encerro uma sequência de análises de deliveries de sushi, mas por que? Por 2 motivos, o primeiro é que está na hora de fazer um apanhado geral de todos e também por que começarei análises de alguns restaurantes um pouco mais tradicionais e visitarei outros bairros de São Paulo que muitos leitores tem me pedindo!

Hoje retorno ao meu primeiro pedido de comida japonesa delivery de todos, o Meu Sushi Delivery. Por incrível que possa parecer, digo logo de cara, eu tive a sorte de abrir e fechar as análises com chave de ouro! =) Se você quer acompanhar a análise abaixo de uma maneira melhor, recomendo que leia a review do primeiro pedido para ver como estavam minhas expectativas e como analisei tudo na época.

Resolvi fazer o pedido no Meu Sushi Delivery justamente para ter certeza de que é o melhor delivery de comida japonesa de São Paulo, afinal todo lugar pode ter seu dia de sorte ou azar, mas é melhor testar novamente o que foi bom e não os ruins, concordam? Hahaha

Não enrolando mais, fiz o pedido para minha família, 4 pessoas, diferente da primeira vez que pedimos para 2! Como queríamos comemorar algo especial mas não conseguimos sair de casa, não nos importamos em investir o que investiríamos num restaurante japonês bom, ou seja um pouco mais de 70 reais por pessoa. O pedido demorou 55 minutos para chegar, ou seja, praticamente 1h, não foi o delivery mais rápido, mas para um sábado a noite acho que foi ok.

O pedido chegou assim:

Logo de cara vocês podem comparar com outros restaurantes que fazem entrega, as sacolas de entrega são muito melhores e mais legais de serem recebidas, como eu já cansei de dizer, entregas em sacos pretos dá uma sensação muito de saco de lixo, desculpe dizer isso mas é a verdade, concordam comigo? Pois bem, vamos voltar a falar do Meu Sushi, né? Vejam abaixo tudo que veio dentro das sacolas personalizadas!

Além das sacolas personalizadas eles também possuem embalagens de sushi diferentes de todos outros deliveries, eu já tinha analisado isso na outra review porém vale a pena citar que, não sei o investimento que eles fazem para ter essas embalagens diferentes, mas não dever ser fácil ter algo tão personalizado assim.

Junto com as embalagens para a comida recebemos também os conjuntos abaixo com caixinhas para os hashis, mini shoyus, guardanapos e um ímã de geladeira:

Quando tiramos tudo de dentro houve um choque do pessoal que estava comigo. Minha mãe disse que parecia um presente que ela sem dúvida gostaria de receber ou até se sentiria feliz em dar para alguém. Interessante né, às vezes ficamos muito focados só em um tipo de análise e com outras pessoas comendo com você sua mente se abre a novas idéias.

Vamos lá, para a análise da COMIDA!!! To ficando faminto já, preciso começar a escrever essas análises enquanto como algo =(…

O primeiro prato que abri correndo foi o Hot Roll Salmao Meu Sushi R$ 32.90:

Nossa, me desculpem, a foto acima saiu horrível né, só percebi agora! Mas eu queria mostrar como a embalagem segurou a temperatura dos hot rolls, vejam abaixo uma foto melhor, ehehe:

Vocês perceberam algo diferentes desses hot rolls? Eles são empanados com o arroz para fora, diferentes da maioria dos lugares. Outro fato legal é que foi colocado pouco creamcheese, mas, apesar de eu não aprovar creamcheese em sushi, eu acho que faltou um pouco neste hot roll. Aliás, hot roll para mim é o único sushi que deveria ser permitido colocar creamcheese. Voltando ao hot roll de salmão do Meu Sushi, vale lembrar que mandaram um molho tarê para acompanhar e fica sensacional, esse é um dos melhores pratos deles, peçam!!

Seguindo, como eu estava com amantes de sashimi, pedimos um Sashimi mix 32 fatias por volta de 150 reais. Diferente de outros restaurante japoneses que me decepcionaram quando enviaram sua própria seleção de sashimis, O Meu Sushi mandou bem, graças a Deus, afinal 150 reais não é barato, mas recompensou, afinal mandaram bem no polvo que eu gosto demais.

Antes de você ver o prato na sua frente, você pode pensar que 32 fatias de sashimi é pouco para 4 pessoas, mas confie em mim, não é, no final nos esforçamos para não deixar nada pois acabou sendo sashimi demais! Todos peixes estavam bons, o polvo, salmão e atum estavam gostosos, fiquei feliz com o polvo, não tem nada pior do que ficar disputando fatias de peixe com as pessoas que você está comendo, mas com essa variedade e quantidade, ficou tudo mais fácil. Vejam abaixo mais duas fotos:

Seguindo, vamos ao evento principal para mim, os nigiris! Para mim não tem erro, o melhor tipo de sushi é o com arroz e fatia de peixe em cima, sou capaz de comer só isso num jantar japonês. O pedido foi o Degustacao de Duplas por volta de R$ 120,00! Veio mais do que eu esperava e mais variedade, inclusive com muitas ovas em sushis gunkan estilo djos.

Como vocês podem ver pela foto principal acima, vieram 4 nigiris de cada tipo, salmão, atum, polvo, prego entre outros que veremos abaixo. Os nigiris do Meu Sushi são o que eu espero de um restaurante japonês não super tradicional, não espero que me surpreendam, apenas que me agradem e matem a vontade de um sushi gostoso, com peixe fresco e arroz bem temperado.

Além dos nigiris da foto acima, também tiveram outros sushis que acompanharam este super combinado degustação de duplas, vejam abaixo os gunkan com ovas e o famoso e os amados djos:

Todos estavam ótimos, eu acho que hoje em dia restaurantes japoneses não devem pensar mais em não usar ovas em seus sushis, os amantes de comida japonesa já estão mais que preparados para dar os próximos passos e experimentar novos sabores, então eu mais que aprovo servir sushis com ovas! O único fato negativo, se podemos dizer isso, são os sushis de kanikama, mas acho que não cabe muito essa reclamação, afinal o nome do prato é combinado degustação de duplas, então é de se esperar qualquer tipo de sushi. O ruim são os restaurantes que focam em kani, o que não foi o caso.

A seguir, um dos pratos mais gostosos que o Meu Sushi possui, o Salmão selado sobre purê com wasabi R$ 59,90. Este prato é sensacional por alguns motivos, primeiro que não vem uma fatia fina sequer, elas são bem generosas e até um pouco mais do que deveria, pois alguns pedaços se desfizeram quando pegamos com os hashis. Falando um pouco mais, o salmão selado veio com crosta de gergelim, uma delícia e agora a melhor parte de todas: o purê de wasabi. O salmão selado com crosta de gergelim vem sobre uma caminha de purê com tempero de wasabi, não achem que é ardido demais, não é! O sabor fica apenas um pouco mais desenvolvido e sofisticado, aprovadíssimo!

Deem uma olhada numa outra foto, é de encher de água e boca!

Gente, o pedido foi esse, o que acharam? Além desses pratos, vieram brigadeiros de colher para sobremesa como cortesia que eles sempre enviam! Demais! Dá vontade de pedir sempre! Claro que o Meu Sushi não é barato, mas é moderno e a comida possui um quê de estilo japonês tradicional, com poucas invenções sem pé nem cabeça como vemos por aí, do corte dos peixes aos pratos quentes. Com exceção de alguns pratos exclusivos, mas que aprovo, como o salmão selado com crosta de gergelim sobre purê de wasabi.

Em São Paulo, dentre todos restaurantes japoneses com delivery que teste, escolho o Hideki para ir e frenqüentar (sobretudo no buffet do almoço), mas sem dúvida o Meu Sushi Delivery é o melhor delivery de comida japonesa para pedir e comer tranquilo e feliz em casa, pois eles são especializados mesmo, o foco deles é o delivery, não atendem no local, apenas para retirar e lembrem-se, pode pedir até 3h de manhã!

Áreas de entrega e cardápio em www.meusushi-delivery.com.br

Bom, vou ficando por aqui hoje!

Abraços

Gourmet San

Tiger Restaurante – cupom Peixe Urbano

Olá a todos amantes do peixe cru!

Fazia tempo que o Gourmet San não ia a um restaurante através de um cupom de compra coletiva, mas como o Tiger era um restaurante que sempre chamou a atenção, não perdi a oportunidade! Para quem não sabe, o Tiger é um restaurante que serve tanto comida japonesa como tailandesa, fica na Rua Jacques Félix, 694, tel 3045-2200 (tigerrestaurante.com.br).

Foi um pouco difícil de achar o restaurante na rua, antes havia a imagem do rosto de um tigre iluminado do lado de fora, mas agora ele está escondido. O interior é diferente da maioria dos restaurantes japoneses, os móveis são um pouco mais imponentes, maiores e mais estofados.

Chegamos, entregamos o cupom e como o Gourmet San sempre faz logo pediu a garçonete que pudesse trazer tudo que eles tivessem de mais exótico. Com uma cara muito fechada ela disse que eles não tinham nada de exótico…pensei, ok, aqui já não me surpreenderá com nada em termos de gastronomia japonesa.

No começo foi bem rápido, serviram a clássica saladinha de pepino, a sunomono, o shimeji e um shot de suco de abacaxi com gengibre e no fundo um líquido vermelho que me parecia pimenta! Quem gosta de sabores mais picantes irá gostar, vejam abaixo:

Trouxeram as bebidas também e as entradas clássicas, guioza e harumaki e também bolinhos e trouxinhas de salmão!

Aqui o Tiger mandou bem, o sabor estava ok, mas a apresentação é muito inteligente, colocando todos num recipiente só. As vezes cansa ver os garçons trazendo mil cumbucas e pratinhos pra cada entrada, poxa não custa nada trazer tudo junto desde que bem montado como no Tiger, deem uma olhada:

Após essas entradas começou a demora, logo pensei: pronto, começou o drama do cupom…não vão nos servir bem! De fato, eu acho que a garçonete estava de má vontade conosco, mas um outro garçom, de óculos, prestou um serviço exemplar e se mostrou muito preocupado em nos trazer o primeiro combinado de sushis!

Quanto a qualidade dos sushis não há do que reclamar, peixes frescos e bem fatiados, 4 variedades de peixe já é um número bom. O arroz estava bem temperado, não foi o melhor arroz do mundo, mas acima da média. Algo que vou frisar é realmente o salmão, muito saboroso, com fatias grossas e bem cortadas. Dei uma olhada para os 2 sushimans atrás do balcão e eles tinham cara de que sabiam mesmo o que estavam fazendo.

Nos serviram também a pequena porção de hot rolls abaixo, achei muito pouco…estávamos em 4 na mesa, poxa, 1 para cada um é muito pouco, mas estava gostoso! A casquinha bem crocante, sinal de que tinham acabado de fritar! Com uma massinha bem sequinha.Falando em fritar, neste momento pedimos uma porção de tempurá que não havia vindo, demorou um pouco mais veio.

Os vegetais foram batata doce, abobrinha, berinjela e cebola! Prato muito similar ao irmão de endereço deles, o Kinoshita, que fica na mesma rua, mas mais a frente!

O restaurante quando chegamos estava meio vazio, mas neste momento já estava mais cheio, quase com que todas mesas ocupadas e foi possível ver outras mesas sendo servidas com enrolados muitos diferentes…aí chamei a garçonete e pedi enrolados que nem os que estavam sendo servidos para outros clientes. Ela disse que nao estavam inclusos em nosso rodízio e que não poderia, aí eu perguntei que outro rodízio existia, ela mudou de argumento e disse que ia trazer. Esperamos 15 minutos e nada…

Chamamos o garçom loirinho de óculos novamente e falei pra ele que queríamos aquele prato. Ele disse que não estava incluso em nosso rodízio…e ele soltou a temível construção: “rodízio-peixe urbano”. Ou seja, nós somos clientes diferentes? Nós não merecemos o mesmo? Eu disse a ele que no cupom não estava descrito nada disso e que ele se virasse pra trazer, pra ver com o chefe e tal. Passado alguns minutos, nos trouxeram o prato abaixo:

São enrolados de salmão chamuscados, com shimeji em cima, estava simplesmente maravilhoso, esse prato é dos melhores mesmo, vale a pena! Apenas nota-se para um dos enrolados ter vindo meio que abrindo…

Como a fome ainda não tinha sido saciada, pedimos mais um combinado, que como no primeiro, veio muito bom, manteve-se o padrão. O que eu gostei é que não serviram enrolados de pepino e kani! Pior coisa é querer entuchar isso ao cliente!Agora parem e olhem com atenção no primeiro nigiri de salmão da esquerda e como é possível ver os sulcos no peixe! coisa linda!!!

Depois desse prato não cabia mais nada, apenas…apenas a sobremesa é claro! hahaha

Nisso o Tiger não decepcionou, sobretudo com o tempurá de sorvete! O petit gateau estava normal, já comi muitos melhores. Mas fica a dica, peçam o tempurá de sorvete do Tiger! Além de bonito é muito bem feito e saboroso!

No final, pedimos a conta.

Para minha surpresa negativa, alguns pontos…primeiro, 5 reais um refrigerante!!! Segundo, como esperado, nos cobraram os 10% de cada rodízio, ok, até aí normal, mas no cobraram 10% de um rodízio cujo preço era 41 reais! Esse não foi o mesmo rodízio vendido no Peixe Urbano!

Na promoção estava claro que o valor do cupom era de 82 reais, o que incluía um rodízio e uma sobremesa, ou seja, ou cada sobremesa custa 40 reais ou nos serviram o rodízio de 41 reais e não o de 60 reais como prometido, lamentável e triste, sobretudo por que depois nós conferimos a diferença dos preços dos rodízios deles e realmente o de 60 e poucos seria o que viria com todos os outros enrolados especiais…

Gourmet San lamenta, poderia ter comido coisas novas no Tiger, mas ficou na mesmice…Mais uma vez o cupom de compra coletiva decepcionando…

Fora isso, o Tiger parece ser um restaurante bom para você ir normalmente, claro, sem o cupom…se não, espere um rodízio normal!

Abs

Gourmet San

Restaurante Kinoshita – melhor restaurante japonês de São Paulo

Olá amantes do peixe cru!

Sim, vocês leram corretamente, esta review é sobre o aclamado melhor restaurante japonês de São Paulo, o Kinoshita. Liderado pelo pop e super simpático chefe Tsuyoshi Murakami, o restaurante se localiza na Rua Jacques Félix, 405 na Vila Nova Conceição (Vila Olímpia praticamente) tel 3849-6940 e o site é o http://www.restaurantekinoshita.com.br.

O local em si é super discreto, quem está de fora consegue imaginar que lá seja um restaurante mas não há placas nem nada indicando o Kinoshita, apenas um pequeno letreiro na porta de entrada! Isso é bom, gostei da discrição. Dentro a primeira coisa que você encontra é hospitalidade, seja do ambiente incrivelmente harmônico até a atenção e cordialidade prestadas por todos: hostessmaitre, garçons e sushimans, todos te comprimentam…Inclusive o chef Murakami! Ele percorre o restaurante de cima abaixo parando a conversando com todos de forma super espontânea, amigável e divertida!

Fui ao Kinoshita a convite de um amigo meu que conhece pessoas da casa e gostaria que o Gourmet San tivesse essa experiência incrível de comer no melhor restaurante japonês da cidade de São Paulo. Um jantar sai em média por 200 reais por pessoa, pra mais, e o cardápio é focado nas “escolhas do chefe”, sequências de pratos que variam de acordo com o dia, para servir sempre o melhor que há disponível, é como se fosse o famoso “omakase”. Também há outras escolhas de pratos a la carte, mas eu recomendo fazer o que o próprio Chef Murakami disse: “se entregue a experiência”.

Após a chegada de mais 2 conhecidos de meu amigo, sentamos a mesa, por sorte, ao lado do balcão! Vocês sabem que o Gourmet San sempre prefere sentar ao balcão, mas dessa vez não foi possível, fica pra próxima! Bom antes de mais nada, vejam uma foto de onde eu estava posicionado:Fotografei em um momento que o Chefe Murakami estava em ação preparando um prato. Além disso, merece o destaque a cozinha aberta ao salão, inclusive com a parte de pratos quentes como o tempurá, isso é sensacional pois nenhum cheiro de fritura ou óleo provem, nos permitindo apreciar a ação deles sem sofrer com calor ou odor.

Nós não tivemos que pedir nenhum prato, tudo foi servido automaticamente.

De entrada serviram 2 pratos. O primeiro foi uma saladinha de couve em cubos, eu nunca havia visto isso e não sou muito fã de couve, mas estando no melhor restaurante japonês de São Paulo, não estava na posição de não experimentar algo. Estava até que gostosinho! Serviram também um sunomono bem moderno, com pimenta dedo-de-moça e lichias, sensacional, sem palavras!

 

Logo depois, com um timing perfeito, começaram a vir os outros pratos. Sempre acompanhados com explicações bem completas sobre o que estava sendo servido.

Esse prato abaixo é um carpaccio de salmão com flocos de tempurá e ovas. Sem palavras, uma delícia, um sabor totalmente inesperado e refrescante, dá vontade de comer isso a noite toda! O salmão não era muito fino, possuía uma espessura que enchia nosso paladar!

Atum selado com molho a base de missô e uma gema de ovo de codorna para ser misturado ao molho do prato: pessoalmente, eu achei o “selamento” do atum um pouco profundo demais, eu prefiro quando é um pouco mais superficial, mas também estava gostoso demais, o atum estava com um tamanho perfeito também, é bom quando ele é mais gordinho.

Tempurá de legumes: Vale a pena ressaltar que o Gourmet San é especialista neste prato, e sempre prova de diversos lugares, desde o da feirinha de quarta-feira a noite no CEAGESP até os de simples restaurantes de rodízios de sushi. Minha preferência é pelo tempurá com todos legumes desfiados e fritos juntos, mas o do Kinoshita é com legumes individuais.

Não vou negar, o tempurá do Kinoshita foi o melhor que já comi, por 2 motivos: o primeiro é pela leveza com que ele foi frito, simplesmente incrível, massinha sequinha, e o segundo é a capacidade de fazer ficar gostoso tempurá de legumes individuais, pois tempurá de camarão também é fácil ser gostoso…Então o Kinoshita ganha o prêmio de melhor tempurá até agora, servido com um molhinho muito bom.

Salmão grelhado marinado no missô por 7 dias. Esse prato me fez arregalar os olhos quando ouvi a descrição. Pena que tivemos de dividir em 4, eu comeria uns 2-3 desses sozinho!

Carpaccio de robalo. Esse prato deve ser o de apresentação mais refinada, ele realmente abraça a idéia da importância visual na gastronomia japonesa. O sabor era gostoso também, nada espetacular, talvez o molho estivesse em excesso.

Camarão empanado com molho a base de maçã verde com molho tonkatsu importado do Japão! É esse é o famoso ebifry, estava muito gostoso, nada espetacular, mas como sempre, acima da média! Essa é a segunda vez que ouço falar desse molho tonkatsu, a primeira foi na temakeria Makis, mas comparar Makis com Kinoshita é inaceitável, então paro por aqui. Outro ponto que aqui devo destacar é que, assim como neste prato, o Kinoshita se destaca, principalmente pelos molhos espetaculares que eles fazem! Todos são fora de série, cada prato possui algo único e que você nunca provou antes.

Salmão selado. Fazia muito tempo que eu não comia um sashimi salmão selado! A última vez foi no Mori! Esse prato também estava muito bom. Vale a pena ressaltar algo que eu não disse ainda, a qualidade dos peixes do Kinoshita é de outro mundo, o salmão em particular chega a ser quase doce, muito mais saboroso que em qualquer outro lugar. Acho que deve ser retirado exclusivamente da barriga do salmão, mas isso é achismo meu.

Após terminarmos estes pratos o garçon chegou na mesa e perguntou se estávamos satisfeitos…assim…eu estava muito feliz com tudo servido porém…onde estavam o sushi e o sashimi? Afinal você vai a um restaurante japonês deste gabarito para provar também o tradicional. Então perguntamos pro garçon se era possível, ele disse que sim. Então depois de um tempo voltou com  os dois pratos abaixo

Como estávamos 4 pessoas, eu achei pouco, mas meus colegas foram muito solícitos e me deixaram experimentar os que eu queria. Então vamos lá. Na primeira foto, comi o sashimi de salmão e o de atum. O de salmão realmente é o que foi dito antes, sabor incrivelmente vivo e o de atum muito bom também, sabor bem forte, o sashimi era denso!

Agora a minha parte favorita, os nigiris, abaixo Logo de cara comi o gunka de ovas vermelhas a esquerda. Foi um dos melhores sushis de ovas que já comi, estavam super frescas e encheram minha boca de sabor. Logo depois comi o do lado direito, o nigiri de  polvo (tako), foi o melhor de sushi de polvo também que comi, deve ser cozido com temperos muitos bons e algo muito curioso foi que ele estava muito mais marronzinho que o normalmente, visualmente bem melhor. Fiquei muito feliz também de poder provar o branquinho no centro, de vieira! Como os outros, valeu muito a pena.

Depois desses nigiris eu fiquei plenamente satisfeito, deu para atestar que a qualidade dos pratos mais tradicionais também é altíssima! Mas um de nossos convidados, que não é muito aficcionado pelo peixe cru, perguntou ao garçon se eles tinham qualquer prato com a iguaria kobe beef. Pra quem não sabe, o kobe beef é um tipo de carne especial criado com técnicas especiais no cultivo de gado, e é uma das carnes mais caras do mundo!

Para minha infinita surpresa, o garçon respondeu que sim! E depois de um tempo ele serviu esse incrível prato:

Fatias de kobe beef, com pasta de missô, acima sal, abaixo pimenta e também um molho especial para o prato. Foi um dos vários pontos altos da noite, sem dúvida nenhum! Espetacular, vale a pena provar!

Bom gente, pareceu um sonho, que você estava no céu comendo comidas sensacionais, mas meu jantar acabou por aí, fiquei satisfeitíssimo com o Kinoshita! Vale a pena visitar, é bem caro, mas também é único, mistura com excelência todas características que eu jamais imaginei de um restaurante japonês: tradição, modernidade, qualidade, serviço, ambiente e um chef atencioso e presente!

Guarde um dinheirinho e vá ao Kinoshita!

“Se entregue!”

                                         Chef Murakami

Abraços

Gourmet San (muito feliz!!)