Lamen Açu: Lamen Com Um Toque Amazônico?

Casa de Lamen Tradicional da Praça da Árvore

Aqui é o Marcelo Asamura da loja Konbini Produtos Orientais , visitei o Lamen Açu a convite do Willian Sesaki que é um amigo das antigas.

A casa de Lamen dele é uma das pioneiras na cidade de São Paulo e sem dúvida, o Lamen pioneiro na região da Praça da Árvore em São Paulo, próximo à região da Saúde que concentra muitos descendentes de japoneses de SP.

Eu visitei a casa de Lamen faz uns 2 anos atrás bem na época de inauguração da casa, a casa é bem clean, bem limpa e organizada.
Não sou só eu que estou falando isso, a maioria das avaliações do estabelecimento ressalta este diferencial.
Na época, a casa já ficava lotada, pois Lamen é um prato bem servido, saudável e com ótimo custo/benefício e na região, não havia nenhuma outra “Lamen House“.

Conversando com Willian, ele me contou que passou um tempo no Japão estagiando numa Casa de Lamen para aprender mais sobre como preparar este delicioso prato japonês.
Isso é um grande diferencial, pois ele pode aprender os processos, os sabores e temperos de cada caldo da casa.

Fusão com a Culinária Amazônica

O conceito do Lamen Açu está na fusão da culinária japonesa com a culinária amazônica. Pois é, isso mesmo, uma fusão que resulta num prato totalmente diferente.

É o caso do Amazon Lamen que faz essa fusão, esse Lamen contém os seguintes ingredientes: moyashi, negui (cebolinha), hakusai (acelga), ovo, camarão, naruto (massa de peixe), nori, kikurague (cogumelo orelha de pau), Jambu, caldo de frango com Tucupi.

Para quem gosta de novidade, esse Lamen é exclusivo da casa.

Cardápio para todos os Gostos (inclusive Veganos)

Para os mais tradicionais, a casa conta com o Shio Lamen, Shoyu Lamen e Missô Lamen como a maioria das casa, mas também alguns novos Lamens:
Mabo Nasu Lamen (berinjela com carne moída), Karê Lamen (Lamen com Curry Japonês), Lamen Vegano (receita exclusiva da casa) e Hiyashi Ja Ja Men (Lamen frio sem caldo).

Opções de Lamens para todos os gostos, além de diversas entradas como o Tradicional Guioza, o Nasu Dengaku (berinjela japonesa com jambu ou farofa de castanha do pará), Dadinhos de Tapioca, Filé Vegano e Costelinha de Tambaqui.

Também oferece outros pratos como os Donburis (tigelas com arroz e vários acompanhamentos por cima): Mabo Tofu Don (tofu apimentado com carne moída), Katsu Donburi (lombo à milanesa), Shimeji Don (com opção vegana), Katsu Karê (lombo à milanesa + Curry japonês), Parmekatsu Don (filé à parmegiana com molho oriental), Maniçoba Don (folha da maniva, carne bovina, costela, paio, charque, pimenta e farinha de mandioca).

Na inauguração, eu pedi o Mabo Nasu Lamen, segue foto abaixo:

Uma opção muito bacana para quem gosta de berinjela no estilo japonês. Eu particularmente aprecio muito uma boa berinjela ao estilo japonês (Nasubi).

Nesta última visita, eu pedi um Shoyu Lamen que também estava bem saboroso, Lamen que não é enjoativo e saboroso.
Entre os 3 tipos de Lamen mais populares: Shio, Shoyu e Missô, costumo pedir mais o shoyu que costuma ser o mais equilibrado.
O Shio tem um caldo menos intenso, o shoyu costuma ser equilibrado e o missô costuma ser mais forte, mas um pouco enjoativo em alguns casos.
Se você nunca pediu Lamen na vida, fica essa dica, comece pelo Shoyu Lamen.
Se preferir um sabor mais suave, experimente o Shio Lamen (caldo da casa), mas se quer um caldo mais forte e rico, experimente o Missô Lamen.

Abaixo, segue uma entrevista com o próprio Willian Sesaki do Lamen Açu com o Hiro Ozono, nosso parceiro do Sushibilidade.
Obs: eu estou gravando a entrevista, por isso que não apareço no vídeo.

Preparamos o primeiro Curso de Lamen Online chamado Lamen Gourmet com o Chef Willian ensinando 05 tipos de Lamen: Shio Lamen, Shoyu Lamen, Missô Lamen, Tantan Men e o Tsukemen (lamen que está na moda). Assista ao vídeo abaixo para saber mais sobre os 05 Elementos Principais de um bom Lamen:

Lamen Açu

Aonde fica:

Rua Guaraú, 120.
Metrô Praça da Árvore.
Tel.: (11) 5589-9124

Atendimento:

Aberto:
Segunda a Quinta das 11:00 às 14:30 e das 18:00 às 21:30.
Sexta e Sábado das 11:00 às 14:30 e das 18:00 às 22:00.

Fechado: Domingo e Feriados

Acompanhe o Lamen Açu pelo Instagram: https://www.instagram.com/lamenacu/

Mirai Lamen: no Itaim também tem Lamen

Aqui é o Marcelo Asamura da loja Konbini Produtos Orientais , visitei o Mirai Lamen, a mais nova casa de Lamen do Itaim Bibi em São Paulo.

Fica muita bem localizada na Leopoldo de Couto, próximo aos melhores estabelecimentos da região.
Para quem não conhece esta rua, talvez com certeza se lembra do bar do Juarez na JK, o Mirai é bem perto de lá.

A casa foi inaugurada faz pouco tempo e o chef da casa é o Marcos Okazaki que já teve passagem por Izakaya e outros restaurantes.

Como a casa é nova, o cardápio ainda está sendo definido, mas o carro-chefe são os Lamens e o chef está desenvolvendo novos pratos como o Okonomiyaki (panqueca ou pizza japonesa), prato típico de boteco japonês que eu pessoalmente aprecio muito.

Vamos ao que interessa, o Lamen que eu pedi foi o Missô Lamen, gosto muito de Missô (pasta de soja), mas no caso de Lamen, é muito comum o caldo ficar enjoativo, mas não é o caso do Lamen do Mirai, o caldo é bem agradável e nada enjoativo.

Os demais ingredientes também são ótimos, o Chasu (carne de porco) tem um ótimo sabor, a combinação com Tigensai (acelga chinesa), Naruto (massa de peixe – kamaboko), Ovos com gema um pouco mole, Broto de feijão e Alga wakame, ficam ótimos em conjunto.

Além disso, experimentamos o KARAAGUE (frango frito ao estilo japonês) que é bem crocante e saboroso, combina super bem se você for acompanhar com uma cerveja ou um chopp. Inclusive, eles estavam com promoção de Chopp em dobro no dia, outro motivo para você visitar a casa.

Pedimos a anchova grelhada com um leve toque de azeite trufado, que estava grelhada perfeitamente acompanhando um porção de arroz bem servida com missô temperado no estilo de Okinawa, missô que eu achei bem delicioso.

Para quem gosta de pratos saudáveis, a casa oferece algumas opções de POKE, aquele prato no estilo havaiano que está em alta por todo o Brasil.

O Chef criou a sua própria versão do ONSEN TAMAGO, ovo cozido lentamente que fica com a gema mole e costuma ser servido com um caldo bastante saboroso. Para os fãs de ovo, esse ovo é imperdível, ainda não provei, mas provarei com certeza na próxima oportunidade.

O Chef está desenvolvendo uma receita de TAN TAN MEN, é um prato de origem chinesa, com um estilo diferente do tradicional ramen japonês, mas vale a pena conhecer.

Não consegui provar ainda todos os pratos, mas recomendo visitar essa casa de Lamen principalmente se você mora ou trabalha na região do Itaim, Vila Olímpia em São Paulo.

O Chef Marcos Okazaki me enviou alguns pratos da casa para você conhecer o trabalho deles:

Na próxima visita vou provar o Onsen Tamago e o Okonomiyaki e atualizo esse post para você saberem o que eu achei. Um Katsu Karê também vai muito bom no frio, quem sabe também experimento o Karê deles.

Vantagens:
Custo/Benefício, para a região, o preço é acessível.
Fica muito próximo de outros locais bacanas, você pode comer um Lamen e depois ir para um barzinho na região.
Se você trabalha na região, o local é uma ótima opção para almoçar. Já trabalhei na região e sei como é difícil encontrar bons lugares no Itaim para almoçar e que sejam acessíveis.

Desvantagem:
Como fui à noite, não é muito fácil de estacionar na região.

Endereço: Rua Leopoldo Couto de Magalhães Júnior, 777 – Itaim Bibi, São Paulo – SP

Curta o Facebook deles:
https://www.facebook.com/Mirai-Lamen-Itaim-Bibi-SP-968391310007757/

Imai Izakaya do Ronaldo Imai

Imai Izakaya, fora de rota, mas vale a pena

Aqui é o Marcelo Asamura da loja Konbini Produtos Orientais e hoje vou falar sobre o Imai Izakaya, é um Izakaya fora da rota, ou seja, não fica no Jardins, Pinheiros, Liberdade, Itaim ou Vila Olímpia. Ele fica na região da Cursino, para quem não conhece a Cursino, é uma avenida na região do Jardim da Saúde em São Paulo.

Bom, eu nunca teria conhecido o Imai alguns anos atrás, (é eu sei, demorei para publicar sobre ele), se não fosse um amigo coreano.
Pois é, coreano mesmo, logo que ele me falou que tinha um izakaya com pratos diferenciados naquela região, eu pensei: “esse coreano não sabe de nada, até parece”.

Depois dele insistir, eu acabei decidindo visitar o tal do Imai Izakaya, logo que cheguei, achei estranho porque é uma região bem residencial, você nem imagina que tem um restaurante japonês por lá, muito menos um Izakaya (boteco japonês).
Faz uns 2 anos atrás, era um restaurante simples (em meados de março de 2015), algum tempo atrás, eles reformaram e agora o izakaya tem um ambiente bem aconchegante.

Na época (2015), esse izakaya era um “achado”, se você não conhecer as pessoas certas, talvez nunca o encontraria.
Hoje em dia, muita gente conhece o Imai e alguns amigos vivem lá e não é por acaso, comida excelente e bebidas japonesas (saquê, shochu e cervejas) é o que garante que esse Izakaya fique sempre cheio.


Imagem: Auro Irasaka (fonte Google)

O Chef Ronaldo Imai prepara as iguarias do Izakaya, ele tem muita criatividade, consegue preparar pratos diferenciados com ingredientes exclusivos e em combinações improváveis.
Pedimos o Omakase que é o menu Degustação e neste dia (por sorte) tinha um belíssimo atum e dentre os pratos servidos tinha uma maravilho Chūtoro, ou seja, uma das partes mais nobres do atum que tem um sabor indescritível por ser a parte “gorda” do atum.
Então, vamos ao que interessa:

Saladinha de Frutos do Mar de Entrada.
Sashimi Selado de Atum com Molho Ponzu
Chu-toro batido com Ovas
Shimeji com Aspargos
Ceviche de Salmão ao molho de Wasabi
Gyutan (língua de boi)

 

Costelinha de Porco no Tarê
Polvo ao Molho Su Missô
Vieiras
Sashimi de Atum e Buri (Olho de Boi)
Um dos carros-chefe da casa: Tempurá de Shissô com Salmão e Ovas

Esse sou eu e o Chef Ronaldo Imai:  “esse chef virou um dos meus ídolos da culinária japonesa, menu diferenciado com ótimo custo/benefício.”

Recomendação final: visite o Imai, você não vai se arrepender.
Vantagens:
Menu Custo/Benefício e Menu de Iguarias.
Você escolhe se quer comer um Teishoku ou se está naquele dia para comemorar e pedir um Omakase.
O Chef é muito criativo, você vai experimentar pratos que não tem em outros lugares.
O clima é ótimo para comemorar tomando um saquê ou uma cerveja.

Desvantagem:
Fica longe das regiões mais badaladas de São Paulo, mas com certeza, vale a visita.

Endereço: R. Hipócrates, 139 – Cursino, São Paulo – SP

Visite o Facebook deles, tem algumas fotos de pratos que eu ainda não provei:
https://www.facebook.com/ImaiIzakaya/

“Acho que essa foto abaixo, deixa qualquer fã de Atum salivando.”

Hirá Ramen Izakaya: no coração da Vila Madalena

Aqui é o Marcelo Asamura da loja Konbini Produtos Orientais e vamos falar de um Izaka-ya (boteco japonês) numa das regiões mais charmosas de São Paulo, na Vila Madalena.

O local do Izaka-ya é realmente diferenciado, fica na Fradique Coutinho, no coração da Vila Madalena, região de São Paulo cheia de bares e botecos bacanas para conhecer.

O que mais chama a atenção é a decoração descolada deste boteco japonês.
Dá uma olhada no estilo do ambiente:

hira-ramen-izakaya-fachada

hira-ramen-izakaya-ambiente-01

hira-ramen-izakaya-ambiente-02

hira-ramen-izakaya-ambiente-03

Cardápios:

hira-ramen-izakaya-cardapio hira-ramen-izakaya-cardapio-01

hira-ramen-izakaya-cardapio-03

Pratos pequenos para experimentar e dividir igual nos izaka-yas tradicionais. No entanto, este é um izaka-ya moderninho. Não experimentamos o Lamen, mas o Chef Daniel Hirata foi descobrir novos sabores lá no Japão e creio que voltarei para experimentar. (Saiba mais aqui na reportagem da Veja)

Porções (otsumami):

Nirá (verdura japonesa que lembra um pouco o alho) que eu adoro com Baby Polvo. Gostei do prato, mas prefiro Nirá com um molho ou mais temperado.

hira-ramen-izakaya-baby-polvo-nira

O prato que mais nos impressionou foi essa Berinjela com Gengibre (Nasubi), ela era crocante e suculenta ao mesmo tempo e com um sabor simplesmente delicioso. Foi a grande surpresa da noite. Altamente recomendada:

hira-ramen-izakaya-berinjela-nasu

Hirá Buns: muito bom, a massa do pão é bem macia e o recheio é bem genial. Tem barriga de porco e pepino e aioli.

A combinação de sabores é perfeita, só queria que viesse umas 4 unidades.

hira-ramen-izakaya-hira-buns

Kaki Furai (milanesa de ostra), muito bom também, mas prefiro na massa de tempurá.

hira-ramen-izakaya-ostra-empanada-kaki-furai

O diferencial da casa na minha opinião são as bebidas com temperos aromáticos da ásia e os drinks diferenciados:

Bebidas não alcoólicas

hira-ramen-izakaya-bebida-02 hira-ramen-izakaya-bebida-capim-limao01

Drinks Especiais

hira-ramen-izakaya-drink-ginger-soul
The Ginger Soul
hira-ramen-izakaya-drink-tatame
Tatame
hira-ramen-izakaya-drinks
Drinks Diferenciados

Vale a pena conhecer a casa,

Endereço:
R. Fradique Coutinho, 1240.
Pinheiros, São Paulo – SP.
CEP: 05416-001

JoJo Ramen: Lamen de Tóquio em São Paulo

Jo Jo Ramen, vale a pena tanta espera?

Aqui é o Marcelo Asamura da loja Konbini Produtos Orientais e a avaliação de hoje é muito relevante para quem ama um bom Lamen.

Bom, o JoJo Ramen dispensa apresentações, pois para aqueles aficionados por esse macarrão com caldo e toppings maravilhosos, o JoJo é um must, ou seja, se você não foi até agora, está perdendo tempo.

E por ironia do destino ou não, o JoJo Ramen fica perto de casa e eu consigo reservar mesa pelo aplicativo e chegar na minha vez em pouco tempo. Que maravilha!

Se você não sabe nada sobre Lamen, dá uma lida neste trecho sobre o Lamen que você encontra no site do JoJo Ramen:

O Ramen:

Idealizado e preparado como uma forma de arte, o Ramen se tornou um símbolo da cultura de comida japonesa recente, sendo reconhecido como “Japanese Soul Food” e viajando por todo o mundo devido ao seu sabor único e formato mínimo. O JoJo está empenhado em trazer para São Paulo não só o sabor original, mas também todas as tradições e entusiasmo por trás das raízes do verdadeiro ramen.

Não há atalhos na preparação ramen, cada passo conta para o sabor original. O que está por trás de nossos produtos são horas de preparação do caldo, produção in house do noodle e uma preparação cuidadosa de cada topping e tare (tempero). O JoJo traz os chefs do Jiraigen, uma das mais tradicionais casas de ramen em Tóquio e cujo o dono é reconhecido como uma das lendas do ramen, para implementação dessa cultura.

O Ramen é composto de quatro componentes essenciais: o caldo, o noodle, os toppings, e o tare (tempero).

Vamos começar, imagina você chegar numa casa pequena no Paraíso, perto do Shopping Paulista para você ter um ponto de referência e se deparar com uma fila Enorme. ENORME MESMO!

Pois é, você está em frente ao Jo Jo, mais de 2 a 3 horas de fila nos dias mais lotados e com esse friozinho que continua fazendo em São Paulo, não tem erro, o Ramen é a combinação ideal.

 O lugar é pequeno, mas a fila apesar de ENORME é bem organizada, tem um sistema de espera e você pode dar uma volta na região e depois voltar só na hora que for a sua vez. Só isso, já me deixou bem mais aliviado, pois a pior coisa do mundo é você esperar numa fila pra sempre. Isso, eu acho que ninguém gosta.

Eu realmente acredito que fila só dá certo para lugares “excelentes” e o Jo Jo Ramen está muito perto disso. Ninguém gosta de esperar muito por algo que é mais ou menos, não é mesmo? Portanto, valeu a pena a minha espera!

Se você não é fã de filas, esse lugar, infelizmente não é para você.

Demorei para publicar esse post, pois fui 3 vezes ao Jojo Lamen e queria experimentar os outros Lamens.

Só não experimentei o Tsukemen que me parece delicioso, mas não é quente. E todos os dias estava muito FRIO! Ideal para um Lamen bem QUENTE.

Então, vamos ao que interessa: O LAMEN.

Shoyu Lamen = Lamen com Shoyu. Esse Lamen é bem saboroso, tem um caldo mais encorpado com o molho de soja. Gostei bastante.

Sobre os ingredientes: alga bem saborosa e crocante; Menma que é uma conserva de broto de bambu que é bem gostosa, o ovo não é dos meus favoritos (gostei mais do ovo do Momo Lamen), mas é diferente, o macarrão Lamen é bem consistente e delicioso. E o mais importante, o Tyashu (panceta de porco) é muito saboroso, pois eles passam a carne na grelha de carvão. O aroma que vem quando você recebe o Lamen na mesa é indescritível!

 jojoramen-shio-ramen-03

jojoramen-shio-ramen-01

Shio Lamen = Lamen com Sal. Esse Lamen é bem saboroso, mas é simples, você já deve conhecer um pouco o sabor, pois a característica dele é o sabor de caldo de frango. Muito bom e leve, mas não é tão diferenciado quanto os outros.

jojoramen-shioramen

Missô Lamen: Lamen incrível , pois o sabor é mais intenso e o missô (pasta de soja) é muito diferente do missô nacional, é menos salgado e tem adição de tutano de boi. Deixa o caldo bem encorpado e realmente é um tipo de Lamen que você não encontra em outros lugares.

jojoramen-missoramen jojoramen-miso-ramen-02

Deixo o melhor Lamen, na minha opinião, por último: JO JO KARA MISSÔ LAMEN.

É a versão apimentado do Missô Lamen, é simplesmente delicioso. E como eu gosto de pratos picantes, pra mim, no frio que estava em São Paulo, fez toda a diferença. Esse foi o primeiro Lamen que eu provei, só queria que fosse ainda mais apimentado, deve ser porque eu já provei Lamen Coreano (extremamente apimentados). No entanto, acho que para a maioria das pessoas, está numa picância adequada. Não faço questão que seja super apimentado, mas faz falta um pimenta a mais.

obs: para quem não é muito fã de missô pode ser um pouco enjoativo. Para quem gosta, é um prato excelente.

jojoramen-karamiso-03 jojoramen-karamiso-02 jojoramen-karamiso-01

Opções de Aperitivos/Entradas:

O meu favorito é o Karaague: franquinho frito ao estilo japonês.
Ele vem com um molho de maionese com ovo e acompanha repolho.

É bem crocante por fora, suculento por dentro e bem temperado. Recomendo.

jojoramen-karaague-02

jojoramen-karaague-01

Tsukudani: é uma conserva de alga kombu com shitake e katsuso, todos ingredientes têm muito Umami.
É bem gostoso para quem é fã de temperos japoneses, mas não é para todo mundo. Na dúvida, experimente ou evite se acha que não vai gostar!

jojoramen-tsukudani

Logo do Jojo Lamen:

jojo-ramen

Cardápio do Jojo Lamen:

jojoramen-cardapio

Acomodações:

jojoramen-interno-05 jojoramen-interno-02

Banheiro exclusivo com Washlet importado do Japão da TOTO BRASIL.
O Washlet é um assento sanitário de alta tecnologia que tem assento que esquenta, como vários fluxos de limpeza e com um console com botões ao lado como você pode ver nas fotos abaixo. Quanto estive no Japão, no frio, realmente fazia um grande diferença e por tem jatos de água é mais higiênico.

jojoramen-interno-06 jojoramen-interno-08

O que acharam?

Verifiquem os dias que com menos fila para não esperar muito.
O sistema de espera na fila funciona, então, você pode dar uma volta na região, passar no Shopping Paulista se for o caso e voltar para a fila quando chegar na sua vez.

Endereço:
R. Dr. Rafael de Barros, 262.
Paraíso, São Paulo – SP
CEP: 04003-041

Momo Lamen: Gourmetsan visitou na Inauguração

Olá, tudo bom?

Aqui é o Marcelo Asamura da loja Konbini Produtos Orientais e vou aproveitar enquanto o local é novidade e o Lamen está FRESQUÍSSIMO para vocês conhecerem a mais nova Lamen House de São Paulo.

Estava eu na Liberdade, sempre passo por lá umas 2 vezes por semana, e encontrei um chef que trabalhava no restaurante de um amigo, um ex-izaka-ya que ficava na Vila Mariana. Cumprimentei-o e ele me disse que estava trabalhando no Momo Lamen, já estava sondando a casa faz alguns meses que estava sendo reformada lá na Rua dos Estudantes, 34, bem na região mais movimentada da Liberdade. Bom, enquanto falava com ele, ele disse que a casa estava inaugurando hoje às 11:00, fui dar uma volta e falei pra ele que às 11:00 estaria lá para provar o Lamen dele.

Cheguei exatamente 10:55 na frente da loja, fui o primeiro cliente a entrar na MOMO Lamen House, posso dizer que fui o primeiro cliente oficial da casa, pois a pré-inauguração não conta, não é mesmo?
A atendente abriu a porta e eu como de costume, sentei no balcão na frente do chef. Perguntei pra ele qual era o Lamen da casa, e ele me disse que era o Kara Missô, no cardápio você identifica como Aka Missô. Kara vem de Karai, ou seja, salgado ou ardido em japonês.

Antes de falar do Lamen vou falar do local. Pertíssimo da Itiriki Bakery, ou melhor ao lado dela e em frente a Pastelaria Yoka e da loja Korea Mart. São 3 andares de Lamen House, dá uma olhada na estrutura nas fotos abaixo:

Entrada:

momo-lamen-05

Balcão:

momo-lamen-02

2o Andar:

momo-lamen-06

Balcão de Lamen no segundo andar:

momo-lamen-07

Cardápio na Entrada:
momo-lamen-01 Para você ter uma ideia de preço, preços na média do mercado em São Paulo:

momo-lamen-03-cardapio momo-lamen-04-cardapio

E o mais importante: o LAMEN.

momo-lamen-08

O que achei do Lamen: simplesmente delicioso.

Gostei muito do sabor do caldo, nem muito salgado, nem pouco salgado, não muito ardido, eu prefiro mais ardido, mas é algo pessoal, o Tyashu (carne de porco fatiada) é muito saboroso e o mais importante, o Lamen numa textura al dente e muito fresco.

Falando com o Chef, ele disse que tudo é feito na casa, inclusive o macarrão, o Lamen é feito numa máquina importada do Japão, pois um fornecedor nacional talvez não desse conta da demanda.

Fora isso, para evitar que o Lamen esfrie enquanto ele é enviado para os andares de cima, eles resolveram montar novos balcões de Lamen para o prato chegar muito quente na sua mesa, achei isso realmente sensacional. Eles testaram a entrega do Lamen do térreo até o terceiro andar e não chegava tão quente. Achei que foi uma preocupação grande em te oferecer o melhor Lamen, ou seja, o mais quente possível.

Onde fica:

R. dos Estudantes, 34.
Liberdade, São Paulo – SP
Pertinho do Metrô Liberdade.

Introdução aos Izaka-yas: Botecos Japoneses

Quem sou eu?

Primeiramente, deixe eu me apresentar, sou o Marcelo Asamura, o mais novo colunista do blog Gourmetsan.

Sou proprietário da loja Konbini Produtos Orientais, sou entusiasta da culinária japonesa e asiática em geral.
Entre as minhas preferências culinárias, estão os pratos quentes japoneses e por este motivo, sou grande apreciador de Izaka-yas e Saquês Japoneses.

A convite do Breno, criador do Gourmetsan, decidi ajudá-lo na difícil, mas muito prazerosa tarefa de cobrir os botecos japoneses de São Paulo.
Nos últimos anos, os Izaka-yas ganharam grande  destaque na mídia e cada vez mais casas de saquê (tradução literal de Izaka-ya) estão surgindo pela capital paulistana. Além delas, casas de Lamen também estão aparecendo em bairros não tradicionais, ou seja, fora da Liberdade. Também vou buscar falar destas casas maravilhosas, visto que eu adoro um bom Lamen.

Breve Introdução sobre Izaka-yas

Para você que não sabe o que é um Izaka-ya, fique bem atento às minhas publicações, pois muita novidade está surgindo e vamos buscar acompanhar de perto a maioria dos botecos japoneses aqui de São Paulo. Entre as novidades que eu já estou acompanhando, temos os Izaka-yas tradicionais como o Bueno Izaka-ya no qual você pode encontrar o Chanko Nabe (cozido consumido pelos lutadores de Sumô), e os novos Izaka-yas mais modernos como por exemplo o Minato Izaka-ya (com pratos mais sofisticados e um público bem animado), ambos eu já visitei e recomendo, mas falarei a respeito deles nas minhas próximas publicações.

Fiz um levantamento a e cheguei a cerca de 20 estabelecimentos em São Paulo que podemos considerar como um Izaka-ya ou Lamen-houses, e já devo ter visitado quase metade dessa lista. Falarei mais a respeito disso individualizando cada Izaka-ya visitado, só para se ter uma ideia de alguns: Ban, Bohn, Bueno, Hirá, Imai, Issa, Jipangu, Kabura, Kidoairaku, Kintarô, Matsu, Minato, Mitsuyoshi, Taka Daru, Yakitori, 2nd Floor, Aska, Jojo Ramen, Lamen Kazu, Tan Tan, Meu Udon (Espaço Kazu), Lamen-açu. E essa lista vai aumentar, com certeza.

O principal objetivo desta publicação é dar uma visão geral sobre o que são os famosos Izaka-yas.

Mas o que é exatamente um Izaka-ya?

Na minha humilde definição e me baseando também em especialistas no assunto como o Jo Takahashi do blog Jojo Scope, uma das maiores autoridades no assunto, inclusive com livro publicado “Izakaya: Por Dentro dos Botecos Japoneses” que está entre os meus livros preferidos de culinária japonesa, de forma sucinta, é o BOTECO JAPONÊS.

Explico melhor, é uma local que os japoneses vão para beber, e se você está mal informado, os japoneses bebem bastante, é uma questão até cultural, sair do trabalho e beber com os chefes e colegas de trabalho. Então, na essência é um pub ou bar, no qual você tem pequenas porções ou petiscos (Otsumami – おつまみ) (talvez um boa referência sejam as TAPAS ESPANHOLAS) para acompanhar a sua bebida que pode ser: Saquês japoneses, Shochus que eu vou falar mais tarde, Cervejas, Whisky e Drinks mais sofisticados hoje em dia nos izaka-yas modernos.

Bom, o que tem de diferente no Izaka-ya. Eu diria que TUDO. Se você pensa que vai num Izaka-ya para comer Sushi e Sashimi, talvez você se decepcione. Um ou outro Izaka-ya acaba atendendo este público, mas normalmente, mesmo quem costuma pedir Sushi ou Sashimi em Izaka-yas não está procurando Sushis ou Sashimis comuns, quer algo bem diferente, ou melhor, algo EXCLUSIVO.

Mas seguindo a linha tradicional, a maioria dos Izaka-yas tem cardápios diferentes, então é bem possível que você nunca fique entendiado visitando diferentes Izaka-yas, sempre vai ter algo novo para experimentar e a ideia é essa mesmo. Para você ter uma noção, têm alguns Izaka-yas que renovam seus cardápios de tempo em tempo e você sempre vai ver algo novo no cardápio do mesmo local.

Então vamos aos pratos mais populares, em outras publicações, falarei de bebidas:Karaaguê (frango frito ao estilo japonês), Kimpira Gobô (bardana), Okonomiyaki (panqueca japonesa), Edamame (soja), Karê Rice (curry), Missô Nasu (berinjela com missô), Gyoza (pastelzinho japonês), robatas (espetinhos japoneses), Potato Salad (salada de batata), Korokke (croquete ao estilo japonês), Tebazaki (Mistura de Asinha de Frango com Gyoza), Ramen (Lamen), em alguns você encontra até pratos preparados com Wagyu (conhecido como Kobe Beef). Eu diria que para os japoneses, é um tipo de Comfort Food e você vai notar assim que visitar um Izaka-ya, comida deliciosa mais caseira preparada com bastante cuidado, mas nem todos são assim.

Fora o tradicional, se você quer ir atrás do sushi e sashimi, então saiba que você pode encontrar iguarias em alguns locais (Aizomê, Minato e Imai) como Uni (ouriço-do-mar), Torô (atum gordo), Pratos com Nattô (soja fermentada),  Cortes diferenciados de Sashimi (Peixe serra, Carapau, Meca, Robalo, e muitos outros), fora as criações inusitadas dos chefs que são muito habilidosos e impressionam com a apresentação artística, vocês vão entender do que estou falando nas próximas publicações.
Essa categoria de Izaka-ya é bem interessante, mas é para aqueles que querem ter um experiência gastronômica diferenciada e estão dispostos a gastar bem mais do que o normal.

Bom, deixo vocês com algumas fotos dos pratos que eu mencionei e espero que vocês tenham gostado desta publicação.

Karaage ou Karaague
Karaage ou Karaague (fonte da imagem: Japanese Cooking 101)
Kimpira Gobo
Kimpira Gobo (fonte da imagem: Japanese Cooking 101)
Okonomiyaki
Okonomiyaki (fonte da imagem: Spark People)
Edamame
Edamame (fonte da imagem: MomJunction)

Um grande abraço,

Marcelo Asamura

Algumas Referências Interessantes: Huffington Post , Jo Jo Scope e Adega de Sake