Home / Bairros / Hamaki (antigo Naru Sushi Vila Madalena) – ótimo rodízio com criatividade e sushis gordinhos!
Restaurante Naru Sushi Vaila Madalena flambado de salmão com creamcheese e geléia

Hamaki (antigo Naru Sushi Vila Madalena) – ótimo rodízio com criatividade e sushis gordinhos!

Olá a todos, fazia um tempo que eu não postava nenhuma review!

Algo que eu gostaria de fazer com todos restaurantes que visito é ter pelo menos duas reviews, para sempre conseguir comparar melhor e não me basear numa única visita!

Um tempo atrás um amigo meu me levou ao Naru, restaurante famoso na zona oeste de São Paulo! Se você tem interesse, e eu recomendo, leia a 1a review, que foi no Naru Alto da Lapa! Fiquei surpreso com o rodízio super criativo, apesar do uso excessivo de creamcheese em muitos pratos (mas eu sei que muita gente gosta!).

O motivo do jantar em questão foi reencontrar amigos meus da época do colégio e eles queriam ir a um rodízio apesar de eu ter dado a idéia de irmos a um restaurante a la carte tradicional. Pensei em diversas opções, mas o mais fácil para irmos num final de tarde caótico em São Paulo seria o Naru Vila Madalena, unidade recém aberta ali em frente ao Sacolão da Vila Madalena (que já foi local de filmagem de novela da Globo). O endereço exato desde Naru é Rua Medereiros de Albuquere, 325, vamos conferir os pratos!

Antes mesmo de chegar ao Naru eu já sabia o que esperar do rodízio de 67 reais, muita criatividade, mistura de ingredientes e sushis inéditos, então era tiro certo e não decepcionaria ninguém!

Logo que cheguei, sabia que ali poderia matar toda minha fome por sushis gordinhos, então sentei no balcão enquanto aguardava meus amigos e disse que podiam me servir umas entradinhas!

A primeira foram camarões empanados e um enrolado de salmão com camarão e cream cheese! Os camarões estavam um pouco massudos demais, provavelmente devido a massinha em que o camarão foi frito estar bem densa. Mas estava gostoso, não tem como negar, afinal, camarão empanado!

Também me serviram uma entrada deliciosa, um carpaccio de salmão com molho ponzu (bem clichê), mas com fatias da kani junto, combinou muitíssimo bem! Gostei bastante e já sei que na próxima vez que for fazer em casa, vou incluir o kani na composição do prato.

O sushiman também me serviu uma entradinha de camarão com salmão, muito bom e super bem apresentado, mostrando já de cara todo o espírito da culinária japonesa do Naru!

Logo depois meu amigos sentaram e fomos para a mesa iniciar finalmente o rodízio!

Sentamos na mesa em frente ao balcão e dissemos que podia mandar de tudo. Se tem algo que sem dúvida é o segredo para ser bem servido num restaurante japonês que serve rodízio, é dizer ao garçon que você gosta de tudo, inclusive iguarias e sushis diferentes. Se você já chega num rodízio trazendo restrições, não espere pratos diferentes e muito esforço por parte do sushiman, o que eles mais odeiam é dedicar um tempo fazendo um prato especial e ver aquilo voltar…

Rapidamente nos serviram um shimeji na manteiga que eu achei mais ou menos…não estava muito saboroso, acho que faltou alguma coisa no caldo de preparo, e acho que era o shimeji claro e não o escuro.

Vale a pena salientar que o Naru tem um rodízio pra quem gosta de sair alimentado e feliz, pratos bons e fartos, a prova disso é já a entrada seguinte, um monte de camarão empanado e hot roll, tudo muito gostoso. Se fica uma dica é talvez uma apresentação melhor, num jogo de cores para trabalhar o contraste.

Também nos serviram uma entradinha muito gostosa, parecida com o sushi flambado do Mori Consolação, vejam abaixo. A diferença principal é essa geléia em cima e a fatia de carambola embaixo. Tudo combinou muito bem, este prato também reflete bem o tipo de sushi que o Chefe Souza representa!

Nos serviram guiozas e uma outra entrada que já vi que tinha sido servida a um cliente na minha 1a visita ao Naru, algo super criativo, um conjunto de frutos do mar dentro de um saco de papel alumínio pegando fogo, demais! Poderia facilmente ser adaptado e ser um prato de um restaurante mais extravagante.

Após as entradas, nos mandaram o combinado de sushi e sashimi, tudo delicioso e bem ao estilo Naru, Não tem muito o que dizer, são diversos sushis nada convencionais feitos de salmão, cremcheese, camarão, atum, polvo frutas etc. Olha só, sou 100% sincero, eu amo sushi tradicional, mas não dá pra negar que esse prato aí embaixo é uma delícia.

Depois de um tempo, terminamos o prato e começamos a pedir os extras, mas novamente deixamos nas mãos do sushiman.

Um dos pratos que vieram foi essa combinação de atum e camarão que vocês podem ver abaixo. Sinceramente eu não acho que combine, estava gostoso mas talvez falte um ingrediente que faça com que o prato se torne mais conciso, um molho provavelmente.

Também nos serviram um dos mais gostosos, uma recriação do sushi de salmão skin com fatias de limão com um recheio de salmão com creamcheese. Eu achava que não aguentava mais mas estava bem gostoso e foi bom pra encerrar o jantar!

Opa, encerrar não, ainda tinha a sobremesa, o Naru serve frutas e sorvetes, mas não aguentaríamos sorvete, então pedimos frutas para ficar mais leve, hahaha! Estávamos em 4, então nos serviram um prato só com uma seleção de frutas.

Foi minha segunda visita ao Naru e foi bem parecida a primeira vez que fui! O Naru é um ótimo restaurante para levar os amigos, famíliares ou ir de casal numa ocasião mais despretensiosa. É bacana também para levar pessoas que gostam mesmo é de rodízio de sushi e não negam um salmão com creamcheese!

Vale a pena conferir!

Forte abraço

Gourmet San

Comentários

comments

05 Passos para Fazer Sushi

About Gourmet San

Formou-se na Escola de Comunicações da USP mas segue carreira em uma multinacional do ramo da tecnologia. Compartilha no Gourmet San toda sua paixão pela culinária japonesa, que veio da visita de mais de 100 restaurantes diferentes, de centenas de horas de vídeos no Youtube e de muita leitura e bate papo com itamaes. Apesar de seus amigos acharem que ele só come sushi, não dispensa de forma alguma uma boa pizza ou um cheesebacon maionese.

2 comments

  1. Conheço o Naru desde sua criação, o balcão pra mim não se compara a sentar na mesa, no balcão você conversa com o sushiman e pede exatamente o que está com vontade de comer deixando a criação dele fluir solta, se não gosta de muito cream cheese como me pareceu, basta falar para não fazer com muito cream cheese e apenas pedir uma criação inovadora cum um ingrediente de sua escolha que irá se surpreender.
    Dica: se for no Naru Vila Madalena, procura pelo sushiman Branco no balcão, ele é fenomenal.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*