Home / Bairros / Restaurante Jam Warehouse – Um conceito diferente com altos e baixos
Restaurante Japonês Jam Warehouse

Restaurante Jam Warehouse – Um conceito diferente com altos e baixos

Olá a todos amantes de um bom arroz temperado com uma fatia de peixe fresquinha!

Hoje o Gourmet San visitou um restaurante que é bem pop aqui em São Paulo, mas poderia ser mais até. É o restaurante japonês Jam Warehouse, localizado na R. Lopes Neto, 308 – Itaim Bibi, Tel 11 3473-3273 (www.jamwarehouse.com.br). Ele também possui uma unidade no Jardins, na Rua Bela Cintra, 1929 .

O conceito do Jam é bem diferente da grande maioria dos restaurantes japoneses da cidade. Ele possui um ambiente escurinho que parece mais um bar “descolê-moderninho” com luz de velas nas mesas e iluminação indireta, gostei muito apesar de um pouco escuro demais para o mim, gosto de enxergar bem a comida, hahaha! A música de fundo é excelente, MPB com aquele toque pessoal de cada intérprete e a partir das 20h tem música ao vivo que não cheguei a presenciar. Vale a nota que, a partir que o músico começa a tocar, o couvert de 7 reais será incluído na conta.

Cheguei, me deparei com toda essa ambientação que comentei acima e fui direto pro balcão. Balcão comprido em “L” e que estava praticamente vazio, com exceção de um cliente bem falante e que sem dúvida vai sempre a casa pois chamava todo mundo pelo nome.

Demorei um pouco para ser atendido, nenhum garçom me dava o cardápio ou me atendia, precisou o sushiman me comprimentar e pedir para me darem o cardápio (valeu sushiman). Aliás já digo logo aqui, todos sushimans bem gente fina para uma primeira visita ao lugar.

Pedi um bancha que era cortesia, vejam só que beleza, adoro quando trazem o bule, pra mim é sinal de generosidade:

Foi difícil decidir o que pedir, o cardápio é bem grande e possui inúmeras opções de combinados. Após consultar o sushiman, optei por um combinado com 9 sashimis e 9 sushis que era um nível acima do combinado mais básico. O valor achei um pouco salgado, 67 reais! Mas claro fiquei na expectativa do que viria.

Depois de um tempinho, um pouco mais do que o devido, veio meu combinado (o sushiman na minha frente pediu para um outro acelerar e dar prioridade ao meu, acho que percebeu que eu estava ficando meio impaciente). Vejam abaixo o combinado:

 

Não vou negar que a priori fiquei um pouco decepcionado que os “sushis”  não eram nigiris, mas por outro lado fiquei espantado com a criatividade, praticamente todos sushis inéditos para mim, mandaram muito bem! Eu sou fã de enrolados (makis) também! Vejam uma outra foto:

Todos estavam super saborosos e possuíam um caráter único, apenas um que não gostei, o que tinha doritos em pedacinhos em cima, não vejo motivos para isso, não combina em nada ao meu ver… Muito diferente da batata doce fritinha bem fininha, que complementa muito bem o sabor do sushi.

Também me impressionei com o enrolado com ovo, vejam só a esquerda um enrolado que, ao invés da alga nori, ou o arroz do lado de fora, possui esse amarelinho, é ovo, surpresa grata!

Agora, PARA! PARA! PARA TUDO! Eu sempre como gengibre entre cada sushi, é ótimo para limpar o paladar e se preparar para o próximo sushi. Durante esses anos comendo sushi jã provei uns mais docinhos, outros azedos, uns macios, outros duros. Mas o do Jam Warehouse é sem dúvida o melhor gari que já comi. Assim que provei perguntei pro sushiman se eles faziam o próprio gari, ele olhou pra mim e disse que sim, perguntando depois se estava bom ou ruim, minha resposta foi: Uma delícia!!!

 

Ele confirmou que sim, eles preparam e fazem uma mistura com uns ingredientes que não ia passar. A questão é, o gari fica super macio, um pouco cremoso e super docinho! Sensacional, estou fincando até com água na boca!

Seguindo, depois dessa êxtase do gengibre, vamos falar sobre os sashimis. Não tenho muito a declarar, estavam ok, e servir peixe prego é covardia, a um preço deste, poderia ser algum peixe melhor ou com um preparo especial, justo seria servir polvo, por exemplo.

Após esse combinado peguei o cardápio de novo e pedi duas unidades de sushi, um de vieira especial (com salmão chamuscado) e outro de salmão chamuscado e trufado. Acho engraçada essa mania de colocar “trufado” em tudo hoje em dia, parece que é um procedimento todo meticuloso, quando se trata apenas de colocar azeite trufado por cima. A dupla saiu por 21 reais se não me engano, vejam os dois sushis abaixo:

O de salmão chamuscado e trufado estava bom, incrível como a técnica de chamuscar somando-se ao azeite trufado trazem uma combinação tão boa assim! Apenas achei o nigiri um pouco pequeno, também, quando lembramos os do Régis Shiguematsu do Nakka, fica páreo duro para qualquer um.

O de vieira é um equívoco por parte do restaurante, foi uma das primeiras vezes que a vieira não ficou nem perto daquele refrescância característica. E além disso, a mistura com o sabor do salmão chamuscado (é o que pareceu) por cima, fez com que o sabor da vieira ficasse bem encoberto, precisam mexer nesse sushi com urgência.

O Jam acaba sendo uma ótima opção para quem quer um ambiente bem intimista e diferente, a música ambiente e ao vivo é um diferencial, sem dúvida. Os enrolados também são bacanas, apesar do combinado ter um preço salgado. Aliás, vendo o cardápio do Jam dá pra ver que eles não tem nada barato, se não me engano, não tem 1 ou 2 pratos abaixo de 20 reais, tudo acima, incluindo os temakis. Isso parece uma estratégia comercial de preços mesmo (nada contra, deixo claro!). Porém os combinados maiores ficam num preço mais ok. Recomendo ir em casal, para um primeiro encontro ou um jantar romântico ou num grupo maior.

Abraços

Gourmet San

Comentários

comments

05 Passos para Fazer Sushi

About Gourmet San

Formou-se na Escola de Comunicações da USP mas segue carreira em uma multinacional do ramo da tecnologia. Compartilha no Gourmet San toda sua paixão pela culinária japonesa, que veio da visita de mais de 100 restaurantes diferentes, de centenas de horas de vídeos no Youtube e de muita leitura e bate papo com itamaes. Apesar de seus amigos acharem que ele só come sushi, não dispensa de forma alguma uma boa pizza ou um cheesebacon maionese.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*