Home / Bairros / Sushi Samba – Las Vegas
Combinado de Sushi Samba

Sushi Samba – Las Vegas

Gourmet recentemente foi para Las Vegas ( Yes, Vegas baby!)

A cidade é fenomenal e recomendo a todos uma visita de 3-4 dias para passear, conhecer os hotéis sensacionais, casinos, restaurantes, fazer compras (inclusive em outlets). Mas é claro que o Gourmet San aqui não perderia a chance de visitar restaurantes japoneses, certo?

Nos EUA a comida japonesa é adaptada às culturas locais, assim como no Brasil, então os restaurantes japoneses se estabeleceram de forma diferente da nossa. Para começar, claro que os rodízios lá são extremamente raros, eles chamam de “all you can eat buffet”, ou seja, algo como “coma o quanto conseguir”. Porém já adianto que esses tipos de locais não são bem vistos pois obviamente dificilmente servirão pratos da mesma qualidade dos restaurantes convencionais.

O Sushi Samba fica localizado dentro do Hotel Palazzo, na 3327 S Las Vegas Blvd, Las Vegas, NV 89109. Não, não…o Gourmet San não ficou hospedado neste hotel chique, porém dei uma passadinha lá =) Logo que você entra no restaurante encontra um ambiente até que grande de certa forma, e escuro, pro meu gosto um pouco escuro demais, poderia estar regulado para a luz indireta ser um pouco mais forte.

Fomos atendidos rapidamente, porém a garçonete se demonstrou desinteressada no restante do almoço, isso foi bem desagradável, vou comentando ao longo do texto.

Estávamos em 4 (depois 5) e começamos a analisar o cardápio que é bem extenso e variado (veja ele aqui). Você encontra desde churrasco e feijoada até os pratos japoneses clássicos e até kobe beef. Comida brasileira boa se come em casa, então nem consideramos! De entrada pedimos tempurá misto de legumes e camarão, uns 15 dólares cada um:

Estava absolutamente delicioso e super quente, queimei o inteiror da boca na fome! O interessante são os molhos que acompanharam, simplesmente deliciosos mesmo, deu vontade de repetir, mas nos seguramos! O molho mais escuro parecia um tarê um pouco menos carregado no açúcar e o amarelo era bem apimentado, não conseguimos identificar, mas adianto que a aparência enganou, o sabor foi surpreendente. A massinha de ambos tempurás estava super crocante, e os vegetais e camarões muito bem temperados, foi um dos melhores tempurás que já comi.

Após terminar o tempurá tivemos de praticamente caçar nossa garçonete pois ela não voltava mais depois de a termos dispensado 1-2x para escolhermos com calma. Pra quem não sabe, nos EUA há essa loucura das garçonetes em atender rápido e dispensar os clientes o quanto antes, pois o salário delas depende exclusivamente das gorjetas!

Finalmente conseguimos e pedimos. Três de nós, incluindo eu, pedimos um combinado de sushi que vinha nigiris e um uramaki especial. Um outro colega pediu um prato animal, um Lamen de barriga de porco por 18 dólares, a famosa pork belly nos EUA. Mas antes de ver o sushi, vamos falar do prato quente. Eu não experimentei mas posso dizer qual foi a primeira reação do meu amigo após experimentar: preocupação e logo em seguida disse “galera, não vou conseguir, é muito apimentado”. Ficamos impressionados, pois ele disse que tava acostumado com comida apimentada. Pois é gente, fiquem atentos que nos EUA carregam na pimenta mesmo.

Mas vamos ao mais importante, o sabor, ele disse que estava absolutamente delicioso e a porção foi generosíssima!! Ele aprovou muito no final das contas.

Bom, e quanto ao nosso sushi? Demorou….demorou…demorou… e finalmente veio, sem brincadeira, demorou uns 25 minutos no mínimo pra vir, chegou uns 5-10 minutos depois do Lamen, absolutamente incompreensível. Ok, eu lembrei que nos EUA é comum servirem todos da mesa ao mesmo tempo. Ledo engano, nosso combinado não saía do sushibar por nada. Depois de mais alguns minutos e de cobrarmos a garçonete, chegaram afinal nossos combinados.

Demorou? Sim! Mas não tenho o que reclamar, todos nigiris estavam deliciosos, os uramakis super bem feitos, tudo fresquíssimo. Esse para mim é o uramaki com proporção perfeita, com bastante recheio e uma camada apenas de arroz em volta, demais mesmo. Para minha surpresa veio um molho especial, uma mistura daqueles do tempurá, achei estranho, então comi os nigiris com shoyu mesmo, porém os uramakis eu testei os molhos, não ficou ruim não, aprovado! O uramaki que veio é o chamado de Green Envy, composto poratum, salmão, aspargus, semeste de wasabi, aji e maionese.

Após terminar esse combinado eu até que estava satisfeito, muito bom mesmo, mas eu queria comer algo mais diferente, sabe? Então pedi a la carte mais alguns sushis: ovas de ouriço (uni), enguia (unagui) e lula (ika):

Realmente, ainda bem que eu pedi! Fiquei satisfeitíssimo, nada como aproveitar o uni que os americanos servem, que é bem diferente do nosso, sobretudo na textura, muito mais firme. A enguia não veio das mais generosas, mas estava boa, a lula estava boa.

Gente, essa foi minha visita ao Sushi Samba de Las Vegas, eu recomendo muito ir, gostei muito de tudo servido, coisa de alto nível. Minha única reclamação fica por conta do serviço, super demorado, tanto por parte da garçonete, como do sushibar. Um combinado desse é para ser feito em 5-10 minutos por um sushiman.

Abraços

Gourmet San

Comentários

comments

05 Passos para Fazer Sushi

About Gourmet San

Formou-se na Escola de Comunicações da USP mas segue carreira em uma multinacional do ramo da tecnologia. Compartilha no Gourmet San toda sua paixão pela culinária japonesa, que veio da visita de mais de 100 restaurantes diferentes, de centenas de horas de vídeos no Youtube e de muita leitura e bate papo com itamaes. Apesar de seus amigos acharem que ele só come sushi, não dispensa de forma alguma uma boa pizza ou um cheesebacon maionese.

2 comments

  1. Gourmet San!
    Fui ao Sushi Samba em Londres. Realmente achei incrivel, mas queria sua opinião sobre porque no Brasil restaurantes japoneses são tão caros se vamos um “a la carte”?
    Abs,

    • Oi Francisco, tudo bom? Poxa que bacana que foi na unidade de Londres! Então o que acontece são diversos fatores, um deles é que aqui há muito rodízio, a grande maioria dos restaurantes oferecem esta opção e ela é, por natureza, canibalista do próprio negócio. Já conversei com donos de restaurantes e sushimans e eles dizem que armar um restaurante para servir rodízio é dificílimo e faz com que a qualidade seja menor obrigatoriamente para servir com um preço competitivo.

      Outro fator é que os poucos restaurantes a la carte são de um nível mais alto e prezam pelo tradicionalismo, ou seja, buscam naturalmente produtos melhores e funcionários de maior qualidade, desta forma eles acabam sendo mais caros aparentemente (apesar da qualidade compensar). O que eu recomendo é você achar restaurantes a la carte onde o custo benefício vale, ou seja, a qualidade é ótima e o preço não é tão caro, eu encaixo a faixa de preço destes restaurantes concorrentes com rodízios caros.

      Na ponta dos dois lados, há rodízios horrível e que cobram um valor sem sentido e também restaurantes a la carte que fazem o mesmo, ou seja, cobram muito além do que devia, aí depende de como o público absorve e aceita. O que tenho observado em São Paulo é um público cada vez maior a vontade com novos pratos que são servidos apenas em restaurantes tradicionais, o público está ficando especializado e já não aceita qualquer prato servido em rodízio mais ou menos.

      Abraços

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*