Home / Curiosidades sobre sushi / Ikejime – menos sofrimento para o peixe ou carne melhor para os humanos?
ikejime

Ikejime – menos sofrimento para o peixe ou carne melhor para os humanos?

Como vocês devem imaginar, minha vida é em grande parte rodeada por informações sobre comida japonesa que as pessoas me enviam ou comentam.

Hoje compartilho com vocês algo super diferente e que foge em muito da rotina da maioria de nós. É o ikejime, uma técnica onde o intuito é matar o peixe com menos dor, assim ele sofre menos e como consequência a carne dele também sai com melhor qualidade.

A fonte primária dessa informação foi de uma página chamada Público, do UOL. A matéria é um pouco extensa, então fiz um resumo para vocês.

Ela se passa num evento em Lisboa onde a idéia é justamente demonstrar a técnica do ikejime e fornecer uma degustação comparativa de sashimis de peixes mortos de maneira tradicional e com a técnica do ikejime.

Tomo, o responsável pela demonstração, faz o primeiro golpe na guelra do peixe, cortando a espinha e os principais vasos sanguíneos. Logo em seguida dá um golpe, com a ponta da faca, no rabo do peixe, cortando também a espinha. Depois, o chef identifica o ponto do ikejime e, de forma precisa, introduz um arame. O peixe para de se debater na hora.

Se você não tem problema em ver cenas como essa, veja o procedimento abaixo, caso contrário, desaconselho:

Como vocês podem ver, com habilidade o processo acaba sendo super rápido!

O chefe Tomo defende que se deveria começar a usar o ikejime em Portugal. “É uma técnica que existe no Japão pelo menos há 250 anos”, afirma. Mas os pescadores portugueses têm-se mostrado resistentes à ideia. Um dos argumentos para convencimento é que quando o peixe é morto assim não é preciso gastar tanto gelo para o conservar e o peixe dura mais 18h a mais em termos de frescor.

Na reportagem eles provam e comparam sashimis de peixes que morreram “estressados” e os que não, através do ikejime. Segundo eles a diferença no sabor, mas sobretudo na textura, é evidente. O “estressado”, que inicialmente parecia fresquíssimo, parecia agora mais “farinhento”  comparado com o outro.

Mas no final das contas, que acompanha a “fúria” japonesa por peixes de melhor qualidade como eu, acho que fica difícil acreditar que os japoneses fazem isso em favor do peixe. É claro que o foco deles é conseguir uma carne de melhor qualidade.

E vocês, o que acham?

Abraços

Gourmet San

 

 

Comentários

comments

05 Passos para Fazer Sushi

About Gourmet San

Formou-se na Escola de Comunicações da USP mas segue carreira em uma multinacional do ramo da tecnologia. Compartilha no Gourmet San toda sua paixão pela culinária japonesa, que veio da visita de mais de 100 restaurantes diferentes, de centenas de horas de vídeos no Youtube e de muita leitura e bate papo com itamaes. Apesar de seus amigos acharem que ele só come sushi, não dispensa de forma alguma uma boa pizza ou um cheesebacon maionese.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*