Home / Bairros / Restaurante Nakka: sushi top e contemporâneo, coisa fina! Finíssima!
Restaurante Nakka Sushi Especial Nigiris

Restaurante Nakka: sushi top e contemporâneo, coisa fina! Finíssima!

Olá a todos,

Sempre tento ficar o mais antenado possível nas novas tendências de comida japonesa, sobretudo nos novos restaurantes que aparecem na mídia. Bom, se tem um restaurante que se encaixa 100% neste perfil no momento atual é o Nakka, localizado na Rua Pedroso Alvarenga, 890, tel 2594-2577 (http://www.restaurantenakka.com.br).

Faz mais de 1 mês que vejo o Nakka aparecendo em tudo quanto é lugar, blogs, jornais, revistas etc. Então era mais do que na hora do Gourmet San ir lá conferir. Era quinta-feira a noite, cheguei as 19h, assim que abriu, então estava vazio.

Quem passa do lado de fora pode ter até uma impressão errada pois parece um lugar moderninho que ofereceria um rodízio fino, mas não, a história é outra. Assim que você entra parece que você está num restaurante nova iorquino super exclusivo e que custa os olhos da cara.

É lógico que sentei no balcão, bem de frente ao chefe Régis Shiguematsu, super aberto e amigável. Peguei o cardápio, que até que é bem enxuto, e logo me atentou a sequência de sushis especial (8 nigiris) pelo valor de 84 reais. Perguntei se havia uma sequência maior, porém como não tinha mesmo, pedi com confiança o Sushi Especial.

Vou te dizer que eu fui muito sortudo em ver o chefe Regis trabalhando em meus sushis bem na minha frente, o cuidado e o preparo de cada fatia de peixe, o acabamento, sem palavras…repito SEM PALAVRAS! Vejam os sushis que ele me serviu:

Não vou negar que quando o Régis me serviu duplas de sushi eu fiquei um pouco decepcionado pois eu esperava 1 nigiri de cada tipo…mas tudo bem, continuei de cabeça aberta pois os sushis estavam lindos de se ver. Eu tinha razão, um nigiri sushi melhor que o outro, absolutamente! Vamos dar uma olhada em cada um deles!

Começando pela dupla de nigiris de salmão. Pedaços generosos de salmão, chamuscada, com raspas de limão sisciliano e outros temperos que não soube identificar…fiquei com a impressão de ter algo relacionado a alho bem de leve, não tem o que dizer, sushi de salmão nota 10.

Em seguida, a dupla de atum, preparada de forma bem parecida da de salmão. Igualmente deliciosa. Vocês não sabem a dificuldade de escrever um post desse…fico com água no boca! Se bem que para vocês não deve ser fácil também!

Em seguida a dupla de pargo, tão deliciosa quanto as outras duas, nota 10 também e igualmente chamuscado.

E para finalizar 2 nigiris sushi pra lá de especiais. O primeiro é o de polvo trufado e o segundo é de vieira. Sem palavras, absolutamente deliciosos, com sabores que eu nunca experimentei antes. Vale a pena comentar que o sushi de vieira é o melhor que já comi.

Agora algumas notas importantes. Vocês viram como todos nigiris, com exceção do de vieira, possuem cortes nas fatias de peixe? O Régis faz isso para conseguir colocar fatias fartas de sushi e ficar super macio e ainda permitir que os diversos temperos entrem bem no peixe. O Régis me disse que poderia colocar shoyu em todos nigiris, menos o de polvo, que não precisava mesmo.

Aqui fica minha sugestão ao Nakka, colocar o shoyu deles num recipiente onde seja possível controlar a quantidade de uma maneira mais fácil, como algum com uma abertura menor ou controlada.

Bom, é lógico que não fiquei por aqui só né? Se já estava lá, vamos até o final! Peguei o cardápio e pedi uma porção de batera sushi, que é o famoso sushi prensado, sendo 8 unidades por 35 reais:

Este eu recomendo pedir para abrir o jantar, rápido de serem servidos e bem apetitosos. A minha surpresa ficou pela crispe super bem temperada (massinha de tempurá frita), fiquei com inveja, estava deliciosa. O baterá sushi em questão é de salmão batido com ovas. Só achei que o preço é um pouco acima do que deveria, uma porção desta de baterá poderia ser por uns 25-30 reais.

Calma lá que eu não terminei ainda! Para finalizar o jantar e terminar de esvaziar minha carteira pedi mais um prato, o uramaki de camarão empanado especial (urabitem) que fica por 34 reais, que consiste num uramaki de tempurá de camarão empanado com pepino ralado, envolto por salmão chamuscado e ovas por cima, tudo regado com molho tarê, delícia né?

Demais, recomendo muito a receita deste uramaki viu. Todos vocês que fazem comida japonesa em casa, anotem essa combinação e não tirem o pepino ralado pois ele quebra bem o sabor doce e adiciona um sabor ácido e textura que complementam muito bem o enrolado.

Para finalizar me ofereceram um sushi final para eu experimentar, absolutamente exótico, um jo de salmão com uma gema de ovo de codorna chamuscada, foi perfeito para encerrar o jantar, como todos os outros sushis, um primor e espetáculo mesmo, obra de arte:

Gente, essa foi minha experiência no Nakka, comi bem, gastei demais e digo que os sushis são surreais de bons. Vale a pena ir pelo menos uma vez para comer os nigiris especiais que o chefe Régis Shiguematsu prepara, eles são realmente deliciosos. Mas é o que eu disse, se você quer ir para comer muito vai gastar ali uns 150 reais por pessoa, então não é mole não, mas acho que o Nakka se encaixa bem na cena gastronômica de São Paulo e tem público para isso! É um lugar bacana para uma ocasião especial para levar alguém.

Fica a dica de mais esse restaurante japonês de São Paulo! Gostou? Compartilhe, comente!

Abraços

Gourmet San

 

 

 

Comentários

comments

05 Passos para Fazer Sushi

About Gourmet San

Formou-se na Escola de Comunicações da USP mas segue carreira em uma multinacional do ramo da tecnologia. Compartilha no Gourmet San toda sua paixão pela culinária japonesa, que veio da visita de mais de 100 restaurantes diferentes, de centenas de horas de vídeos no Youtube e de muita leitura e bate papo com itamaes. Apesar de seus amigos acharem que ele só come sushi, não dispensa de forma alguma uma boa pizza ou um cheesebacon maionese.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*