Home / Preço / Acima de 150 reais / Gourmet San conhece o ZSan
Restaurante ZSan combinado de sushi salmão com raspas e vieira

Gourmet San conhece o ZSan

Eae gente, tudo bom?

Cada dia que passa fico mais impressionado com o cenário gastronômico em São Paulo. Eu acredito que temos um calibre gastronômico  da mais alta classe do mundo, apesar do que blogueiros chatos dizem por aí.

Já tive a oportunidade de visitar alguns países e cada local tem características específicas e traz consigo pratos únicos. PORÉM, se formos considerar as principais culinárias como pizza, carnes, hambúrguer, chinesa, japonesa (é claro) etc, São Paulo é pelo menos tão boa quanto todos, se não melhor.

Eu digo tudo isso com experiência de causa, eu sou food addicted não só de comida japonesa, para todos lugares que vou minha meta turística é a gastronômica.

Assim sendo, o que vejo em São Paulo é impressionante, a quantidade restaurantes novos de qualidade que brotam por aí é surreal. Toda essa introdução é para falar do ZSan, um restaurante japonês abriu faz uns 4 meses. Ele fica localizado na Rua Oscar Freire, 439, Jardins, São Paulo (www.zsan.com.br), uma quadra se afastando do vuco-vuco do bairro, bem perto do PJ Clarke’s.

O restaurante é liderado pelo chefe Jun Yamauchi que teve mais de 20 anos de experiência no Nagayama (um dia preciso escrever sobre a escola Nagayama, pois ela é formidável). O chefe foca numa culinária fusion, misturando seus conhecimentos sobre comida japonesa tradicional. mas dando alguns toques pessoais. Eu pessoalmente acho essa idéia muito melhor do que forçar o fusion com uma outra apenas.

Bom, eu e o Will fomos convidados para ir conhecer o ZSan. Sentamos no balcão. Aviso que o foco do restaurante talvez não seja muito o balcão, pois ele não é dos mais confortáveis, eu apostaria sentar nas mesas, mas mesmo assim veja que o balcão tem uma bela apresentação:

Quem nos atendeu foi o Leo, super habilidoso, percebemos pelo decorrer do jantar. Se não estou enganado ele trabalhou no Koi já!

Eu e o Will comemos primeiro a sequência qual fomos convidados e depois pedimos a la carte.

Tudo que nos serviram estava beeeem gostoso e super bem preparado, o chefe preparou tudo com muito esmeiro e cuidado, não dá pra negar, nota 10. Vamos dar uma olhada?

O ZSan de entrada nos serviu esse “doce” que nós não gostamos muito, apesar deles falarem que o público gosta bastante. Achei que briga muito na boca.

Como de praxe em muitos restaurantes, as trouxinhas estão presentes! Eu pessoalmente não sou muito fã de pedir, MAS a de camarão do ZSan estava muito boa, foi servida com um molho especial. Gostei muito, crocante e ótimo recheio!

Também nos serviram um excelente batera de atum, coberto com flocos de tempura e o arroz temperado com ovas tobiko:

Foi um dos melhores batera já servidos a nós, ele fica atrás só do Nakka. Pro ZSan mandar ver falta só um temperinho melhor e aí ficará incrível.

Agora um outro prato mais polêmico, onde entra a questão fusion! Uma tortilla de atum com maça se não me engano. Super boa, mas não é um dos meus favoritos.

Tem dias que o sushiman lê seus pensamentos, felizmente foi o caso. Fazia tempos que eu queria comer ostra e nos serviram um par fresquíssimo:

Comeria umas 10! Elas funcionam muito bem como entrada num jantar.

Como o restaurante estava vazio (afinal terça-feira a noite), sabíamos que tudo que estava sendo preparado ali no balcão era para nós. Essa uma enorme vantagem de sentar no balcão e ir num restaurante mais vazio. Então vimos o camarão empanado chegar e se transformar num uramaki:

Faz uma enorme diferença comer um sushi desse com o camarão ainda quentinho. Nota 100! O Will aclamou como o melhor uraebitem da vida dele. Eu fui um pouco mais conservador, mas ainda gostei bastante. Vale a pena pedir!

Serviram também esse combinado:

Sashimi de salmão, 1 dupla de vieira e 1 dupla de salmão com raspas de limão. Tudo estava bom, mas não excepcional. Acho que eles podem trabalhar um pouco mais nos temperos dos sushis. Atenção, estava longe de ser ruim, mas pelo nível do restaurante dá pra dar um sofisticada ainda.

A seguir, mais ostra! Not Bad, não é mesmo? Ostra nunca é demais!

Esse sushi é um enrolado com pepino e coberto por ostra temperada na hora. Sushi excelente. Mas aqui fica um gosto pessoal. Assim como salmão e maracujá eu não achar que combina, eu não consigo achar que a crocância e sabor do pepino cai bem…Preferia que fosse um gunkan normal com alga nori.

Finalizando a excelente sequência, mais duas duplas:

A 1a é de um sushi que eu só tinha comido um parecido no Shigueru, atum selado com pimenta biquinho, como eu já sabia, funciona muito bem. E depois 1 par de sushi fartíssimo com king crab! Repito fartíssimo! Muitos restaurante trabalham miguelando, não foi o caso do ZSan, gostei muito.

Bom, C’est fini! 

Mas claro, só da sequência. Quem acompanha os meus posts e os do Will sabe que conosco o buraco é mais embaixo, nós comemos bem! Então conversamos com o Leo e avisamos que íamos comer mais sushis, indicações dele.

Bom, não nos decepcionou nem um pouco!

Começamos com o que ele disse serem os clássicos do restaurante, os jows especiais:

O primeiro lá de cima é um how de salmão chamuscado, o do meio é de brie e o de baixo é de ovo de codorna com ovas chamuscado também.

Se posso ressaltar uma enorme surpresa é o jow de salmão com queijo brie. Quando o chefe estava montando esse sushi de queijo eu e o Will nos olhamos e pensamos:”Meu Deus, antes de mais nada tomara que ele maçarique, e segundo, tomara que seja comestível”. O resultado foi incrível, excelente, repito, muito gostoso. Os foodchatos nariz empinados que me perdoem, há fusion que funciona e outras que não, toda unanimidade é burra.

O Leo nos serviu também esse prato abaixo:

Ele consiste numa leva mistura de ingredientes, não é simples. O Will, um pouco mais conservador, não gostou muito. Eu achei ok, gostosinho, nada especial demais, são ingredientes arriscados, mas tenho certeza que o público em geral vai adorar.

Comemos também um dos maiores clássicos dos restaurantes japoneses atualmente, o atum com foie gras:

Vale a pena sempre pedir esse sushi pois em geral cada restaurante põe a sua cara nele. Nesse caso o ZSan oferece uma generosa fatia de foie gras que vem preparada da cozinha, juro, estava divino, uma das melhores que já comi mesmo!

Para finalizar nosso jantar o Will pediu um repeteco do sushi de ovo de codorna e eu pedi esse da direita aí todo diferente:

Confesso que quando vi no cardápio, “ikura com avocado“, imaginei qualquer coisa, menos isso aí em cima. Eu logo percebi que não era algo ordinário quando o Leo estava sendo mais minucioso do que o normal. Não nego que fiquei impressionado, excelente e lindo trabalho, dos mais bonitos que já vi. Sobre o sabor, confesso que a textura do avocado cai bem com os explosivos ikuras, mas talvez precise de alguma outra combinação que eu não saiba dizer.

E agora o gran finale, a sobremesa:

Eis a melhor sobremesa que já comi num restaurante japonês. Eles chamam de mousse de chocolate e é extraordinária. Consiste num sanduíche de mousse, pois ele fica entre duas placas incríveis de chocolate. RECOMENDO. Aliás, foi a garçonete que me disse que ela gostava demais dessa. Confiei.

Esse foi todo jantar que tivemos no ZSan, MUITA COISA, ficamos bem satisfeitos, vale a pena as considerações abaixo.

Um ponto que eu recomendo atenção no ZSan é que o cardápio é bem variado, tem opções para todos os gostos. Ou seja, para mim acaba sendo fácil pedir, pois eu conheço tudo que leio ali, mas para quem não tem muito conhecimento, pode ter uma experiência bem diferente da que tivemos, ou seja, comer/gastar com um basicão.

Vou dar um exemplo, o ZSan não possui um combinado iguarias, nem algo que foque só nos melhores sushis, tem de pedir unitário. Por outro lado, tem alguns combinado que o foco é salmão. Nada contra, mas é um contraste em termos de foco.

Outro ponto que me deu um pouco de coceira pra contar a vocês é que talvez o ponto alto da refeição tenha sido a sobremesa, pois ela é divina. Mas então tem algo errado? Será? Só acho que há um leve descompasso, pois se a sobremesa é o ponto alto, eles precisam elevar um pouco mais o restante para tudo ficar mais equilbrado. Aposto nisso, eles tão muito bem.

Se eu retornaria ao ZSan? Sim, sem dúvida!

E vocês já foram lá? O que acharam?

Aliás gostaram da review?

abraços

Gourmet San

Comentários

comments

05 Passos para Fazer Sushi

About Gourmet San

Formou-se na Escola de Comunicações da USP mas segue carreira em uma multinacional do ramo da tecnologia. Compartilha no Gourmet San toda sua paixão pela culinária japonesa, que veio da visita de mais de 100 restaurantes diferentes, de centenas de horas de vídeos no Youtube e de muita leitura e bate papo com itamaes. Apesar de seus amigos acharem que ele só come sushi, não dispensa de forma alguma uma boa pizza ou um cheesebacon maionese.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*